Atlético Petróleos de Luanda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Petro de Luanda
Atl. Petro Luanda.png
Nome Atlético Petróleos de Luanda
Fundação 14 de janeiro de 1980 37 Anos
Estádio Estádio 11 de Novembro
Capacidade 50.000
Localização Luanda,  Angola
Presidente Angola Tomas fária
Treinador EspanhaBrasil Beto Bianchi
Patrocinador Angola Sonangol, BAI
Material (d)esportivo Alemanha Puma
Competição Angola Girabola Zap
2017
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

Atlético Petróleos de Luanda, conhecido também como Petro Atlético de Luanda, Petro Atlético, ou simplesmente Petro de Luanda, é um clube tradicional de futebol de Luanda, Angola, fundado aos 14 de Janeiro de 1980. O clube ganhou o seu primeiro título, a Liga Angolana de 1982.

Quatro jogadores do Petro Atlético representaram Angola na sua primeira participação do campeonato do mundo de futebol em 2006: Antônio Lebo Lebo, Lamá, Zé Kalanga e Luís Delgado Agloy.

Um dos seus principais treinadores foi o brasileiro Antônio Clemente.

O clube também tem uma equipa de basquetebol. Muitos dos jogadores da equipa participaram nos Jogos Olímpicos de Verão de 2008. O clube petróleos de Luanda é considerado como o melhor clube de todos os tempos neste ano de 2016 está candidatado ão título do campeonato está em segundo lugar depois da derrota do recreativo do libolo contra o Interclube.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Participações nas competições CAF[editar | editar código-fonte]

1998 - Segunda Eliminatória
2001 - Semi-Final
2002 - Primeira Eliminatória
2004 - Terceira Eliminatória
2007 - Primeira Eliminatória
2009 - Primeira Eliminatória
1997 - Finalista
2004 - Fase de Grupos
2006 - Fase de Grupos
2008 - Segunda Eliminatória
  • Taça Africana dos Vencedores: 4 participações
1992 - Primeira Eliminatória
1993 - Segunda Eliminatória
1999 - Primeira Eliminatória
2003 - Primeira Eliminatória

Estádio[editar | editar código-fonte]

O clube realiza os seus jogos em casa no Estádio 11 de Novembro, que tem uma capacidade máxima de 50.000 lugares um dos palcos do CAN 2010.


Plantel actual[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 9 de Janeiro de 2016.[1]

Legenda
  • Capitão: Capitão
  • PenalizadoExpulso: Jogador suspenso
  • Lesionado: Jogador lesionado


Guarda-redes
N.º Jogador
1 Angola Lamá
12 Angola Mig
22 Angola Gerson
30 Angola Augusto
Defesas
N.º Jogador Pos.
4 Angola Maludi C
5 Angola Élio Wilson C
25 Angola Abdul C
2 Angola Mira LD
21 Angola Mabiná LD
3 Angola Ari Oliveira LE
Médios
N.º Jogador Pos.
6 Angola Francis M
10 Angola Manguxi M
11 Angola Job M
14 Angola Mateus M
8 Angola Carlinhos M
7 Angola Diógenes M
18 Angola Herenilson M
15 Angola Balakai M
24 Angola Mavambu M
' BrasilTony M
' Brasil Rubinho M
Avançados
N.º Jogador
{{{a1num}}} {{{a1}}}
{{{a3num}}} Brasil Tiago Azulão

((ANG))Toni ((ANG))Nandinho

Equipa técnica
Nome Pos.
Brasil Beto Bianchi TR
Angola Jaime Nejó[2] TA
Angola Flávio[2] TA
Brasil Maurício Marques[2] PF
Brasil Soares[2] TGR

Treinadores Pauleta[editar | editar código-fonte]

Modalidades[editar | editar código-fonte]

Andebol[editar | editar código-fonte]

O Petro também tem uma equipa de Andebol bem sucedida nas elites Nacional e internacional...

Basquetebol[editar | editar código-fonte]

Actual Campeão Africano da modalidade 2015

Hóquei em Patins[editar | editar código-fonte]

O Petro de Luanda é o clube com mais títulos de hóquei em patins em Angola. O clube conquistou 9 Campeonatos Angolanos, 2 Taças de Angola e 3 Supertaça de Angola, a nivel nacional.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 24 de dezembro de 2014.

1994, 1998, 1999, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004, 2005

2006, 2012

2006,2007,2009

Referências

  1. «"Plantel do Petro de Luanda para 2016"». Girabola.com. Consultado em 14 de Janeiro de 2016 
  2. a b c d Umba, Avelino (30 de Dezembro de 2015). «"Beto Bianchi dá preferência a Nejó e Flávio como adjuntos"». Jornal dos Desportos. Consultado em 6 de Janeiro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]