Assalto de Norrmalmstorg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Assalto de Norrmalmstorg ocorreu próximo à praça Norrmalmstorg, localizada no centro da área comercial de Estocolmo, capital da Suécia. Em 23 de agosto de 1973, três mulheres e um homem foram feitos reféns em um assalto a um banco de Estocolmo, que durou 6 dias.[1] [2] Para a surpresa de todos, os reféns desenvolveram uma relação especial com os raptores, que hoje é conhecida como Síndrome de Estocolmo. Apesar do que se acredita, a história de que duas delas acabaram se casando com eles não é verdadeira.[3]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Norrmalmstorgsdramat». Nationalencyklopedin (em sueco). Consultado em 1 de agosto 2013. (pede subscrição (?)). 
  2. Sherwood, Jody (5 May 2006). «'Stockholm Syndrome' robber turned away by police». The Local [S.l.: s.n.] Consultado em 30 October 2010. 
  3. de Fabrique, Nathalie; Romano, Stephen J.; Vecchi, Gregory M.; van Hasselt, Vincent B. (July 2007). «Understanding Stockholm Syndrome» (PDF). FBI Law Enforcement Bulletin Law Enforcement Communication Unit [S.l.] 76 (7): 10–15. ISSN 0014-5688. Consultado em 17 November 2010. 
Ícone de esboço Este artigo sobre direito é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.