Atividades proibidas no Shabat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Segundo o Talmude (Mishná Shabat 7,2), são 39 as atividades que são proibidas de se fazer durante todo o Shabat. Excepcionalmente, contudo, em caso de risco de morte, quaisquer das proibições podem ser deixadas de lado, eis que o valor mais caro ao judaísmo é a vida. Dizem os sábios que tais tarefas foram aquelas realizadas durante a construção do Tabernáculo. São elas:[1][2]

  1. Semear
  2. Arar
  3. Colher
  4. Agrupar feixes
  5. Debulhar
  6. Dispersar
  7. Catar
  8. Moer
  9. Peneirar
  10. Preparar massa
  11. Assar
  12. Tosquiar
  13. Lavar a lã
  14. Desembaraçar a lã
  15. Tingir a lã
  16. Fiar
  17. Tecer
  18. Dar dois nós
  19. Tecer dois fios
  20. Separar duas linhas
  21. Atar
  22. Desatar
  23. Coser
  24. Rasgar
  25. Caçar
  26. Abater
  27. Raspar o couro
  28. Curtir o couro
  29. Alisar o couro
  30. Demarcar o couro
  31. Cortar
  32. Escrever
  33. Apagar
  34. Construir
  35. Demolir
  36. Acender fogo
  37. Apagar ou diminuir o fogo
  38. Martelar
  39. Transportar algo desde um ambiente particular a um público

Referências

  1. Kehati, Pinchas (1994). «Shabbat». In: Tomaschoff, Avner. Mishnayot Mevuarot [Commentary on the Mishna]. Seder Mo’ed vol. 1. Jerusalem, Israel: [s.n.] pp. 1–2 
  2. Steinsaltz, Adin (2013). «Shabbat». Reference Guide to the Talmud. [S.l.]: Koren. p. 260–263. ISBN 978-1-59264-312-7 
Ícone de esboço Este artigo sobre judaísmo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.