Asbesto-cimento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Chapa ondulada de asbeto-cimento em telhado.

O asbesto-cimento ou fibrocimento é um composto de cimento com 10 a 15% de fibra de amianto, utilizado no fabrico de placas para paredes, chapas onduladas, telhas para coberturas, cadeiras e tubos. Devido ao amianto ter sido considerado um agente carcinogénico, o seu uso está posto de parte.


Fibrocimento NT (sem amianto)

Devido a regulação na União Europeia , a utilização de fibras de amianto passou a ser proibida e, por isso, a sua utilização banida.

Actualmente apenas 55 países contam com a proibição da utilização deste tipo de fibra, sendo que em alguns a sua utilização tem restrições[1]

Mapa de Países com restrições ao uso de fibras de amianto

Com a proibição da utilização das fibras de amianto, as empresas produtoras de fibrocimento viram-se obrigadas a reestruturar o seu processo de fabrico, implementando uma tecnologia capaz de utilizar fibras com as mesmas características das fibras de amianto.

Para além das Fibras de PVA, o Fibrocimento NT, tem na sua composição Cimento, Celulose, Microsilica e Wollastonita.

A mistura destes componentes tornam a chapa de fibrocimento, Impermeável , Incombustível, Elevada Durabilidade, não causando quaisquer problemas de saúde nem para o meio ambiente. [2]

Em Portugal a utilização do Fibrocimento teve o seu auge entre as décadas de 60 a 80.

Sendo um produto de instalação fácil, barato e de alta resistência, pode ser encontrado em vários edifícios de habitação e instalações industriais.

Referências

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Asbesto-cimento