Aruj

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde novembro de 2017)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Aruj
Nascimento 1473
Mitilene
Morte 1518 (45 anos)
Tlemcen
Cidadania Império Otomano
Etnia Turcos
Ocupação Beylerbey

Aruj (em turco: Oruç Reis, (almirante Oruç) (Lesbos, apróx. 1473–Tunísia,1518), também conhecido como Baba Aruj ou Barbarroja pela cor de sua barba (às vezes Barbarossa, como em italiano), foi um corsario otomano e governador de Argel para a Sublime Porta.

'Aruj foi um entre quatro irmãos: Ishaq, 'Aruj, Ilias e Hizir chamado depois Jaireddín (Defensor da Fé), nascidos nos anos setenta do século XV na ilha de Lesbos (Λέσβος), todos filhos de Yakub Aga e uma mãe cristã grega, Katalina (Katerina), da que dizem ser de Andaluzia e viúva de um sacerdote cristão. Algumas fontes fazem de Yakub um Sipahi, uma espécie de cavaleiro feudal, enquanto outras o convertem em jenízaro originario de Vardar, para perto de Salonica.

Os quatro irmãos começaram como marinheiros e corsários no Mediterrâneo, para contrariar a atividade corsária da Ordem Soberana e Militar de Malta da ilha de Rodes. Ilias morreu durante uma expedição comercial, e 'Aruj foi feito prisioneiro em Rodas e vendido como escravo. 'Aruj escapou do cativeiro e chegou a Itália, e depois foi para o Egito. Conseguiu uma audiência com o sultão Qansoh a o-Ghuri, que estava a organizar uma frota de barcos dirigidos à Índia. O sultão deu-lhe o comando de um barco, com o que 'Aruj, a partir de sua base em Alejandría atacou ilhas do Mediterrâneo controladas pelos cristãos.

Por volta de 1505 'Aruj conseguiu tomar mais três barcos e estabeleceu sua base na ilha de Djerba, transladando suas operações ao Mediterrâneo ocidental. Sua fama cresceu entre 1504 e 1510, anos que transportou muçulmanos mudéjares da Espanha cristã ao norte de África. Já se conhecia como Baba Aruj, ou Baba Oruc (cujo significado é 'Pai Aruj'), pelos paternais cuidados que oferecia aos muçulmanos precisados. De uma corruptela de Baba Aruj, surge o nome Barbarroja (ou sua versão italiana: Barbarossa). Em 1516, Aruj tomou Argel e depois Tremecén, ocasionando a fuga de Abu Hamo Musa III. Abu Zayan conspirou contra ele, de modo que Aruj o fez executar e se declarou governador de Argel.

Foi famoso por pôr velas nos canhões que transportava pelos desertos do norte de África. O melhor meio de proteger Argel e o norte de África contra Espanha era se unir ao Império otomano, o principal rival dos espanhóis. Para isso, teve que renunciar ao título de Sultão de Argel. Os otomanos nomearam-no governador de Argel e governador em Chefe do Mediterrâneo ocidental e prometeram apoiar-lhe. Em 1518 'Aruj morreu numa batalha contra os espanhóis, que tentavam retomar Tremecén. Morreu à idade de 55 anos, e seu irmão Jaireddín tomou seu lugar, seu nome (Barbarroja) e sua missão.

Enlaces externos[editar | editar código-fonte]