Associazione Calcio Monza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
A.C. Monza
Logo of AC Monza.png
Nome Associazione Calcio Monza
Alcunhas Brianzoli
Fundação 1 de setembro de 1912 (110 anos)
Estádio Stadio Brianteo
Capacidade 18.568 pessoas
Localização Monza, Lombardia, Itália
Presidente Paolo Berlusconi
Treinador(a) Giovanni Stroppa
Patrocinador(a) Motorola
Material (d)esportivo Lotto
Competição Serie A
Website acmonza.com
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo

A Associazione Calcio Monza é um time de futebol italiano, da cidade de Monza na região de Lombardia.

O clube é um dos recordistas em disputar a Série B. Atualmente disputa a Série A, equivalente à elite do futebol italiano. Suas cores são o vermelho e branco.

História[editar | editar código-fonte]

Antes do Monza Calcio (1906-1911)[editar | editar código-fonte]

Football em Monza começou cedo no século XX na cidade quando companhias criavam times como o Pro Victoria (existindo ainda), Pro Monza e Pro Italia.

Primeiros anos (1912-1932)[editar | editar código-fonte]

O Monza foi fundado em 1 de Setembro de 1912 a partir da fusão de dois clubes: o Pro Monza e o Pro Italia. O novo clube é chamado Monza FBC e sua primeira localização é no "Caffè Pasticceria Roma" localizado na praça do mesmo nome.

Silvio Berlusconi compra o Monza Calcio (2018)[editar | editar código-fonte]

O ex-primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi concluiu a compra do Monza Calcio, clube da Série C do Campeonato Italiano. O ex-dono do A.C Milan comprou 100% das ações do Monza, que pertencia à família Colombo. De acordo com o comunicado emitido pelo clube biancorosso, a nova diretoria será composta pelo seu ex-dono Nicola Colombo; pelo irmão mais novo de Berlusconi, Paolo; por um dos membros da antiga diretoria, Roberto Mazzo; pelo CEO da Fininvest (holding da família Berlusconi), Danilo Pellegrino; e pelo empresário Adriano Galliani, que assumirá a função de CEO, mesmo cargo que ele ocupava no Milan.

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

  • Atualizado em 1 de setembro de 2022. [1]
Legenda
  • Capitão: Capitão
  • PenalizadoExpulso: Jogador suspenso
  • Lesionado: Jogador lesionado


Goleiros
N.º Jogador
1 Itália Eugenio Lamanna
16 Itália Michele Di Gregorio
89 Itália Alessio Cragno
91 Itália Alessandro Sorrentino
Defensores
N.º Jogador Pos.
3 Espanha Pablo Marí Vindo de Empréstimo Z
4 Brasil Marlon Vindo de Empréstimo Z
5 Itália Luca Caldirola Z
26 Bulgária Valentin Antov Z
29 Itália Gabriel Paletta Z
34 Itália Luca Marrone Z
44 Itália Andrea Carboni Z
55 Itália Armando Izzo Vindo de Empréstimo Z
2 Itália Giulio Donati LD
19 Itália Samuele Birindelli LD
25 Itália Gabriele Ferrarini Vindo de Empréstimo LD
30 Brasil Carlos Augusto LE
33 Itália Armando Anastasio LE
Meio-campistas
N.º Jogador Pos.
6 Itália Nicolò Rovella Vindo de Empréstimo V
7 Guiné Equatorial José Machín V
8 Itália Andrea Barberis V
12 Itália Stefano Sensi Vindo de Empréstimo V
20 Grécia Antonis Siatounis V
22 Itália Filippo Ranocchia Vindo de Empréstimo V
23 Itália Matteo Scozzarella V
28 Itália Andrea Colpani V
69 Itália Nicola Rigoni V
10 Itália Mattia Valoti M
32 Itália Matteo Pessina Capitão Vindo de Empréstimo M
38 França Warren Bondo M
79 Itália Salvatore Molina M
80 Itália Samuele Vignato M
Atacantes
N.º Jogador
9 Dinamarca Christian Gytkjær
17 Itália Gianluca Caprari Vindo de Empréstimo
24 Croácia Mirko Marić
37 Itália Andrea Petagna Vindo de Empréstimo
47 Portugal Dany Mota
77 Itália Marco D'Alessandro
84 Itália Patrick Ciurria
Comissão técnica
Nome Pos.
Itália Giovanni Stroppa T

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de ItáliaSoccer icon Este artigo sobre clubes de futebol italianos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.