Ataídes Oliveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o político brasileiro. Se procura o historiador português, veja Ataíde Oliveira.
Ataídes Oliveira
Senador por Tocantins
Período 23 de dezembro de 2013
até a 31 de janeiro de 2019
Dados pessoais
Nascimento 18 de dezembro de 1959 (61 anos)
Estrela do Norte, Goiás
Nacionalidade brasileira
Partido PSDB (2010-2013)
PROS (2013-2014)
PSDB (2014-2020)
PP (2020-2021)

PROS (2021- "Presente"

Profissão Empresário

Ataídes de Oliveira (Estrela do Norte, 18 de dezembro de 1959) é um empresário e político brasileiro filiado ao PROS

É empresário do ramo de consórcios, construção civil e revenda de veículos em Tocantins. Então filiado ao PSDB, elegeu-se nas eleições estaduais no Tocantins em 2010 como primeiro suplente de senador de João Ribeiro. Com a morte do titular, assumiu definitivamente a cadeira de senador em 23 de dezembro de 2013, cujo mandato irá até 31 de janeiro de 2019.[1]

Em agosto de 2013 deixou o PSDB por divergências com governador tocantinense Siqueira Campos[2] e filiou-se ao PROS.

Nas eleições no Tocantins em 2014, disputou o cargo de governador obtendo a terceira posição com 24.874 votos (3,54%), atrás de Marcelo Miranda (PMDB), que acabou eleito, e de Sandoval Cardoso (SD), que disputava a reeleição. Após as eleições, em 11 de dezembro, deixou o PROS e retornou as fileiras do PSDB.[3]

Foi escolhido relator do processo que pedia a perda de mandato do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), preso na Operação Lava Jato.[4]

Em dezembro de 2016, votou a favor da PEC do Teto dos Gastos Públicos.[5] Em julho de 2017 votou a favor da reforma trabalhista.[6]

Em outubro de 2017 votou a favor da manutenção do mandato do senador Aécio Neves derrubando decisão da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal no processo onde ele é acusado de corrupção e obstrução da justiça por solicitar dois milhões de reais ao empresário Joesley Batista.[7][8]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]