Assassinato de Shinzo Abe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Atentado contra Shinzo Abe
Abe foi baleado perto da Estação Yamato-Saidaiji (local do atentado fotografado em 2012)
Local perto da Estação Yamato-Saidaiji, Nara, Prefeitura de Nara, Japão
Data 8 de julho de 2022 (2022-07-08)
c. 11h30 JST (UTC+9h00)
Tipo de ataque ataque a tiros
Alvo(s) Shinzo Abe
Arma(s) espingarda caseira
Vítimas Shinzo Abe
Suspeito(s) Tetsuya Yamagami
Consequência Falecimento do ex-primeiro-ministro

O assassinato de Shinzo Abe ocorreu em 8 de julho de 2022 em Nara, no Japão. O ex-primeiro-ministro do Japão fazia um discurso de campanha perto da Estação Yamato-Saidaiji, por volta das 11h30min,[1][2] quando foi baleado pelas costas. Gravemente ferido e mostrando ausência de sinais vitais e parada cardiorrespiratória, foi declarado morto às 17h03 JST.[3][4][5][6][7]

Atentado[editar | editar código-fonte]

Em 8 de julho de 2022 por volta das 11h30 JST, Abe estava fazendo um discurso em nome de Kei Sato, candidato do Partido Liberal Democrata concorrendo à reeleição, antes das próximas eleições para a câmara alta japonesa. Abe foi baleado pelas costas com uma arma de fogo artesanal,[8] feita de madeira e metal[9] e caiu no chão.[10][11][12]

Um centro de gestão de crises foi estabelecido no gabinete do atual primeiro-ministro Fumio Kishida,[13] que estava na prefeitura de Yamagata para a campanha eleitoral. Ele cancelou a agenda restante para retornar a Tóquio usando um helicóptero fretado, supostamente para fazer um discurso sobre o atentado.[14] Todos os outros membros do gabinete em exercício também foram chamados de volta a Tóquio, de acordo com o secretário-geral do gabinete, Hirokazu Matsuno.[15]

Abe foi transportado para Hospital Universitário de Nara por helicóptero com ferimentos no peito e pescoço e foi relatado que não apresentava sinais vitais no hospital às 12h7min JST.[1][16] Abe está inconsciente e teve uma parada cardíaca.[17] Em nota, o hospital informou que Abe sofreu dois profundos ferimentos, um do lado direito do pescoço[18] e outro no peito que atingiu gravemente o coração.[19] A causa declarada de sua morte foi uma intensa hemorragia.[20]

Suspeito[editar | editar código-fonte]

Tetsuya Yamagami
Nome de nascimento 山上徹也
Data de nascimento 1980/1981
Local de nascimento Prefeitura de Mie, Japão
Situação de captura Detido

Tetsuya Yamagami (山上徹也?), um homem de 41 anos que mora na cidade de Nara, foi preso pela Polícia da Província de Nara no local por suspeita de tentativa de homicídio; isso foi atualizado para assassinato depois que Abe foi declarado morto. Yamagami foi transferido para a Delegacia de Polícia de Nara Nishi após sua prisão.[21] Ele foi descrito como sendo calmo e não fez nenhuma tentativa de escapar.[22][23][24] Yamagami não tinha antecedentes criminais.[25] Desde 12 de julho de 2022 (2022 -07-12), acusações formais não foram feitas contra Yamagami, que está detido em um escritório do promotor durante a investigação.[26]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Tetsuya Yamagami nasceu na província de Mie.[27] Descrito como quieto e reservado no ensino médio,[28][29][30] escreveu em seu anuário de formatura que "não havia a menor ideia" do que queria fazer no futuro.[31][32] Yamagami ingressou na Força de Autodefesa Marítima do Japão (JMSDF) em agosto de 2002; ele foi enviado para a Base Naval de Kure e designado para o contratorpedeiro JS Matsuyuki.[33][31][34] Ele foi dispensado do JMSDF em agosto de 2005 como intendente[33] com o posto de marinheiro líder.[28]

Em outubro de 2020, Yamagami começou a trabalhar como operador de empilhadeira na província de Quioto para um fabricante que operava na região de Kansai.[35] Lá ele foi descrito como quieto. Ele se demitiu em maio de 2022 depois de alegar que estava "se sentindo mal".[36][31][37] Yamagami estava desempregado no momento de sua apreensão.[36][38]

Motivação do crime[editar | editar código-fonte]

Yamagami disse aos investigadores que seu motivo foi pessoal e não político.[39][40][41][42] Sua mãe declarou falência em 2002 depois de fazer grandes doações para a Igreja da Unificação,[38][43] da qual ela foi membro,[44][45][46] o que o levou a guardar rancor contra o grupo.[47][48] Sua mãe ingressou na Igreja da Unificação em 1998, e em junho de 1999, ela vendeu a terra que herdou de seu pai e a casa onde morava com seus 3 filhos, então contribuiu com cerca de 100 milhões de ienes para a Igreja da Unificação e foi a falência.[49] Yamagami pesquisou as conexões da igreja com Abe nos meses anteriores ao ataque, acreditando que o ex-primeiro-ministro espalhou a influência da igreja no Japão.[50] Ele supostamente decidiu matar Abe depois que descobriu em um sítio que Abe havia enviado uma mensagem de vídeo para um grupo afiliado à Igreja da Unificação.[51]

O relato de Yamagami de sua mãe ser membro da Igreja da Unificação foi confirmado por Tomihiro Tanaka, presidente da filial da igreja em Tóquio, durante uma conferência de imprensa em 11 de julho.[43][52] Tanaka disse que a mãe de Yamagami se juntou à Igreja da Unificação em 1998, parou de frequentar por volta de 2009 e 2017 e restabeleceu a conexão com a igreja em 2019 ou 2020.[53] A presidência da igreja se recusou a divulgar o valor total das doações contribuídas pela mãe de Yamagami desde sua admissão em 1998, alegando a falta de seus registros de doação.[43][54] Tanaka também minimizou o suposto vínculo estreito entre a organização e Abe, afirmando que o ex-primeiro-ministro, não sendo um membro ou conselheiro registrado, apenas proferiu discursos para suas "entidades amigas".[55][56]

Planejamento[editar | editar código-fonte]

Yamagami disse que seu plano inicial era assassinar um oficial de alto escalão da Igreja da Unificação, mas depois decidiu atacar Abe.[57][58][59] Por volta de 2002, quando a mãe de Yamagami faliu, ele vagou pelo prédio da Igreja da Unificação carregando uma faca, procurando uma oportunidade para matar Hak Ja Han. Ele tentou matar Hak Ja Han com um lança-chamas quando ela chegou à prefeitura de Aichi em 2019, mas desistiu porque não conseguiu entrar no prédio da igreja.[60] Ele passou a perseguir Abe em vários locais enquanto planejava seu ataque por um período de vários meses. No dia anterior ao assassinato, Yamagami participou de um comício do LDP na província de Okayama com a intenção de matar Abe lá; ele foi forçado a voltar atrás devido aos protocolos de entrada.[61] Depois que a agenda de Abe foi alterada para permitir que ele visitasse a cidade de Nara em 8 de julho, Yamagami acompanhou seus movimentos através do sítio de Abe.[62][63][64]

A residência de Yamagami fica a cinco minutos a pé da Estação Shin-Ōmiya, a próxima parada no sentido oeste na linha Nara é a Estação Yamato-Saidaiji, onde o assassinato foi realizado.[65]

Yamagami disse à polícia que ele havia testado sua arma caseira em uma instalação ligada à Igreja da Unificação no dia anterior ao tiroteio. Buracos de bala foram descobertos pelos investigadores na entrada do ramo Nara da Igreja da Unificação.[66][67][68]

Fabricação da arma[editar | editar código-fonte]

Yamagami supostamente fabricou a arma usada no tiroteio.[69][70] A polícia descobriu armas de fogo caseiras semelhantes a essa arma, bem como possíveis dispositivos explosivos, durante uma busca em sua casa após sua prisão.[71][40][72] Mais tarde, eles foram apreendidos como evidência e levados por oficiais de eliminação de bombas depois que os moradores próximos foram evacuados.[73][74][75]

Yamagami afirmou que testou suas armas de fogo improvisadas atirando-as em várias tábuas de madeira com uma bandeja coberta de alumínio para armazenar pólvora seca, que mais tarde foi recuperada de seu veículo.[76][77]

Sítios sobre fabricação de bombas e fabricação de armas foram descobertos no histórico de navegação da Yamagami.[78] Ele disse aos investigadores que originalmente pretendia realizar o assassinato usando explosivos.[61] No entanto, notas obtidas na casa dos pais de Yamagami pelos investigadores revelam que ele não queria "causar problemas para os espectadores" e acreditava que um explosivo não poderia matar, então em vez disso, ele decidiu produzir sua própria arma.[79]

Reação e impacto[editar | editar código-fonte]

No Japão[editar | editar código-fonte]

Hospital Universitário de Nara, onde Abe foi declarado morto.[9]

O Primeiro-Ministro do Japão, Fumio Kishida (que foi ministro das relações exteriores do Japão durante o mandato de Abe entre 2012 a 2017), expressou através de sua conta oficial no Twitter, suas condolências em uma postagem longa, em que Kishida exaltou não só o trabalho politico de Abe durante seu governo, quanto a figura pessoal do ex-primeiro-ministro. "Para mim, o ex-primeiro-ministro Abe foi um bom amigo que passou muito tempo comigo como colega e um ministro que apoiou o Gabinete Abe" afirmou Kishida.[80]

O iene teve ganhos e o Nikkei 225 perdeu ganhos recentes em resposta ao atentado.[14]

Internacional[editar | editar código-fonte]

O primeiro-ministro da Austrália, Anthony Albanese, falou ao saber do atentado: "Notícias chocantes do Japão de que o ex-primeiro-ministro Shinzo Abe foi baleado. Nossos pensamentos estão com sua família e o povo do Japão neste momento".[81]

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, manifestou-se, declarando: "Recebo com extrema indignação e pesar a notícia da morte de Abe Shinzo, líder brilhante e que foi um grande amigo do Brasil. Estendo à família de Abe, bem como aos nossos irmãos japoneses, a minha solidariedade e o desejo de que Deus cuide de suas almas neste momento de dor".[82] O presidente brasileiro acrescentou: "Que seu assassinato seja punido com rigor. Estamos com o Japão" e decretou três dias de luto oficial pela morte do ex-primeiro-ministro japonês.[83]

O presidente Gabriel Boric, do Chile, enviou suas condolências via Twitter, condenando o que chamou de "assassinato terrível".[84][85]

O presidente norte-americano Joe Biden falou que estava "chocado, indignado e profundamente triste com a notícia" e acrescentou, dizendo: "Ele (Abe) foi um campeão da amizade entre nosso povo".[86]

O embaixador dos Estados Unidos no Japão, Rahm Emanuel, divulgou um comunicado dizendo que os Estados Unidos estavam "tristes e chocados" após o atentado.[14]

O ex-presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que a notícia era "absolutamente devastadora" e que Abe era "um verdadeiro amigo meu e, muito mais importante, da América".[87]

O também ex-presidente dos EUA, Barack Obama, disse pelo Twitter que estava "chocado e triste com o assassinato de meu amigo e parceiro de longa data Shinzo Abe no Japão" e que "o ex-primeiro-ministro Abe era dedicado tanto ao país que serviu quanto à extraordinária aliança entre os Estados Unidos e o Japão".[88]

O presidente da França, Emmanuel Macron, enviou suas condolências às autoridades e ao povo japonês após o assassinato de Shinzo Abe. O político francês acrescentou que "o Japão está perdendo um grande primeiro-ministro, que dedicou sua vida ao seu país e trabalhou para trazer equilíbrio ao mundo".[89]

O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, escreveu no Twitter que lamenta "a morte de um democrata e líder histórico de um país amigo, com o qual Portugal tem relações centenárias".[90] Já o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, mostrou-se "chocado com o vil assassinato do antigo primeiro-ministro do Japão Shinzo Abe".[91]

O Primeiro-Ministro do Reino Unido Boris Johnson disse no Twitter: "Notícia incrivelmente triste sobre Shinzo Abe. Sua liderança global em tempos desconhecidos será lembrada por muitos. Meus pensamentos estão com sua família, amigos e o povo japonês. O Reino Unido está com vocês neste momento sombrio e triste."[92]

A presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen, disse: "Acredito que todos estão tão surpresos e tristes quanto eu [...]" e que "[...] O ex-primeiro-ministro Abe não é apenas um bom amigo meu, mas também um amigo fiel de Taiwan. Ele apoiou Taiwan por muitos anos e não poupou esforços para promover o progresso das relações Taiwan-Japão".[93]

Por meio do Twitter, o Presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky disse "Notícias horríveis de um assassinato brutal do ex-primeiro-ministro do Japão Shinzo Abe. Estou estendendo minhas mais profundas condolências à sua família e ao povo do Japão neste momento difícil. Este ato hediondo de violência não tem desculpa".[94]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Man taken into custody after former Japanese PM Abe Shinzo collapses» [Homem levado sob custódia após o colapso do ex-PM japonês Abe Shinzo]. NHK World (em inglês). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  2. «Former Japanese PM Abe Shinzo showing no vital signs after apparently being shot» [Ex-PM japonês Abe Shinzo não mostra sinais vitais após aparentemente ter sido baleado]. NHK WORLD (em inglês). Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  3. «Ex-premiê Shinzo Abe morre após ser baleado no Japão, diz NHK». G1. 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022 
  4. «Shinzo Abe, former Japan prime minister, shot during speech – report». The Guardian (em inglês). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022 
  5. «Japan ex-PM Abe injured after reported gunshot attack». BBC (em inglês). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022 
  6. «Shinzo Abe, former Japanese prime minister, dies after being shot while giving speech, state broadcaster says». Sky News (em inglês). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022 
  7. «Former PM Abe Shinzo dies after being shot | NHK WORLD-JAPAN News». NHK. 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022 
  8. «EDITORIAL - Violência política e a morte de Shinzo Abe». Folha de Londrina. 9 de julho de 2022. Consultado em 9 de julho de 2022 
  9. a b Satoshi Sugiyama, Chang-Ran Kim (8 de julho de 2022). «Shinzo Abe's assassin used a handmade firearm». Reuters (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  10. «Japan ex-leader Shinzo Abe apparently shot, in heart failure». Associated Press (em inglês). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  11. «Shinzo Abe, former Japan prime minister, shot during speech – report». TheGuardian.com (em inglês). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  12. Auto, Hermes (8 de julho de 2022). «Japan's ex-PM Shinzo Abe collapses in Nara after being shot, shows no vital signs: Media | The Straits Times». www.straitstimes.com (em inglês). Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  13. Rich, Motoko; Dooley, Ben (8 de julho de 2022). «Suspect Is in Custody After Shinzo Abe Is Wounded». The New York Times (em inglês). Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  14. a b c «Former Japan PM Abe Unconscious After Shooting; Man in Custody». Bloomberg.com (em inglês). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022 
  15. «東京に戻るよう閣僚に指示と官房長官» [Ministros orientados a voltarem a Tóquio - Secretário-Geral do Gabinete] (em japonês). Kyodo News. 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022 
  16. Nakamaru, Ryotaro (7 de julho de 2022). «Former Japan PM Abe Unconscious After Shooting; Man in Custody». Bloomberg News (em inglês). Consultado em 8 de julho de 2022 
  17. «Japan's ex-PM Shinzo Abe shot in Nara: Reports». www.aljazeera.com (em inglês). Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  18. «Homem confessou atirar em Shinzo Abe e usou arma caseira, diz polícia». CNN. 8 de julho de 2022. Consultado em 9 de julho de 2022 
  19. «Ex-primeiro-ministro do Japão Shinzo Abe morre após ser baleado». Veja. 8 de julho de 2022. Consultado em 9 de julho de 2022 
  20. «Shinzo Abe: O que se sabe sobre atentado que matou ex-premiê do Japão - Tinha 67 anos». Meio Norte. 8 de julho de 2022. Consultado em 9 de julho de 2022 
  21. Rich, Motoko (8 de julho de 2022). «A 41-year-old man is in custody, accused of shooting Mr. Abe.». The New York Times. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  22. «Former Prime Minister Shinzo Abe unconscious after being shot in Nara». The Japan Times. Kyodo News. 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  23. 日本放送協会. 安倍元首相銃撃 41歳男"殺そうと思って狙った"【速報中】 | NHK [Former Prime Minister Abe Shooter, 41-year-old man, “I intended to kill him.”]. NHKニュース (em Japanese). Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  24. 【速報】山上徹也容疑者は元海上自衛隊員 安倍首相、心肺停止 [[Breaking news] Tetsuya Yamagami is a former Maritime Self-Defense Force member Prime Minister Abe, cardiopulmonary arrest]. FNN (em japonês). Fuji News Network. 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  25. 【速報】41歳の山上徹也容疑者を殺人未遂で逮捕 犯罪歴確認なし [[Breaking news] 41-year-old Tetsuya Yamagami arrested for attempted murder No criminal history confirmed]. FNNプライムオンライン. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  26. Japanese people say their final goodbyes to former leader Shinzo Abe at his funeral NPR
  27. 安倍元首相を殺害した山上容疑者の「素顔」 近隣住民「非常におとなしかった」 ["Real face" of Yamagami who killed former Prime Minister Abe Neighbors "Very quiet"]. スポニチ Sponichi Annex (em japonês). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  28. a b 銃撃容疑者 自衛官時代に、小銃組み立てや射撃訓練を受けた可能性 [Suspected gunner May have received rifle assembly and shooting training during his time as a self-defense officer]. 毎日新聞 (Mainchi Shimbun) (em japonês). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  29. 安倍元首相銃撃の容疑者 高校時代は応援団所属、おとなしい性格 [Former Prime Minister Abe suspected of shooting, belonging to a cheering party in high school, quiet personality]. 毎日新聞 (Mainchi Shimbun) (em japonês). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  30. 海自に3年、射撃経験も 同級生「寡黙な印象」―安倍氏銃撃で逮捕の山上容疑者:時事ドットコム [3 years in the sea, a classmate with shooting experience "silent impression" -Mr. Abe arrested for shooting Yamagami suspect: Jiji.com]. 時事ドットコム (JIJI PRESS) (em japonês). 9 de julho de 2022. Consultado em 9 de julho de 2022. Cópia arquivada em 9 de julho de 2022 
  31. a b c «Abe murder suspect quit most recent job after he felt 'tired'». The Japan Times. Kyodo News. 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  32. 山上容疑者は県内有数の進学校出身…卒業アルバムには笑顔の写真、将来は「わからん」 [Yamagami is from one of the prefecture's leading high schools ... Smiley photos on his graduation album, "I don't know" in the future]. 読売新聞オンライン (Yomiuri Shimbun) (em japonês). 9 de julho de 2022. Consultado em 9 de julho de 2022. Cópia arquivada em 9 de julho de 2022 
  33. a b 海自護衛艦で勤務 逮捕の山上容疑者と同一人物か [Worked on a sea self-defense ship Is it the same person as Mr. Yamagami who was arrested?]. 産経ニュース (Sankei Shimbun) (em japonês). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  34. 安倍元首相銃撃の男、海自呉基地で勤務 [Former Prime Minister Abe shooting man, working at Kaijin Wu base]. 共同通信 (Kyodo News) (em japonês). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  35. 部屋から「ギコギコ」と異音、職場では「お前がやれや」とトラブル…安倍氏銃撃の容疑者 [A strange noise from the room, "You're gonna do it" at work ... Mr. Abe suspected of shooting]. 読売新聞オンライン (Yomiuri Shimbun) (em japonês). 9 de julho de 2022. Consultado em 9 de julho de 2022. Cópia arquivada em 9 de julho de 2022 
  36. a b 「夜にギコギコという音が聞こえた」 銃撃事件容疑者の隣室の男性:朝日新聞デジタル ["I heard a rattling noise at night." A man in the room next to the suspected shooting case: Asahi Shimbun Digital]. 朝日新聞デジタル (Asahi Shimbun) (em japonês). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  37. NEWS, KYODO. «Former Japan PM Abe dies after being shot during election speech». Kyodo News+. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  38. a b 父は急死、母は宗教団体へ多額の金 安倍氏銃撃容疑者の生い立ち:朝日新聞デジタル [Father died suddenly, mother went to a religious group A large amount of money Mr. Abe's background of the shooting suspect]. 朝日新聞デジタル (Asahi Shimbun) (em japonês). 9 de julho de 2022. Consultado em 9 de julho de 2022. Cópia arquivada em 9 de julho de 2022 
  39. «Police: Suspect 'intended to kill' former PM Abe». NHK. NHK. 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  40. a b «Shinzo Abe: Explosives found at shooting suspect's home – reports». BBC news. 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  41. 安倍元首相、銃撃され死亡 67歳、選挙応援演説中―元海自隊員の41歳男逮捕、「特定の団体に恨み」・奈良:時事ドットコム [Former Prime Minister Abe, shot dead 67 years old, in an election support speech-A 41-year-old man of a former sea self-member was arrested, "a grudge against a specific group" Nara: Current affairs dot com]. 時事ドットコム (JIJI PRESS) (em japonês). 9 de julho de 2022. Consultado em 9 de julho de 2022. Cópia arquivada em 9 de julho de 2022 
  42. 安倍元首相銃撃で山上容疑者「ある特定の宗教団体に恨み」 [Former Prime Minister Abe shoots Yamagami "grudge against a specific religious group"]. FNNプライムオンライン (em japonês). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  43. a b c «「山上容疑者の母は会員」「献金額たどれず」 旧統一教会が会見:朝日新聞デジタル». 朝日新聞デジタル (Asahi Shimbun) (em japonês). Consultado em 11 de julho de 2022. Cópia arquivada em 12 de julho de 2022 
  44. 【独自】安倍元首相を撃った山上徹也が供述した、宗教団体「統一教会」の名前(現代ビジネス編集部). 現代ビジネス (em japonês). Consultado em 9 de julho de 2022. Cópia arquivada em 9 de julho de 2022. 山上容疑者は「自分の母親が統一教会の信者で、安倍晋三が統一教会と親しいと知って狙った」と供述している。 
  45. 安倍元首相銃撃の山上容疑者 優等生バスケ少年を変えた"統一教会で家庭崩壊"…事件前には近隣トラブルで絶叫【原点写真入手】 [Former Prime Minister Abe's shooting Yamagami suspected "House collapse at the unified church" that changed the honor student basketball boy… Screaming due to neighborhood trouble before the incident [Origin photo obtained]]. Yahoo! News Japan (em japonês). 10 de julho de 2022. Consultado em 10 de julho de 2022. Cópia arquivada em 10 de julho de 2022. しかしその日は、『自分の家族が統一教会に関わっていて、霊感商法トラブルでバラバラになってしまった...』と語りはじめたのです。山上さんは続けて、『統一教会は、安倍と関わりが深い。だから、警察も捜査ができないんだ 
  46. Lutaud, Bénédicte (9 de julho de 2022). «Assassinat de Shinzo Abe : que sait-on de l'homme qui a tiré sur l'ancien premier ministre japonais ?». Le Figaro (em francês). Consultado em 10 de julho de 2022. Cópia arquivada em 9 de julho de 2022. Plus tard, des médias locaux ont toutefois évoqué le nom de «l'Église de l'Unification», plus connue en Occident sous l'appellation de la secte Moon. 
  47. 銃撃容疑者「母親が宗教にのめり込み破産」 安倍氏に一方的恨みか [Shooting suspect "Mother is absorbed in religion and goes bankrupt" Is it a one-sided grudge against Mr. Abe?]. Mainichi shimbun (em japonês). 9 de julho de 2022. Consultado em 9 de julho de 2022. Cópia arquivada em 9 de julho de 2022 
  48. 当初の狙いは宗教団体の幹部襲撃か「母親がのめり込み恨みがあった」 安倍元首相銃撃事件の容疑者が供述 [The original aim was to attack an executive of a religious group or "the mother had a grudge against her."]. Yomiuri shimbun (em japonês). 9 de julho de 2022. Consultado em 9 de julho de 2022. Cópia arquivada em 9 de julho de 2022 
  49. 関係者「母親は旧統一教会に献金1億円」、土地・自宅売却で破産 (em japonês). Yomiuri shimbun. 13 de julho de 2022. Consultado em 13 de julho de 2022. Cópia arquivada em 13 de julho de 2022 
  50. 【速報】"特定の宗教団体"は母親と関係 「のめり込み破産」新たな供述 [[Breaking news] "Specific religious group" has a relationship with mother "Devotion bankruptcy" new statement]. FNNプライムオンライン. 9 de julho de 2022. Consultado em 9 de julho de 2022. Cópia arquivada em 9 de julho de 2022 
  51. 動機は?旧統一教会「家庭の破綻は把握」山上容疑者「安倍総理のビデオレター見た」 (em japonês). TV asahi. 11 de julho de 2022. Cópia arquivada em 10 de julho de 2022 
  52. Johnson, Jesse; Otake, Tomoko (11 de julho de 2022). «Unification Church says Abe shooting suspect's mother is follower». The Japan Times (em inglês). Consultado em 11 de julho de 2022. Cópia arquivada em 11 de julho de 2022 
  53. Takenaka, Kiyoshi; Park, Ju-min; Kelly, Tim (11 de julho de 2022). «Unification Church confirms mother of Abe suspect is member» (em inglês). Reuters. Consultado em 12 de julho de 2022 
  54. 日本放送協会. 安倍元首相銃撃事件 宗教団体代表"容疑者は団体に在籍せず" [Former Prime Minister Abe shooting case Religious group representative "Suspect is not enrolled in the group"]. NHK NEWS WEB. Consultado em 11 de julho de 2022. Cópia arquivada em 11 de julho de 2022 
  55. 【速報】「安倍元総理は当団体の顧問になったことはない」安倍元総理が銃撃され死亡 容疑者の母親が信者の宗教団体「世界平和統一家庭連合」が会見「献金問題は捜査中で言及は避ける」(MBSニュース). Yahoo!ニュース (em japonês). Consultado em 11 de julho de 2022. Cópia arquivada em 11 de julho de 2022 
  56. 宗教団体が会見「団体への恨みから殺害に至るまで距離があって困惑」 信者の容疑者母親の献金について「たどり切れていない」 [Religious group interviews "I'm confused because there is a distance from the grudge against the group to the murder."]. Yahoo!ニュース (em japonês). Consultado em 11 de julho de 2022. Cópia arquivada em 11 de julho de 2022 
  57. «Suspected Abe assassin cited religious group grudge as reason». The Asahi Shimbun. Consultado em 9 de julho de 2022. Cópia arquivada em 9 de julho de 2022 
  58. 宗教団体トップの襲撃難航「狙いを安倍氏に切り替えた」 銃撃容疑者 [Attack on the top of a religious group Difficult to attack "I switched my aim to Mr. Abe"]. 毎日新聞 (Mainchi Shimbun) (em japonês). 9 de julho de 2022. Consultado em 9 de julho de 2022. Cópia arquivada em 9 de julho de 2022 
  59. 共同通信 (9 de julho de 2022). «当初狙いは宗教団体幹部だったと元海自隊員» [A former member of the Sea Self-Defense Force said that the initial aim was to be an executive of a religious organization.]. 共同通信 (Kyodo News) (em japonês). Consultado em 9 de julho de 2022. Cópia arquivada em 9 de julho de 2022 
  60. 独自「火炎放射器を持って」供述で判明した旧統一教会襲撃計画 安倍元総理を狙った理由 (em japonês). TV asahi. 12 de julho de 2022. Cópia arquivada em 12 de julho de 2022 
  61. a b Regan, Helen; Jozuka, Emiko; Maruyama, Mayumi (10 de julho de 2022). «What we know about the man suspected of shooting Shinzo Abe». CNN. Consultado em 10 de julho de 2022. Cópia arquivada em 10 de julho de 2022 
  62. 山上容疑者、岡山の演説会場も訪れていた「とにかく殺そうとつけ回していた」 [Yamagami also visited the speech venue in Okayama. "Stalking him to kill"]. Yomiuri Shimbun (em japonês). 9 de julho de 2022. Consultado em 9 de julho de 2022. Cópia arquivada em 9 de julho de 2022 
  63. «容疑者、事件前日は安倍氏の遊説先・岡山に滞在 銃撃の機会探ったか» [Suspect stayed in Okayama, Abe's destination the day before the incident Did you look for a shooting opportunity?]. 毎日新聞 (Mainchi Shimbun) (em japonês). 9 de julho de 2022. Consultado em 9 de julho de 2022. Cópia arquivada em 9 de julho de 2022 
  64. 銃撃の容疑者「安倍氏、特定団体につながりと思い込み」 [Suspected shooting "Mr. Abe, believing that he is connected to a specific group"]. 日本経済新聞 (Nikkei) (em japonês). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  65. «「家を破産させられた」具体的な動機明らかに 安倍元総理銃撃事件», All-Nippon News Network (em japonês), 9 de julho de 2022, consultado em 10 de julho de 2022 – via YouTube 
  66. 「前日、宗教団体施設に向けて撃った」 容疑者、動作や威力確認か ["The day before, I shot at a religious group facility." Suspect, action and power confirmation]. 朝日新聞デジタル (em japonês). 11 de julho de 2022. Consultado em 11 de julho de 2022. Cópia arquivada em 12 de julho de 2022 
  67. INC., SANKEI DIGITAL (10 de julho de 2022). <独自>「前日の朝、宗教団体の施設撃った」 襲撃向け試射か. 産経ニュース (em japonês). Consultado em 11 de julho de 2022. Cópia arquivada em 11 de julho de 2022 
  68. «Abe killer tested homemade gun at religious group's facility: sources». Mainichi Daily News (em inglês). 10 de julho de 2022. Consultado em 11 de julho de 2022. Cópia arquivada em 10 de julho de 2022 
  69. 山上容疑者「数か月前から事件を計画していた」 [Former Prime Minister Abe, shot dead 67 years old, in an election support speech-A 41-year-old man of a former sea self-member was arrested, "a grudge against a specific group" Nara: Current affairs dot com]. 日テレNEWS (em japonês). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  70. 【独自】山上容疑者「殺すため銃を作った」、宗教団体の名前挙げ不満も…安倍元首相銃撃 [[Original] Yamagami suspect "I made a gun to kill", complaining about the name of a religious group ... Former Prime Minister Abe shooting]. 読売新聞オンライン (Yomiuri Shimbun) (em japonês). 9 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  71. 容疑者の元海上自衛隊員 供述は 安倍元首相 演説中に銃撃 [The suspect's former Maritime Self-Defense Force confession was shot during a speech by former Prime Minister Abe.]. FNNプライムオンライン (em japonês). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  72. 容疑者宅から手製の銃のようなもの数丁押収 [Seized several handmade guns from the suspect's house]. 共同通信 (Kyodo News) (em japonês). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  73. 再び爆発物の可能性 容疑者宅周辺で避難呼びかけ 奈良県警 [Possibility of explosives again Call for evacuation around the suspect's house Nara Prefectural Police]. 産経新聞 (Sankei Shimbun) (em japonês). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  74. INC, SANKEI DIGITAL (8 de julho de 2022). 山上徹也容疑者の自宅マンションから不審物を運び出す奈良県警の警察官=8日午後6時32分、奈良市(沢野貴信撮影) [Nara Prefectural Police officer carrying out a suspicious object from the suspect's home apartment = 6:32 pm on the 8th, Nara City (photographed by Takanobu Sawano)]. 産経ニュース (em japonês). Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  75. Ueno, Hisako (8 de julho de 2022). «Shinzo Abe Shot: Update from Hisako Ueno». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  76. «Abe killer tested homemade gun at religious group's facility: sources». Mainichi Daily News (em inglês). 10 de julho de 2022. Consultado em 11 de julho de 2022. Cópia arquivada em 10 de julho de 2022 
  77. «Abe shooting suspect claims to have test-fired guns ahead of attack». The Japan Times (em inglês). 10 de julho de 2022. Consultado em 11 de julho de 2022. Cópia arquivada em 11 de julho de 2022 
  78. 【速報】自作の銃について「銃1丁には3本の筒、1本の筒には6発の弾」「複数作った」と説明 山上容疑者 [[Breaking news] About the self-made gun "3 cylinders in 1 gun, 6 bullets in 1 cylinder" "I made multiple" Yamagami suspect]. FNNプライムオンライン (em japonês). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  79. 容疑者実家に“恨み”ノート…安倍氏「ビデオレター」が銃撃の動機か?, All-Nippon News Network (em japonês), 12 de julho de 2022, consultado em 13 de julho de 2022 – via YouTube 
  80. «岸田文雄 no Twitter». Twitter (em japonês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  81. «Ex-premiê Shinzo Abe morre após ser baleado no Japão». G1. 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022 
  82. Eduardo Simões (8 de julho de 2022). «Bolsonaro manifesta "extrema indignação e pesar" por assassinato de Abe e decreta luto de três dias». IstoÉ Dinheiro. Consultado em 8 de julho de 2022 
  83. Gianlucca Cenciarelli Gattai (8 de julho de 2022). «Bolsonaro decreta luto oficial no país após morte de Shinzō Abe: 'Líder brilhante e grande amigo do Brasil'». Gazeta Brasil. Consultado em 8 de julho de 2022 
  84. «Boric envía pésame a Japón por el "horrible asesinato" de Shinzo Abe». BioBioChile - La Red de Prensa Más Grande de Chile (em espanhol). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022 
  85. «Postagem de Gabriel Boric Font». Twitter. Consultado em 8 de julho de 2022 
  86. «President Biden no Twitter: "I am stunned, outraged, and deeply saddened by the news that my friend Abe Shinzo, former Prime Minister of Japan, was shot and killed. He was a champion of the friendship between our people. The United States stands with Japan in this moment of grief."». Twitter (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  87. «Former Japanese Prime Minister Shinzo Abe shot at campaign event». Washington Examiner (em inglês). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022. Cópia arquivada em 8 de julho de 2022 
  88. «Barack Obama no Twitter: "I am shocked and saddened by the assassination of my friend and longtime partner Shinzo Abe in Japan. Former Prime Minister Abe was devoted to both the country he served and the extraordinary alliance between the United States and Japan."». Twitter (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  89. «Emmanuel Macron no Twitter: "Au nom du peuple français, j'adresse mes condoléances aux autorités et au peuple japonais après l'assassinat de Shinzo Abe. Le Japon perd un grand Premier ministre, qui dédia sa vie à son pays et œuvra à l'équilibre du monde."». Twitter (em francês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  90. «Visão | Costa manifesta "choque e pesar" pelo assassinato do antigo PM japonês Shinzo Abe». Visão. 8 de julho de 2022. Consultado em 9 de julho de 2022 
  91. «Marcelo "chocado" com assassinato de Shinzo Abe». CNN Portugal. Consultado em 9 de julho de 2022 
  92. «Boris Johnson no Twitter: "Incredibly sad news about Shinzo Abe. His global leadership through unchartered times will be remembered by many. My thoughts are with his family, friends and the Japanese people. The UK stands with you at this dark and sad time."». Twitter (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022 
  93. «Shinzo Abe: Japan ex-PM dies after being shot». DW (em inglês). 8 de julho de 2022. Consultado em 8 de julho de 2022 
  94. «Володимир Зеленський no Twitter: "Horrible news of a brutal assassination of former Prime Minister of Japan Shinzo Abe. I am extending my deepest condolences to his family and the people of Japan at this difficult time. This heinous act of violence has no excuse."». Twitter (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2022