Ary Fossen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ary Fossen
Deputado Estadual de São Paulo
Período 1.º - 1 de fevereiro de 1998
a 31 de março de 2004
2.º - 1 de fevereiro de 2011
a 19 de julho de 2012
Prefeito de Jundiaí Jundiai.gif
Período 1 de janeiro de 2004
a 1 de janeiro de 2009
Antecessor Miguel Haddad
Sucessor Miguel Haddad
Dados pessoais
Nascimento 12 de janeiro de 1937 (82 anos)
Jundiaí
Partido PSDB
Profissão político

Ary Fossen (Jundiaí, 12 de janeiro de 1937 - São Paulo, 19 de julho de 2012) foi um político brasileiro que foi filiado ao PSDB.

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Fez carreira no SESI.

Em 1982 depois de ser vice-prefeito de Jundiaí, foi candidato a prefeito. Não se elegeu, sendo superado por André Benassi.

Em 1992, foi candidato à prefeitura de Jundiaí pelo PTB, mas foi derrotado novamente por André Benassi do PSDB.[1]

Em 1996, já no PSDB, elegeu-se vice-prefeito na chapa de Miguel Haddad.

Em 1998, foi eleito deputado estadual, sendo reeleito em 2002.

Em 2004, foi eleito prefeito de Jundiaí. Sua administração terminou em 2008, tendo entregue o cargo a Miguel Haddad em 1 de janeiro de 2009.[2] Em 2009, assumiu a Subprefeitura de Perus, no município de São Paulo. Em 2010, foi eleito com 76.406 votos a uma cadeira na assembléia lesgistiva de São Paulo.

Morte[editar | editar código-fonte]

Ary Fossen estava internado no hospital Albert Einstein há 10 dias e faleceu na noite do dia 18 de julho de 2012 em decorrência de uma pneumonia. O velório e o enterro ocorreu em Jundiaí.


Referências

  1. UOL
  2. . Não disputou a reeleição pois recebeu uma propina de R$ 2 milhões de reais das mãos de Haddad para desistir.PMJ[ligação inativa]