Aspásia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Aspásia

Aspásia (em grego antigo: Ἀσπασία; ca. 470 a.C.[1] [2] — ca. 400 a.C.[1] [3] foi uma cortesã e sofista grega nascida na cidade de Mileto, na Ásia Menor.[4]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Amante de Péricles, com quem teve um filho. Pelas leis atenienses, Péricles não podia casar novamente após a separação de sua primeira esposa, com quem conviveu por dez anos.

Aspasia é citada na Suda, uma enciclopédia bizantina do século X, por dispor de "habilidades e inteligência em relação às palavras", uma sofista, e de ter ensinado retórica [5] . Considera-se por isso que influenciou Péricles em suas retóricas públicas [6] . Outros acadêmicos acreditam que Aspasia inaugurou uma escola para jovens mulheres de boas famílias e que teria sido responsável pela invenção do método socrático [7] [8] .

Ao lado de Diotima de Mantinea, Aspasia é referida por Sócrates como uma das mais importantes personalidades a orientá-lo em seu desenvolvimento intelectual e filosófico, sobretudo na arte da retórica [9] .

Muito influente no círculo filosófico e político de Atenas, promovia reuniões literárias em sua casa e participava do debate político da época. Pela crença de que teve grande influência sobre o marido, foi acusada de ter sido responsável pela Revolta de Samos (440 a. C.) contra Atenas e pela Guerra do Peloponeso (431-404 a. C.) [10] .

Referências

  1. a b D. Nails, The People of Plato, 58–59
  2. P. O'Grady, Aspasia of Miletus
  3. A.E. Taylor, Plato: The Man and his Work, 41
  4. Aspásia, a cortesã
  5. Suda, artigo sobre Aspasia
  6. C. Glenn, Remapping Rhetorical Territory, 180–199
  7. C. Glenn, Remapping Rhetorical Territory, 180–199
  8. Jarratt-Onq, Aspasia: Rhetoric, Gender, and Colonial Ideology, 9–24
  9. Plato, Menexenus, 236a
  10. Ufcg, Biografias, Aspasia
Wikisource
O Wikisource contém fontes primárias relacionadas com Poema: A Velhice de Aspásia

Ligações externas[editar | editar código-fonte]