Asioteia de Filos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Maio de 2011).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Para a esposa de Nícocles, veja Nícocles.

Asiosteia de Filos foi uma discípula de Platão.[1]

Ela nasceu em Fliunte, uma antiga cidade no Peloponeso, que estava sob o poder de Esparta, quando Platão fundou a Academia. Segundo Temistio, Asiosteia leu "A República" e então viajou para Atenas para se tornar estudante do filósofo; estudou na Academia disfarçada de homem. Depois da morte de Platão continuou os estudos com Espeusipo, sobrinho de Platão.

Um fragmento de papiro dos Papiros de Oxirrinco menciona uma não identificada mulher que estudou com Platão, Espeusipo, e então Menedemo de Eritreia. O fragmento explica ainda que "na adolescência ela era adorável e cheia de graça." Uma possível referência a Asioteia.

Referências

  1. Clemente de Alexandria, Stromata, Livro IV, Capítulo XIX, Mulheres, assim como homens, são capazes de perfeição [em linha]