Asa Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Asa Sul
—  Bairro do Brasil  —
Vista aérea do início da Asa Sul
Vista aérea do início da Asa Sul
Município Brasília
População
 - Total Aprox, 175,000 pessoas
Rendimento médio mensal 40,53 salários mínimos (R$ 18 846,45)
Limites Setor Central, Lago Sul, Guará, Cruzeiro, Sudoeste/Octogonal e Candangolândia
Fonte: Não disponível

Asa Sul é um bairro da região administrativa do Plano Piloto, no Distrito Federal, sendo uma área tombada pela UNESCO. A Asa Sul é um bairro nobre e é habitada, em sua quase totalidade, por moradores com elevado poder aquisitivo. Segundo pesquisa da Revista Época é o sexto bairro mais cobiçado do Brasil. A Asa Sul é uma das áreas que compõem o Plano Piloto de Brasília (junto com a Asa Norte, Sudoeste/Octogonal e Cruzeiro). Assim como a própria Asa Norte é cortada pelo Eixão (Eixo Rodoviario), uma via expressa de seis faixas e pelos eixinhos W (oeste) e L (leste). Ambas são formadas por Quadras, Superquadras e Entrequadras, numeradas de 201 a 216, 402 a 416, 601 a 616 e 801 a 816 na parte leste do eixão e 101 a 116, 301 a 316, 501 a 516, 702 a 716 e 901 a 916 na parte oeste do eixão.

Cada Superquadra (SQS - Superquadra Sul) tem edifícios de apartamentos, chamados de blocos. As SQS 100, 200 e 300, são constituídas de 11 prédios residenciais de 6 andares, idealizados por Lúcio Costa à imagem e concepção dos prédios haussmanianos com seis andares de Paris; nas SQS 400 (desde a SQS 402 até a SQS 416) os blocos tem 3 andares e podem existir até 20 em cada quadra; já nas Quadras 700 existem casas, exceção na SHIGS 714, onde há também blocos de apartamentos de 2 andares. Entre as Superquadras residenciais, há as Quadras Comerciais, cujas lojas, bares, restaurantes e boates atraem brasilienses de todos os bairros da Cidade. As superquadras possuem prédios exatamente com o mesmo projeto arquitetônico, a depender do Órgão da Administração Federal responsável por sua construção no início de Brasília.

Conta com uma infraestrutura de lazer, moradia, transporte, educação, turismo etc, como: 2 shoppings de grande porte: Pátio Brasil Shopping, o Shopping Pier 21 e dois de pequeno porte (Fashion Mall e Shopping Asa Sul). Além disso, possui diversas redes de supermercados (Carrefour Bairro, Bigbox, Super Maia, Pão de Açúcar, Comper, entre outros). Estão também presentes no bairro centenas de farmácias, restaurantes, pizzarias, fast-foods, hospitais públicos e particulares, escolas, parques (incluindo o maior parque urbano do mundo), hotéis de luxo, postos de combustíveis, boates, bares, igrejas, etc. É também o bairro de Brasília que mais possui estações de metrô (6). É considerado o bairro mais bem estruturado da capital. A distância para o aeroporto é de entre 7-15 minutos de carro, com este ficando no bairro vizinho do Lago Sul. Também, por ser um dos bairros do Plano Piloto, a Rodoviária Interestadual e a Rodoviária do Distrito Federal estão situadas muito próximas da Asa Sul (as duas ficam na Zona Central, no Eixo Monumental, que divide Asa Sul e Asa Norte).

A Asa Sul é mais antiga e por isso mais arborizada e mais populosa que a Asa Norte. Suas edificações são as mais antigas do Distrito Federal e diversos prédios são considerados exemplares históricos da arquitetura modernista da década de 1960. Foi tombada pelo UNESCO como Patrimônio Histórico da Humanidade, no dia 7 de dezembro de 1987.

Divisão de quadras/moradores[editar | editar código-fonte]

- Superquadras residenciais 100 (102 a 116): Quadras compostas apenas por prédios de apartamentos.

- Superquadras residenciais 200 (202 a 216): Quadras compostas apenas por prédios de apartamentos.

- Superquadras residenciais 300 (302 a 316): Quadras compostas apenas por prédios de apartamentos.

- Superquadras residenciais 400 (402 a 416): Quadras compostas apenas por prédios de apartamentos.

- Superquadras comerciais 600 e 900 (601 a 616; 901 a 916): Quadras compostas por escolas e igrejas.

- Superquadras residenciais 700 (702 a 716): Quadras compostas por casas, exceto as quadras finais, que possuem prédios de 2 andares.

- Setor de Embaixadas Sul (801 a 816): Quadras compostas por representações estrangeiras.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

- No ano 2014, a taxa de IDH da Asa Sul passou a ser de 0,953[1] (um avanço frente a taxa de 0,943 em 2010). No entanto, o bairro da Asa Sul, região tradicional do DF, foi ultrapassado pelo IDH do bairro vizinho da Asa Norte (IDH-2014: 0,957) e por regiões com imóveis mais novos e mais modernos como o Sudoeste (IDH-2014: 0,957) e Águas Claras (IDH-2014: 0,956). Porém, correntes em Brasília contestam alguns pontos desta medição, levando em conta principalmente sua comparação com Águas Claras, visto que é evidente (para essas correntes) na cidade que a Asa Sul possui maior qualidade de vida por dezenas de aspectos.

- É o único bairro do Plano Piloto atendido por linhas do sistema de Metrô de Brasília, que ligam a Rodoviária de Brasília às Regiões Administrativas de Águas Claras, Ceilândia, Samambaia e Taguatinga.

- Por possuir estações do metrô e o principal fluxo rodoviário sul, o bairro é muito frequentado por moradores de todo o Distrito Federal e entorno.

- A Asa Sul é o sexto bairro mais cobiçado do Brasil, de acordo com a Revista Época. O preço mediano do metro quadrado na região é de R$ 14.810.

- O Parque da Cidade citado na música Eduardo e Mônica do Legião Urbana encontra-se na Asa Sul.

- A região é a preferida pela população mais tradicionalista e que valoriza a preservação do projeto original de Lúcio Costa para a Capital Federal.

- O Bloco mais velho do Plano Piloto fica na quadra 108 da Asa Sul.

- É o bairro mais populoso do Plano Piloto de Brasília com cerca de 175.000 habitantes.

- As principais representações estrangeiras estão localizadas na Asa Sul.

Referências

  1. PNUD. Ranking IDH 2014. Visitado em 12/09/2015.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]