As Armas e o Povo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde dezembro de 2011)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
As Armas e o Povo
 Portugal
1975 •  cor •  81 min 
Gênero documentário
Distribuição Instituto Português de Cinema
Lançamento 1977
Página no IMDb (em inglês)

As Armas e o Povo (1975) é um documentário português de longa-metragem, um filme colectivo realizado e produzido pelo Colectivo de Trabalhadores da Actividade Cinematográfica, que levaria à renovação do respectivo sindicato. São ilustrados os primeiros seis dias da Revolução dos Cravos.

O filme estreia no Teatro Rosa Damasceno, em Santarém, em Novembro de 1977


Sinopse[editar | editar código-fonte]

Retrata o período entre os dias 25 de Abril de 1974 e o Primeiro de Maio. Mostra o movimento militar e a agitação popular nas ruas, tendentes ao desmantelamento do «aparelho social e político do fascismo»

A história faz-nos recuar ao golpe do 28 de Maio de 1926, dando-nos a ver os movimentos que, desde então, contribuíram para que se tornasse possível a Revolução dos Cravos

Festivais[editar | editar código-fonte]

  • 7º Festival de Cinema de Santarém

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]