Ataídes Oliveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ataídes Oliveira
Senador por Tocantins
Período 23 de dezembro de 2013
até a atualidade
Dados pessoais
Nascimento 18 de dezembro de 1959 (57 anos)
Estrela do Norte, Goiás
Nacionalidade brasileira
Partido PSDB
Profissão Empresário

Ataídes de Oliveira (Estrela do Norte, 18 de dezembro de 1959) é um empresário e político brasileiro.

É empresário do ramo de consórcios, construção civil e revenda de veículos em Tocantins. Então filiado ao PSDB, elegeu-se nas eleições estaduais no Tocantins em 2010 como primeiro suplente de senador de João Ribeiro. Com a morte do titular, assumiu definitivamente a cadeira de senador em 23 de dezembro de 2013, cujo mandato irá até 31 de janeiro de 2019.[1]

Em agosto de 2013 deixou o PSDB por divergências com governador tocantinense Siqueira Campos[2] e filiou-se ao PROS.

Nas eleições no Tocantins em 2014, disputou o cargo de governador obtendo a terceira posição com 24.874 votos (3,54%), atrás de Marcelo Miranda (PMDB), que acabou eleito, e de Sandoval Cardoso (SD), que disputava a reeleição. Após as eleições, em 11 de dezembro, deixou o PROS e retornou as fileiras do PSDB.[3]

Foi escolhido relator do processo que pedia a perda de mandato do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), preso na Operação Lava Jato.[4]

Em dezembro de 2016, votou a favor da PEC do Teto dos Gastos Públicos.[5] Em julho de 2017 votou a favor da reforma trabalhista.[6]

Em outubro de 2017 votou a favor da manutenção do mandato do senador Aécio Neves derrubando decisão da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal no processo onde ele é acusado de corrupção e obstrução da justiça por solicitar dois milhões de reais ao empresário Joesley Batista.[7][8]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]