As Baías

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
As Baías
Informação geral
Origem São Paulo
País  Brasil
Gênero(s) MPB, Rock
Período em atividade 2011 - 2021
Gravadora(s) Universal Music Brasil
Afiliação(ões) Cleo, Rincon Sapiência, Kell Smith, Linn da Quebrada, Liniker
Integrantes Assucena Assucena
Raquel Virgínia
Rafael Acerbi

As Baías[1] (anteriormente conhecido como As Bahias e a Cozinha Mineira) foi um trio musical brasileiro, formado na Universidade de São Paulo em 2011, onde a banda começou a se apresentar em festas universitárias[2][3]. O grupo possuía fortes influências de Gal Costa e do Clube da Esquina, e teve como mote na música identificar as formas de expressão das mulheres[4][5].

História[editar | editar código-fonte]

Raquel Virgínia, Assucena Assucena e Rafael Acerbi conheceram-se no curso de História da Universidade de São Paulo, por volta de 2011. Da convivência, algumas ideias já se colocaram como projeto musical. A banda decidiu tocar junto de fato a partir da morte de Amy Winehouse, em tributo à cantora britânica[4].

O primeiro álbum da banda, Mulher, foi gravado durante três anos, em meados de 2012 e lançado oficialmente em 2015[5]. O segundo álbum, Bixa, foi lançado em 2017.

Em 2019, anunciaram um novo álbum (Tarântula), lançado pela Universal Music Brasil[6], entendido pela banda como a conclusão de um processo de intensa profissionalização[7]. O álbum rendeu a primeira indicação da banda ao Grammy Latino, indicação essa que também significou a primeira vez que mulheres trans foram indicadas ao prêmio[8].

Em maio de 2020, durante o período de distanciamento social da pandemia de COVID-19, a banda lança seu primeiro EP, intitulado Enquanto Estamos Distantes, que conta com 5 músicas inéditas e gravadas totalmente à distância, com produção do guitarrista Rafael Acerbi[9]. O trabalho rendeu a segunda indicação do grupo ao Grammy Latino[10].

A partir de setembro de 2020, em uma nova fase e, buscando uma aproximação maior com a música pop, a banda deixa de usar o nome As Bahias e a Cozinha Mineira e adota apenas As Baías, com o lançamento de singles em parceria com Rincon Sapiência (Respire), MC Rebecca (Coragem)[1], Cleo Pires (Você É do Mal)[11], Kell Smith (Muito, Eu Te Amo)[12] e Linn da Quebrada (Onça / Docilmente Selvagem)[13], adiantando um possível quarto álbum.

Fim da Banda[editar | editar código-fonte]

O trio comunicou sua separação no dia 28 de setembro de 2021, quando os integrantes afirmaram sentir a necessidade de seguir individualmente seus anseios artísticos, após 10 anos de carreira[14][15].

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Álbum Ano
Mulher 2015
Bixa 2017
Tarântula 2019

EPs[editar | editar código-fonte]

EP Ano
Enquanto Estamos Distantes 2020

Singles[editar | editar código-fonte]

Single Ano
"Apologia Às Virgens Mães" 2016
"Fumaça" 2017
"Pra Costurar O Mundo" (feat. Ney Matogrosso)
"Ó Lua"
"Pagu - Ao Vivo" (feat. Liniker)
"Proporcional - Ao Vivo" (feat. Tulipa Ruiz)
"Um Doido Caso"
"Foi"
"Encontro - Ao Vivo" (feat. Maria Gadú)
"Das Estrelas" 2019
"Volta"
"Shazam, Shazam Boom"
"Na Hora Do Almoço" 2020
"Éramos Chuva"
"Nosso Apartamento"
"Respire" (feat. Rincon Sapiência)
"Coragem" (feat. Rebecca)
"Você É Do Mal" (feat. Cleo)
"Muito, Eu Te Amo" (feat. Kell Smith)
"Onça / Docilmente Selvagem" (feat. Linn da Quebrada)
"Drama Latino" (feat. Xand Avião)
"Quarto Andar" (feat. Luísa Sonza) 2021
"Mãe" (feat. Ivete Sangalo)
"Primeiro Beijo" (feat. Péricles)
"Coragem - Ao Vivo" (feat. Rebecca & Tássia Reis)

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Premiação Categoria Indicação Resultado Ref
2016 Prêmio Multishow de Música Brasileira Revelação As Bahias e a Cozinha Mineira Indicado [16]
2018 29º Prêmio da Música Brasileira Canção Popular - Grupo As Bahias e a Cozinha Mineira Venceu [17]
Canção Popular - Álbum Bixa Venceu
2019 Grammy Latino Melhor Álbum Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa Tarântula Indicado [18]
2020 Grammy Latino Melhor Álbum Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa Enquanto Estamos Distantes Indicado [19]

Referências

  1. a b Ferreira, Mauro (2 de setembro de 2020). «Trio As Baías encurta nome e busca fôlego no pop com singles com Rincon Sapiência e MC Rebecca». G1. Consultado em 20 de outubro de 2020 
  2. Balloussier, Anna Virginia (3 de dezembro de 2015). «Com vocalistas trans, As Bahias e a Cozinha Mineira lança disco 'Mulher'». Folha de S.Paulo. Consultado em 24 de outubro de 2016 
  3. «Com vocalistas Trans, As Bahias e a Cozinha Mineira tocam em SP». Billboard Brasil. 11 de novembro de 2015. Consultado em 24 de outubro de 2016 
  4. a b Eiroa, Camila (28 de março de 2016). «As Bahias e a Cozinha Mineira». Trip.Universo Online. Consultado em 24 de outubro de 2016 
  5. a b Ribeiro, Zema (24 de dezembro de 2015). «Transmúsica, nunca ouviu? Pois deveria». Farofafá. Consultado em 24 de outubro de 2016 
  6. Pinheiro, Pedro Henrique (14 de maio de 2019). «Crônicas dos dias atuais: conversamos com As Bahias e a Cozinha Mineira sobre o novo álbum "Tarântula"». Tenho Mais Discos Que Amigos!. Consultado em 20 de outubro de 2020 
  7. Vilanova, Beatriz (30 de maio de 2019). «As Bahias e a Cozinha Mineira lançam 3º disco e parceria com Projota: 'É uma nova fase'». F5. Consultado em 20 de outubro de 2020 
  8. «Vocalistas de As Bahias e a Cozinha Mineira são as primeiras trans indicadas ao Grammy Latino». Quem. 24 de setembro de 2019. Consultado em 20 de outubro de 2020 
  9. «As Bahias e a Cozinha Mineira lançam EP "Enquanto Estamos Distantes" e clipe para "Éramos Chuva"». Caderno Pop. 27 de maio de 2020. Consultado em 20 de outubro de 2020 
  10. «As Baías é indicado ao Grammy Latino pela segunda vez com EP gravado durante a quarentena». Glamurama. 27 de setembro de 2020. Consultado em 20 de outubro de 2020 
  11. «Cleo faz cenas sensuais com look fetichista, em teaser de clipe de As Baías». Splash UOL. 14 de outubro de 2020. Consultado em 20 de outubro de 2020 
  12. Pinheiro, Otavio (30 de outubro de 2020). «As Baías lançam parceria com Kell Smith; confira "Muito, Eu Te Amo"!». Poltrona Vip. Consultado em 20 de novembro de 2020 
  13. «As Baías convidam Linn da Quebrada em novo single 'Onça / Docilmente Selvagem'». Vogue. 20 de novembro de 2020. Consultado em 20 de novembro de 2020 
  14. Ernani, Felipe (28 de setembro de 2021). «As Baías anuncia fim das atividades em comunicado emocionante: "obras de arte são eternas"». Tenho Mais Discos Que Amigos!. Consultado em 17 de outubro de 2021 
  15. «Comunicada». Instagram. 28 de setembro de 2021. Consultado em 17 de outubro de 2021 
  16. «Saiba quem são os indicados ao Prêmio Multishow 2016». Multishow.Globo.com. 7 de outubro de 2016. Consultado em 24 de outubro de 2016 
  17. Brito, Carlos (15 de agosto de 2018). «Veja a lista de vencedores do 29º Prêmio da Música Brasileira». G1.Globo.com. Consultado em 20 de agosto de 2018 
  18. «Veja a lista completa com os vencedores do Grammy Latino 2019». Vagalume. Novembro de 2019. Consultado em 8 de setembro de 2020 
  19. «Grammy Latino: Emicida, Paula Fernandes e Céu vencem em categorias brasileiras; veja lista». G1. 19 de novembro de 2020. Consultado em 20 de novembro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]