Atentado no Aeroporto de Áden em 2020

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Atentado no Aeroporto de Áden em 2020
Local Aeroporto Internacional de Áden
Coordenadas 12° 49′ 32″ N, 55° 02′ 11″ L
Data 30 de dezembro de 2020
Alvo(s) Governo do Iémen
Arma(s) Bombas e armas de fogo
Mortes 25
Feridos 110
Suspeito(s) Desconhecido

O atentado no Aeroporto de Áden em 2020 foi um ataque terrorista que ocorreu em 30 de dezembro de 2020, no aeroporto da capital do Iémen. Um avião que transportava membros do recém-formado governo iemenita aterrou no Aeroporto Internacional de Áden, situado no sudoeste do país. Quando os passageiros desembarcaram, várias explosões abalaram o aeroporto e houve um tiroteio, deixando pelo menos 25 pessoas mortas e 110 outras feridas.[1][2]

Nenhum dos passageiros que estavam a bordo do avião ficou ferido no ataque ao aeroporto, e os membros do gabinete iemenita foram rapidamente transportados para o Palácio Mashiq por segurança. O palácio foi mais tarde também referido como tendo sido alvo de um ataque.

O ministro da informação do Iémen culpou inicialmente os Houthis pelo ataque, mas o grupo negou responsabilidades. Outra explosão foi mais tarde ouvida em torno do Palácio Mashiq, o palácio presidencial em Aden, onde o recém-formado gabinete iemenita foi movido após o ataque no aeroporto.

Referências

  1. «Explosão no aeroporto de Aden registadas à chegada do novo governo do Iémen. Há pelo menos 26 mortos». 30 de dezembro de 2020. Consultado em 31 de dezembro de 2020 
  2. Mukhashaf, Mohammed (30 de dezembro de 2020). «Twenty-two killed in attack on Aden airport after new Yemen cabinet lands». Reuters. Consultado em 30 de dezembro de 2020