Aspásio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o filósofo do século II. Para o retórico romano do século III, veja Aspásio de Roma.
Aspásio
Nascimento c. 80
Morte 150 (70 anos)
Nacionalidade grego
Ocupação filósofo peripatético

Aspásio (em grego antigo: 'Ασπάσιος, latinizado Aspasius; c. 80 — 150) foi um filósofo peripatético grego, que floresceu provavelmente no final século I, ou, talvez, durante o reinado de Antonino Pio.[1]

Boécio, que frequentemente se refere às suas obras, diz que Aspásio escreveu comentários sobre a maioria das obras de Aristóteles. Os seguintes comentários são expressamente mencionados: sobre De Interpretatione, a Physica, Metaphysica, Categoriae, porém todos esses trabalhos não chegaram até nossos dias.[1]

Os comentários sobre Platão, citados por Porfírio em sua obra sobre a vida de Plotino, também estão perdidos.[1] Os comentários sobre os livros 1, 2, 3, 4, 7 (em parte), e 8, sobre a Ética a Nicômaco, estão preservados; aquele sobre o livro 8 foi impresso juntamente com o de outros comentaristas gregos por Aldo Manúcio em Veneza, em 1536. Eles foram, em parte (2-4) traduzidos para o latim por J. B. Feliciano em 1541, e são frequentemente republicados, mas sua autenticidade tem sido contestada.[1] O texto grego deste comentário foi publicado como Commentaria in Aristotelem Graeca (CAG) vol. 19.1, e David Konstan publicou uma tradução em inglês. É considerado um dos mais antigos comentários existentes sobre as obras de Aristóteles.[2]

Porfírio também afirma que os comentários de Aspásio sobre Aristóteles foram usados na escola de Plotino.[3] Alberto Magno, em seu comentário sobre a Política de Aristóteles, também se refere a uma monografia sobre afetos naturais (Libellus de naturalibus passionibus), como tendo sido escrita por Aspásio.

Notas

  1. a b c d Encyclopædia Britannica (1911) entrada para Aspasius, volume 2, página 766
  2. Antonina Alberti e Robert W. Sharples, eds., Aspasius: The Earliest Extant Commentary on Aristotle's Ethics (de Gruyter, 1999) ISBN 3-11-016081-1
  3. Dictionary of Greek and Roman Biography and Mythology (1844) entrada para Aspasius, página 387

Referências