Giant (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Assim caminha a humanidade)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2016).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Giant
O Gigante (PT)
Assim caminha a humanidade (BR)
Elizabeth Taylor in Giant trailer.jpg
 Estados Unidos
1956 •  cor •  201 min 
Direção George Stevens
Roteiro Fred Guiol / Ivan Moffat
Elenco Elizabeth Taylor
Rock Hudson
James Dean
Carroll Baker
Dennis Hopper
John Wayne
Género drama
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Giant (br: Assim Caminha a Humanidade / pt: O Gigante) é um filme norte-americano de 1956, do gênero drama, dirigido por George Stevens, que ganhou Oscar de melhor diretor. O roteiro do filme é baseado em um romance de Edna Ferber. Marca a derradeira atuação de James Dean no cinema; ele morreu antes mesmo de ver o filme concluído. O filme foi considerado pela revista Time o mais contundente legado anti-intolerância racial jamais levado às telas, o retrato de uma era.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme conta a história de Leslie (Elizabeth Taylor), Bick (Rock Hudson) e Jett (James Dean). Bick conheceu Leslie quando foi a casa do pai dela comprar um cavalo premiado e os dois se apaixonam. Eles se casam e vão para o Texas - terra de Bick - e lá constroem sua família, no rancho Reata.

Ali perto mora Jett, que de certa forma é inimigo de Bick. A cada dia que passa os dois continuam se odiando, mesmo quando Jett enriquece e se torna um magnata do petróleo.

O filme aborda claramente a intolerância racial e é um épico imbatível que explora o assunto e defende o fim do racismo.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar 1957

Elizabeth Taylor em Giant

Prêmio David di Donatello 1957

  • Vencedor na categoria melhor produção estrangeira.

Globo de Ouro 1957

  • Indicado nas categorias de melhor filme - drama e melhor diretor.

Bissexualidade de Rock[editar | editar código-fonte]

Elizabeth Taylor admitiu que nas gravações do filme sentiu-se atraída a Rock Hudson, mas logo perdeu as esperanças quando descobriu que o ator era bissexual e estava mais interessado em James Dean do que nela. Apesar disso, os dois se tornaram grandes amigos e ela virou uma grande defensora dos homossexuais.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios (desde dezembro de 2013).
  • O personagem Jett Rink foi inspirado na vida de Glenn McCarthy (1908–1988), imigrante irlandês que se tornou um dos principais petroleiros no Texas.
  • Giant foi o último filme do ator James Dean, e a sua indicação ao Oscar foi a sua segunda póstuma.
  • O ator Alan Ladd era o preferido do diretor George Stevens para o papel de Jett Rink, mas a conselho de sua esposa Ladd não aceitou e, então, o papel foi para James Dean.
  • Antes de Elizabeth Taylor, o papel de Leslie foi oferecido a Grace Kelly.
  • A estreia do filme foi atrasada em alguns meses até que a atriz Elizabeth Taylor, que estava grávida, tivesse o seu filho.

Notas e referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]