As Melindrosas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


As Melindrosas
Informação geral
País  Brasil
Gênero(s) Disco music, Infantil pop
Período em atividade 1978 - 1983
Integrantes Gretchem, Yara Miranda, Paula Matar, Sula Miranda e Ezilda.

As Melindrosas foi um quarteto feminino brasileiro composto pelas cantoras Gretchen, Sula Miranda, Yara e Paula que se formou em 1978 e encerrou em 1986.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Descobertas e produzidas por Jorge Gambier, lançaram em 1978 o LP "Disco Baby", que apresentava cantigas de roda gravadas em estilo disco (sucesso na época). Obteve sucesso, chamando pela primeira vez a atenção para o mercado musical infantil no Brasil.

Eram suas integrantes as irmãs, Maria Odete, Yara, Suely e a amiga Paula.

Alguns meses após o lançamento do lp Disco Baby a integrante Maria Odete deixa o grupo e parte para carreira solo como Gretchen.

O grupo gravou quatro LPs ultrapassando quatro milhões de cópias vendidas e ainda em 1979, estrelou o filme dirigido por J. B. Tanko "É Proibido Beijar As Melindrosas/Vamos Cantar Disco Baby".

Em 1981 lançam o compacto com a música O Feiticeiro que fazia parte da trilha sonora do palhaço Bozo. A integrante Suely deixa o grupo em 1981 para casar e no seu lugar entra a integrante Ezilda.

As Melindrosas ainda lançam um compacto em 1982 e logo em seguida terminam o grupo.

Yara ainda tenta emplacar com dois grupos o 1º chama Video Girls(Certo, Bonitinho e Correto), grupo formado pelas integrantes Yara, Ezilda e Fati. A música é bem executa nas rádios de todo o país mas o grupo não segue carreira.

Em 1984 Yara lança o grupo Hora Certa com Fati e um integrante homem, se apresentam nos programas de auditório e emplacam o hit A Colegial.

Yara nos anos 90 lança carreira solo como Yara Miranda.

Suely muda o nome para Sula Miranda e grava como cantora sertaneja e é coroada a Rainha dos Caminhoneiros. Sula algum tempo depois vira cantora gospel sem muito exito volta a tentar carreira com músicas sertanejas.

Paula é dona de um badalado restaurante em SP.

Gretchen seguiu carreira de sucesso pelo Brasil e hoje está aposentada, casada morando em outro país.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 1978: Disco Baby
  • 1978: Disco Baby - vol. 2
  • 1979: Disco Baby - vol. 3 È proibido beijar As melindrosas
  • 1981: Disco Baby - Cantigas de roda
  • 1989: O melhor do disco Baby

Compactos

1980: Três Senhoritas - compacto duplo

1981: O feiticeiro - compacto duplo

1982: Te amarei me amarás - compacto simples

Flag of Brazil.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.