Athletic Club (Minas Gerais)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Athletic
Athletic Club.png
Nome Athletic Club
Torcedor/Adepto Athleticano
Mascote Esquadrão de Aço
Principal rival Minas Futebol Clube
Fundação 27 de junho de 1909 (112 anos)
Estádio Estádio Joaquim Portugal
Capacidade 3,000
Localização São João Del Rei, MG
Presidente Leandro da Silva Bini
Treinador Gustavo Brancão
Patrocinador Unimed
Material (d)esportivo Kickball
Competição Campeonato Mineiro
Website [1]
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

O Athletic Club (conhecido como Athletic) é um clube esportivo brasileiro da cidade de São João Del Rei, no estado de Minas Gerais. Fundado em 27 de junho de 1909, é o único clube da região do Campo das Vertentes disputando a Primeira Divisão do Campeonato Mineiro. Seu nome não possui nenhuma inspiração/ligação com o clube também mineiro "Atlético".

É o terceiro time da região com mais participações na elite do futebol mineiro, atrás somente do Olympic e do Villa do Carmo, ambos da cidade de Barbacena. Possui sede no bairro de Matosinhos[1] e no Centro[2]. Manda seus jogos de futebol no Estádio Joaquim Portugal[3].

Historia[editar | editar código-fonte]

Efeméride do dia 27 de junho de 1909:

Fundação do Atlético Futebol Clube, tendo sido eleita a sua 1ª diretoria:

  • Presidente: Omar Telles Barbosa
  • Vice-presidente: Mário Mourão
  • Secretários: José Lúcio e Amadeu de Barros
  • Tesoureiro: Abydo Yunes
  • Capitães: José Rios e José de Oliveira Lima
  • Procurador: Guilherme Resende.

Deve-se a Omar Telles Barbosa a convocação da histórica reunião de que resultou a Fundação do Athletic Club, nome que adotou a partir de 10/08/1913.

Em 2009, o clube comemorou seu centenário[4].

Retorno ao futebol profissional[editar | editar código-fonte]

Em 2018, o clube retornou ao futebol profissional após 48 temporadas[5], disputando o Campeonato Mineiro da Segunda Divisão 2018, equivalente à terceira divisão do futebol mineiro. O Esquadrão de Aço voltou com todo o sucesso, se classificando em terceiro colocado na primeira fase, e nas semifinais, eliminando o tradicional Valério, e conquistando o acesso ao Campeonato Mineiro Módulo II de 2019. A decisão do título foi contra o Coimbra. O primeiro jogo ficou 0x0; no jogo decisivo, outro empate, dessa vez por 1x1. Na decisão de pênaltis, o Coimbra levou a melhor, 4x2[carece de fontes?]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Goleiros
Jogador
Brasil Lee Oliveira
Brasil João Victor
Brasil Renan
Defensores
Jogador Pos.
Brasil Danilo Z
Brasil Davy Z
Brasil Lenicio Z
Brasil Rayan Z
Brasil Vinicius Z
Brasil Fernando LD
Brasil Igor Nunes LD
Brasil João LD
Meio-campistas
Jogador Pos.
Brasil Arilson V
Brasil Gabriel V
Brasil Gaguinho V
Brasil Kauê V
Brasil Christian V
Brasil Agabo M
Brasil Julio Magalhães M
Brasil Hudson M
Brasil Jorginho M
Atacantes
Jogador
Brasil Igor Badio
Brasil Mococa
Brasil Carioca
Brasil Michael Paulista
Brasil Ingro
Comissão técnica
Nome Pos.
Brasil Roger T

Títulos[editar | editar código-fonte]

ESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
Minas Gerais Vice- Campeonato Mineiro - Módulo II 2 1969 e 2020
Minas Gerais Vice- Campeonato Mineiro - Segunda Divisão 1 2018
  • Tricampeão da Liga Sportiva Oeste de Minas: 1937, 1938 e 1939;

Municipais[editar | editar código-fonte]

Histórico em competições oficiais[editar | editar código-fonte]

Campeonato Mineiro - Módulo I ou divisão principal¹
Ano 2021
Pos.
Campeonato Mineiro - Módulo I ou divisão principal¹
Ano 1970
Pos. 27º

1- Durante o decorrer do tempo, as divisões do campeonato mineiro tiveram várias denominações diferentes, então a classificação está distribuída de acordo com os níveis, do 1º ao 3º

Campeonato Mineiro - Módulo II ou segundo nível profissional
Ano 2020
Pos.
Campeonato Mineiro - Módulo II ou segundo nível profissional
Ano 2019
Pos.
Campeonato Mineiro - Segunda Divisão ou terceiro nível profissional
Ano 2018
Pos.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Referências