Assurdã III

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Assurdã III
Rei da Assíria
Rei do Império Neoassírio
Reinado 773–755 a.C.
Antecessor(a) Salmanaser IV
Sucessor(a) Assurnirari V
 
Morte 755 a.C.
Pai Adadenirari III
Irmão Assurnirari V
Salmanaser IV

Assurdã III[1] (Ashur-dan) foi um rei da Assíria que reinou de 773 a 755 a.C., foi filho de Adadenirari III, e sucedeu o seu irmão Salmanaser IV em 773 a.C..

O reino de Assurdã III atravessou uma época difícil, o poder do rei foi muito limitado pela pela influência dos dignitário da corte, particularmente pela influência de Samsilu, que era o comandante-em-chefe (turtanu).[2][3]

De acordo com o cânone do epônimo, em 765 a.C., a Assíria foi devastada por uma praga, e no ano seguinte o rei não pôde fazer campanha planejada (era habitual para o rei assírio conduzir uma expedição militar todos os anos). Em 763 a.C. uma revolta que com influência fora do império, durou até 759 a.C., quando uma outra praga se a bateu sobre o país.[4][5]

O reinado de Assurdã III e os reinados seus precedentes foram datados astronomicamente baseados na única referência verificável, um eclipse solar registado nas crônicas assírias, o eclipse chamado Bur Sagale.[6] Assurdã III foi sucedido por um outro irmão, Assurnirari V.

Referências

  1. Chediak 1999, p. 26.
  2. Edwards, I. E. S.; Gadd, C. J.; Hammond, N. G. L. (2 de dezembro de 1970). The Cambridge Ancient History (em inglês). [S.l.]: Cambridge University Press 
  3. Mesopotamia, Ancient. «Ashur-Dan III». Ancient Mesopotamia (em inglês). Consultado em 2 de agosto de 2021 
  4. Budge, Annals Of The Kings Of Assyria (Routledge, 2013) p. 154.
  5. E. A. Wallis Budge, Annals Of The Kings Of Assyria: The Cuneiform Texts With Translations, Transliterations From The Original Documents (Routledge, 30 Apr. 2007) p94.
  6. The Athenaeum: Journal of Literature, Science, the Fine Arts, Music and the Drama (em inglês). [S.l.: s.n.] 1867 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Chediak, Antônio José (1999). Vocabulário onomástico da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Academia Brasileira de Letras 
Ícone de esboço Este artigo sobre reis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.