Atílio Vivácqua (Espírito Santo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Atílio Vivácqua
"Marapé"
Bandeira de Atílio Vivácqua
Brasão de Atílio Vivácqua
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 10 de abril de 1963
Gentílico atiliense
Lema Pela Nossa Feliz Cidade
Padroeiro(a) Santo Antônio
Prefeito(a) José Luiz Torres Lopes[1] (DEM)
(2009–2012)
Localização
Localização de Atílio Vivácqua
Localização de Atílio Vivácqua no Espírito Santo
Atílio Vivácqua está localizado em: Brasil
Atílio Vivácqua
Localização de Atílio Vivácqua no Brasil
20° 54' 50" S 41° 11' 52" O20° 54' 50" S 41° 11' 52" O
Unidade federativa  Espírito Santo
Mesorregião Sul Espírito-santense IBGE/2008[2]
Microrregião Cachoeiro de Itapemirim IBGE/2008[2]
Municípios limítrofes Cachoeiro do Itapemirim, Itapemirim, Presidente Kennedy, Muqui e Mimoso do Sul
Distância até a capital 111 km
Características geográficas
Área 226,813 km² [3]
População 9 840 hab. Censo IBGE/2010[4]
Densidade 43,38 hab./km²
Altitude 85 m
Clima Tropical Aw
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,708 alto PNUD/2010[5]
PIB R$ 93 593,190 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 10 094,17 IBGE/2008[6]
Página oficial
Prefeitura http://www.pmav.es.gov.br

Atílio Vivácqua é um município da região sul do estado brasileiro do Espírito Santo. Sua população estimada em 2010 era de 9.840 habitantes.

A história do município de Atílio Vivacqua está ligada à colonização do sul do Espírito Santo. As primeiras investidas de desbravamento aconteceram nos primórdios do século XVIII, quando chegaram os primeiros aventureiros atraídos pelo ouro existente nas Minas de Castelo, então dominadas pelos índios Puris. Até meados do século XX era apenas um distrito de Cachoeiro de Itapemirim, conhecido como Marapé. Foi emancipado em 10 de abril de 1964, pela lei estadual nº 1.916 de 30/12/1963, recebendo o nome de Atílio Vivacqua, homenagem ao senador e jurista capixaba[7] .

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia local está em um estágio de evolução, sendo essencialmente agrícola com destaque para a pecuária leiteira e plantações de café. Nos últimos anos o setor secundário teve um significativo crescimento com a instalações de diversas industrias do setor de rochas ornamentais, influenciado pela proximidade do polo de rochas de Cachoeiro de Itapemirim.

Cultura[editar | editar código-fonte]

A cultura é preservada, como blocos de boi pintado, quadrilhas, as folias de reis e festa expo-pecuária, entre outras. A cultura local é típica de um município interiorano,é possível encontrar artesanatos locais,com incentivo da associação de artesões.].

Um município com costumes típicos de cidade do interior. As famílias são numerosas e geralmente moram perto.

Na paisagem urbana, destacam-se as casas antigas conservadas.

Atrações turísticas[editar | editar código-fonte]

As riquezas naturais dão um toque especial ao município, sendo que o turismo ainda não se desenvolveu suficientemente. Dentre as atrações, destacam-se:

  • A Pedra do Moitão, que é símbolo do município, sendo um ótimo local para uma caminhada em subida, que compensa pela visão maravilhosa da região.Hoje é explorada por esportistas de parapente.
  • O Poço Dantas, que é um riacho que foi represando naturalmente, onde é muito frequentado pelos moradores no verão, e no caminho poderá ser visto um moinho da época dos escravos.
  • A Pedra das Caveiras, que fica logo acima do poço Dantas, e era rota de fuga dos escravos, e uma escalada muito boa para os adeptos da prática.
  • Antiga estação ferroviária, construída no século XIX, atualmente abrigando a Secretaria da Cultura do município.

Referências

  1. O perde e ganha das eleições no Espírito Santo, com destaque para o PSB Folha do E. Santo (8 de outubro de 2012). Visitado em 23 de janeiro de 2013.
  2. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  4. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Visitado em 31 de agosto de 2013.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
  7. Prefeitura Municipal de Atílio Vivácqua www.pmav.es.gov.br. Visitado em 2015-07-30.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Espírito Santo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.