Associação Atlética de Altos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Altos
ALTOS FC.png
Nome Associação Atlética de Altos (Associação Esportiva de Altos)
Alcunhas Jacaré,
Manga Mecânica,
Verdão Altino,
Celtic do Nordeste
Mascote Jacaré
Fundação 19 de julho de 2013 (7 anos)
Estádio Felipão
Capacidade 4.000 pessoas
Localização Altos, PI
Presidente Warton Lacerda
Treinador Fernando Tonet
Patrocinador Governo do Piauí
Material (d)esportivo Go Sports
Competição Piauiense - Série A
Copa do Nordeste
Brasileirão - Série C
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

Associação Atlética de Altos é um clube brasileiro de futebol, da cidade de Altos, no estado do Piauí. Vem obtendo destaque nos últimos anos pelo bom desempenho no campeonato estadual e por boas campanhas em competições a nível regional e nacional. Em 2019 e 2020, disputou as duas maiores partidas de sua história, contra o Santos Futebol Clube e contra o CR Vasco da Gama, pela primeira fase da Copa do Brasil de Futebol em seu estado.[1][2]

No dia 10 de janeiro de 2021, venceu o Clube Náutico Marcílio Dias pelo placar histórico de 5x1 em partida válida pelas Quartas de final do Brasileirão- Série D de 2020 no estádio Estádio Municipal Felipe Raulino, na cidade de Altos no estado do Piauí, a goleada histórica também confirmou o acesso inédito da equipe piauiense para o Brasileirão - Série C da temporada 2021 pela primeira vez em sua história.[3]

História[editar | editar código-fonte]

Fundado em 2013, após chamada pública da prefeitura de Altos para formar um time, a Seleção de Altos, para disputar a edição da Copa Meio-Norte. O bom resultado na competição, que nunca foi finalizada, fez com que as autoridades públicas e o empresariado local fomentassem a formação de um time.

Profissionalizou-se apenas em 2015 para disputar a Segunda Divisão estadual, que voltava a ser realizada 8 anos após sua última edição (2007). Na fase inicial, coube ao atacante Rafael Barbosa marcar o primeiro gol da história profissional do Altos, na partida contra o Timon. A equipe ficou em segundo lugar (atrás do Picos) e garantiu, além da classificação para a final, o acesso à Primeira Divisão em 2016. Na decisão, o "Jacaré" venceu o Picos por 2 a 0 no estádio Felipão, e, na partida de volta, um empate por 1 a 1 garantiu o título da Segunda Divisão ao Altos, logo em seu ano de estréia como equipe profissional.

Em 2016, disputando pela primeira vez a elite do futebol piauiense, obteve a melhor campanha da competição, e na final, do segundo turno, ganhou de (3 a 1) no Estádio Felipão do maior campeão piauiense, o River; no entanto, logo após esse título, constatou-se a inscrição de um jogador irregular, e o time de Altos acabou por perdê-lo via Tribunal Esportivo. Na Série D de 2016, teve a melhor campanha de um clube na fase de grupos da história da competição, mas acabou sendo eliminado pelo CSA, perdendo o primeiro jogo por 3 a 0, em Alagoas, e em Teresina ganhando por 2 a 0, com a campanha de 10 jogos, 8 vitórias, 1 empate e 1 derrota.

O clube estreou em 8 de fevereiro de 2017 na Copa do Brasil contra o CRB e fez história, ganhando por 2 a 0 no Estádio Lindolfo Monteiro. O clube disputou a segunda fase da Copa do Brasil contra o Criciúma, que já foi campeão da competição, empatando no tempo normal e perdendo por 4 a 3 nos pênaltis, sendo eliminado de forma invicta. Por fim, em 2017 sagrou-se Campeão Piauiense e único detentor de todas as vagas para os campeonatos em 2018: Copa do Brasil, Copa do Nordeste e Série D do Campeonato Brasileiro.

Em 2019, disputou a maior partida de sua história, contra o Santos Futebol Clube, pela primeira fase da Copa do Brasil de 2019 em seu estado. O clube paulista venceu de 1x7 no estádio Albertão, na capital Teresina. Na Copa do Nordeste de 2019, o time foi eliminado na fase de grupos. Em sua terceira participação, o Jacaré teve a pior campanha do campeonato, com 2 pontos ganhos em 8 jogos. No mesmo ano foi eliminado do Campeonato Brasileiro Série D ainda na fase de grupos, somando 9 pontos e ficando em terceiro no grupo.

Em 2020, o Altos volta a impressionar e tem um ano que oscilou. Após o campeonato Piauiense ter sido suspendido por conta da pandemia de COVID-19, o Altos terminou na terceira colocação no certame estadual. Regionalmente, como segundo colocado do Piauiense do ano anterior, o Jacaré ficou logo na fase eliminatória, perdendo de 2 x 1 para o ABC do Rio Grande do Norte. Apesar dos resultados negativos no começo do ano, o Altos fez uma campanha memorável na Série D. Após ser líder de seu grupo e terminar como uma das melhores campanhas da primeira fase, o Altos enfrentou o tradicional Rio Branco - AC na Terceira Fase. Após vencer o adversário nortista por 5x1 no placar agregado, o Jacaré enfrentou o Salgueiro de Pernambuco na Segunda Fase, time que chegou a estar na Segunda Divisão em anos recentes. Após uma disputa equiparável, o Altos conseguiu bater o adversário pernambucano nos pênaltis. Na fase decisiva para a classificação à Série C, o Altos enfrentou o time catarinense Marcílio Dias. Após um primeiro jogo disputado em Santa Catarina, o Jacaré goleia a equipe sulista por 5x1 no segundo jogo, ascendendo à Terceira Divisão nacional e tornando-se o primeiro time piauiense nas primeiras três divisões desde o rebaixamento do River em 2016.

No dia 10 de janeiro de 2021, venceu o Clube Náutico Marcílio Dias pelo placar histórico de 5x1 em partida válida pelas Quartas de final do Brasileirão- Série D de 2020 no estádio Estádio Municipal Felipe Raulino, na cidade de Altos no estado do Piauí, a goleada histórica também confirmou o acesso inédito da equipe piauiense para o Brasileirão - Série C da temporada 2021 pela primeira vez em sua história.[3]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estaduais
Competição Títulos Temporadas
PItrophy.png Campeonato Piauiense 2 2017 e 2018
PItrophy.png Taça Cidade de Teresina 2 2017 e 2018
PItrophy.png Campeonato Piauiense - Segunda Divisão 1 2015
Escudo antigo

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Participações em 2020
Competição Temporadas Melhor campanha Estreia Última P Aumento R Baixa
Piauí Campeonato Piauiense 6 Campeão (2017 e 2018) 2016 2021
Campeonato Piauiense - 2ª Divisão 1 Campeão (2015) 2015 1
BandeirasNordesteBrasil.gif Copa do Nordeste 5 Grupos (2017, 2018, 2019 e 2021) 2017 2021
Brasil Brasileirão - Série C 1 Estréia (2021) 2021
Brasileirão - Série D 5 Semifinal (2020) 2016 2020 1
Copa do Brasil 4 2ª fase (2017 e 2018) 2017 2020

Temporadas[editar | editar código-fonte]

Brasil Brasil BandeirasNordesteBrasil.gif Nordeste Piauí Piauí
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Copa do Nordeste Campeonato Piauiense
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Fase Máxima Div. Pos.
2015 D Não classificado 2D
2016 D 25 10 8 1 1 28 9 1D
2017 D 21º 12 8 3 3 2 17 9 2F Grupos 1D
2018 D 16º 15 10 4 3 3 15 12 2F Grupos 1D
2019 D 34º 9 6 3 0 3 7 10 1F Grupos 1D
2020 D 42 22 13 3 6 40 25 1F Preliminar 1D
2021 C A disputar Ad 1D Ad


Legenda:
     Campeão
     Vice-campeão
     Eliminado na semifinal.
     Rebaixado à divisão inferior.
     Campeão e promovido à divisão superior
     Promovido à divisão superior.

Retrospecto em competições oficiais[editar | editar código-fonte]

Última atualização: Série D de 2019.

Competição Temporadas Títulos Pts. J V E D GP GC
Brasil Série D 4 61 34 18 7 9 67 40

Pts Pontos obtidos, J Jogos, V Vitórias, E Empates, D Derrotas, GP Gols Pró e GC Gols Contra

Presidentes[editar | editar código-fonte]

  • 2013 - atualmente: Brasil Warton Lacerda

Retrospecto por técnico[editar | editar código-fonte]

Ano Treinador J V E D GP GC SG %
2015-2016 Brasil Nivaldo Lancuna 42 24 13 5 83 33 +50 67,4%
2017 Brasil Francisco Diá 8 4 4 0 12 7 +5 66,6%
2017 Brasil Ruy Scarpino 8 2 3 3 7 10 -3 37,5%
2017 Brasil Paulinho Kobayashi 18 9 6 3 37 18 +19 61,1%
2018 Brasil Waldemar Lemos 8 2 3 3 6 8 -2 33,3%
2018 Brasil Paulinho Kobayashi 17 9 4 4 32 20 +12 60,7%
2018 Brasil Oliveira Canindé 7 3 2 2 13 10 +3 52,3%
2019 Brasil Leandro Campos 9 1 4 4 10 15 -5 25,9%
2019 Brasil Maurílio Silva 14 4 2 8 18 28 -10 33,3%
2019 Brasil Estevam Soares 5 2 0 3 4 9 -5 40%
2019 Brasil Leandro Campos 3 2 0 1 4 3 +1 66,6%
2019 Brasil Fernando Tonet 6 3 3 0 9 5 +4 66,6%
TOTAL TOTAL 150 65 44 36 235 166 +69 53,1%

Elenco Atual[editar | editar código-fonte]

Goleiros
Jogador
Brasil Andrade
Brasil Fernando Henrique
Brasil Italo Ribeiro
Defensores
Jogador Pos.
Brasil Leone Z
Brasil Ramon Baiano Z
Brasil Caique Z
Brasil Ademir Ribeiro LD
Brasil Wesley LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
Brasil Marconi V
Brasil Dos Santos Capitão V
Brasil Sidney V
Brasil Jorginho V
Brasil Júnior Paraíba M
Brasil Ancelmo Holanda M
Brasil Éder Guerreiro M
Brasil Carlos Magno M
Atacantes
Jogador
Brasil Luizão
Brasil Raphael Freitas
Brasil Manoel
Comissão técnica
Nome Pos.
Brasil Leandro Sena T

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências