Asphyx

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Asphyx
AsphyxBand.jpg
A banda durante show em Londres, 2007
Informação geral
Origem Overijssel
País  Países Baixos
Gênero(s) Death metal
Doom/death metal
Período em atividade 1987–1994
1995–1996
1998-2000
2007–presente
Gravadora(s) Century Media Records
Integrantes Martin van Drunen
Paul Baayens
Alwin Zuur
Stefan Hüskens
Ex-integrantes Bob Bagchus
Eric Daniels

Asphyx é uma banda de Death/doom metal dos Países Baixos, criada em 1987.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Uma das primeiras bandas de death metal da Holanda, o Asphyx foi formado em 1987 pelo então membro principal do Pestilence, Martin Van Drunen (vocal/baixo), com Eric Daniels (guitarra) e Bob Bagchus (bateria). Depois de muitas demos até fechar os anos 90, o Asphyx assinou com a Century Media Records e continuou lançando um firme fluxo de álbuns e EPs, incluindo o EP "Mutilating Process" de 1990, "The Rack" de 1991, o EP "Crush the Cenotaph" de 1992, e o "Last One on Earth" de 1993. Entretanto, nenhum desses chegou perto de tirar a banda do death metal underground, e os membros desapontados do Asphyx decidiram separar a banda nessa época. Van Drunen temporariamente se uniu (mas nunca gravou junto) ao inglês Bolt Thrower e se envolvou em diversos outros projetos, mas Daniels achou coerente gravar um último álbum epônimo do Asphyx (com o vocalista/baixista Ron Van Pol e o baterista Sander Van Hoof) antes de se juntar a Bagchus numa nova banda chamada Soulburn. Estranhamente, o último resolveu "devolver o favor", quando ele formou uma nova versão do Asphyx (com o vocalista/baixista Theo Loomans e o guitarrista Ronny Van Der Wey) e gravou o "God Cries" de 1996. Mais estranho ainda, Daniels então foi convidado novamente para tocar no "Embrace the death" do mesmo ano, depois do qual o Asphyx foi oficialmente posto para dormir (de verdade!). Assim foi, até o ano 2000, quando o previamente mencionado Soulburn (consistindo de Daniels, Bagchus, e o vocalista/baixista Wannes Gubbels) pensaram "que se dane" e foram lançar seu último álbum, "On the Wings of Inferno", antes de outra departura do Asphyx.

Em 2007 eles retornaram, entraram em turnê e lançaram em 2009 o álbum Death...The Brutal Way. Em 2010, assumiram uma formação definitiva e estão lançando o novo álbum, Deathhammer, em fevereiro de 2012.

Membros[editar | editar código-fonte]

Atuais
  • Martin van Drunen – vocais (1990–1992, 2007–atualmente), baixo (1990–1992)
  • Paul Baayens – guitarra (2007–atualmente)
  • Alwin Zuur – baixo (2010–atualmente)
  • Stefan Hüskens - bateria (2014–atualmente)
Antigos
  • Bob Bagchus – bateria (1987–1993, 1995–1996, 1997–2000, 2007–2014)
  • Tonny Brookhuis – guitarra (1987–1989)
  • Chuck Colli – vocal e baixo (1988–1989)
  • Eric Daniels – guitarra (1989–1995, 1997–2000)
  • Theo Loomans – vocal e baixo (1989–1990, 1995–1996)
  • Ron van der Pol – vocal e baixo (1992–1994)
  • Sander van Hoof – bateria (1994)
  • Heiko Hanke – keyboards (1994)
  • Ronny van der Wey – guitarra (1996)
  • Wannes Gubbels – baixo e vocal (1997–2000, 2007–2010)
  • Roel Sanders – bateria

Linha do tempo[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio
Demos
  • Carnage Remains (1988)
  • Enter the Domain (1989)
  • Crush the Cenotaph (1990)
Singles e EPs
Álbuns ao vivo

Referências

  1. «"Metal Bash" in Neu Wulmstorf: Konzerte von 17 Bands an zwei Tagen am Wesenberg». Wochenblatt-Verlag Schrader. Consultado em 18 de maio de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Flag of the Netherlands.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical dos Países Baixos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.