Asa Branca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Asa Branca redireciona para este artigo. Para outros significados, veja Asa Branca (desambiguação).
"Asa Branca"
Single de Luiz Gonzaga
Lado A Vou pra Roça
Lançamento maio de 1947
Formato(s) 78rpm
Gravação 3 de março de 1947
Gênero(s) Baião
Duração 2:51
Gravadora(s) Victor
Composição Humberto Teixeira e Luiz Gonzaga
Cronologia de singles de Luiz Gonzaga
Último
"Balanço do Calango"
(1947)
Moda da Mula Preta
(1948)
Próximo
Asa-branca (Patagioenas picazuro) ave que deu nome à canção.

"Asa-Branca" é uma canção de choro regional, popularmente conhecido como baião, de autoria da dupla Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, composta em 3 de março de 1947.

Temática[editar | editar código-fonte]

O tema da canção é a seca no Nordeste brasileiro que pode chegar a ser muito intensa, a ponto de fazer migrar até mesmo a ave asa-brancaPatagioenas picazuro, uma espécie de pombo também conhecido como pomba-pedrês ou pomba-trocaz.[1] A seca obriga, também, um rapaz a mudar da região. Ao fazê-lo, ele promete voltar um dia para os braços do seu amor.

Há uma continuação de "Asa Branca", intitulada "A Volta da Asa Branca", que trata do retorno do retirante e de sua nova vida no Nordeste. Edilene de Matos Barbosa

Gravações[editar | editar código-fonte]

A versão mais conhecida é a cantada por Luiz Gonzaga. Além desta versão, a música foi gravada por uma série de outros artistas, entre eles:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa. Editora Nova Fronteira, 1986

Ligações externas[editar | editar código-fonte]