Aster (programa espacial)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Current event marker
Este artigo ou seção contém informações sobre uma futura missão espacial.
As informações apresentadas no artigo podem não ser exatas e mudar até a realização da missão.
VASIMR spacecraft.jpg
Aster
Propriedades
Massa 150 kg
Missão
Destino asteroide 2001SN263

Aster é um projeto espacial brasileiro, com planos para entrar em ação em 2018.[1]

A missão trata-se de enviar uma sonda brasileira para um sistema triplo formado por três asteroides (2001SN263).[2]

Está orçado em R$ 40 milhões de reais, mas ainda sem captação dos recursos. Se esta missão for um sucesso o Brasil se tornará a quinta potência espacial a enviar uma sonda espacial a um asteroide, ficando atrás do Estados Unidos, da União Europeia, do Japão e da China, e o primeiro a enviar uma sonda espacial a um asteroide triplo.

Com o objetivo de fazer a leitura da superfície do asteróide 2001SN263 será usado um espectrômetro, esse aparelho por meio da difração da luz vinda da superfície do asteróide irá decompor a luz por meio de uma rede de difração, a leitura dos diversos comprimentos de onda dos materiais existentes no asteróide irá fornecer sua composição. Com esse leitura será possível saber, por exemplo, se os satélites (Beta e Gama) foram criados pelo corpo principal ou se pertencem ao pedaço de algum outro asteróide. Atualmente o projeto desde espectrômetro, envolve diversas faculdades brasileiras: Universidade Federal do ABC, UNESP Guaratinguetá e Universidade Federal do Paraná.

O programa também procura uma cooperação com a Agência Espacial Federal Russa.[1][3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Ciência (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.