Assembleia Nacional da Arménia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Assembleia Nacional
Ազգային Ժողով (Azgayin Joghov)
Coat of arms of Armenia.svg
Tipo
Tipo Unicameral
Câmaras 1
Liderança
Prsidente Hovik Abrahamyan
desde 29 de setembro de 2008
Estrutura
Membros 131
Grupos políticos Partido Republicano (64), Armênia Próspera (18), Federação Revolucionária Armênia (16), País da Lei (9), Herança (7)
Sede
2014 Erywań, Budynek Zgromadzenia Narodowego Republiki Armenii.jpg
Edifício Azgayin Joghov, Erevan
Site
www.parliament.am
Armênia
Coat of arms of Armenia.svg

Este artigo é parte da série:
Política e governo da
Armênia


Ver também:


Outros países · Atlas

A Assembleia Nacional (em armênio: Ազգային Ժողով, transl. Azgayin Joghov) da Armênia (português brasileiro) ou Arménia (português europeu) é o órgão legislativo do governo daquele país.

História[editar | editar código-fonte]

Até a promulgação do Hatt-i Sharif, de 1839, o Patriarca Armênio de Constantinopla e seus clientes, dentro de seus limites, possuíam autoridade sobre os armênios que habitavam o Império Otomano. O primeiro passo para a atividade parlamentar constitucional, ainda no século XVIII, foi dado com a Constituição Nacional Armênia de 1860, e com o início das sessões da Assembleia Nacional Armênia, que contava com 140 membros. Ambas tratavam da atividade doméstica dos armênios no Império Otomano, bem como questões culturais, religiosas, educacionais e nacionais.

A revolução de fevereiro de 1917 provocou mudanças e alterações sócio-políticas na enorme Armênia russa; iniciou-se um processo de democratização, com a República Democrática da Armênia, e a vida nacional, juntamente com uma consciência nacional, foram estimulados pelos conselhos nacionais armênios, que fundaram o Congresso Armênio dos Armênios Orientais. Por iniciativa dos partidos políticos armênios, principalmente da Federação Revolucionária Armênia, o Congresso Nacional Armênio foi reunido, no fim de setembro e início de outubro daquele ano. Este congresso, realizado em Tiflis (atual Tbilisi, capital da Geórgia), reuniu 203 representantes, e proclamou a Primeira República Armênia.

Atualmente[editar | editar código-fonte]

A Assembleia Nacional é um órgão unicameral, composto por 131 membros eleitos para mandatos de quatro anos: 56 em distritos eleitorais de apenas um assento e 75 através de representação proporcional. Os assentos destinados à representação proporcional na Assembleia Nacional são divididos com base numa lista de partidos composta pelos partidos políticos que recebam pelo menos 5% do total do número de votos. O atual presidente da Assembleia Nacional é Hovik Abrahamyan, desde 2008.

O organismo que antecedeu a Assembleia Nacional foi o Soviete Supremo.

Presidentes do Soviete Supremo da Armênia (1938-1990)[editar | editar código-fonte]

Presidentes do Conselho Supremo[editar | editar código-fonte]

Presidentes da Assembleia Nacional[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]