Atlas of Peculiar Galaxies

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
NGC 3808A e NGC 3808B (Arp 87) um par de galáxias espirais em colisão. Imagem do Telescópio Espacial Hubble.
NGC 6621/NGC 6622 (Arp 81), um par de galáxias espirais 100 milhões de anos após sua colisão. Imagem do Telescópio Espacial Hubble.
IC 883 (Arp 193), remanescente de duas galáxias que fundiram-se. Imagem feita pelo Telescópio Espacial Hubble.
Arp 147, um par em interação de Galáxias anelares

O Atlas of Peculiar Galaxies (Atlas de Galáxias Peculiares) é um catálogo de galáxias peculiares produzido por Halton Arp. Um total de 338 galáxias são apresentados no atlas, que foi publicado originalmente em 1966 pelo Instituto de Tecnologia da Califórnia.

O principal objetivo do catálogo foi apresentar fotografias de exemplos dos diferentes tipos de estruturas peculiares encontrados entre galáxias vizinhas. Arp percebeu que a razão pela qual galáxias formadas em estrutura espiral ou elíptica não foi bem entendida. Ele percebida que galáxias peculiares eram como pequenas "experiências" que os astrônomos pudessem utilizar para compreender os processos físicos que distorcem galáxias espirais ou elípticas. Com este atlas, astrônomos tiveram uma amostra de galáxias peculiares que se poderia estudar mais em detalhes. O atlas não apresenta um panorama completo de cada galáxia peculiar no céu, mas sim fornece exemplos de como os diferentes fenômenos são observados na vizinhança galáctica.

Por causa do pequeno conhecimento no momento da publicação sobre os processos físicos que causaram as diferentes formas, as galáxias no atlas são ordenadas com base em sua aparência. Objetos 1-101 são galáxias espirais peculiares individuais ou galáxias espirais que aparentemente têm pequenas companhias. Objetos 102-145 são galáxias elípticas e similares. Galáxias individuais ou grupos de galáxias com formas nem elípticas nem espirais são listadas como objetos 146-268. Objetos 269-327 são galáxias duplas. Finalmente, os objectos que simplesmente não se encaixam em nenhuma das categorias acima referidas são listadas como objetos 332-338. A maioria dos objetos são mais conhecidas pelas suas outras denominações, mas poucas galáxias são mais conhecidas pelos seus números Arp (tais como Arp 220).

Hoje, os processos físicos que levam à peculiaridades observadas no atlas de Arp estão agora bem entendidos. Um grande número de objetos são galáxias interagindo, incluindo M51 (Arp 85), Arp 220 e as galáxias Antena (NGC 4038/NGC 4039 ou Arp 244). Algumas das galáxias anãs são galáxias que simplesmente não têm massa suficiente para produzir gravidade suficiente que permita a elas formarem uma coesiva estrutura. NGC 1569 (Arp 210) é um exemplo de uma das galáxias anãs no atlas. Algumas outras galáxias são radiogaláxias. Esses objetos contêm núcleo galáctico ativo que produzem poderosos jatos de gás chamados rádio-jatos. O atlas inclui as radiogaláxias próximas M87 (Arp 152) e Centaurus A (Arp 153).

Índice

Galáxias Arp notáveis[editar | editar código-fonte]

As Galáxias Camundongos (NGC 4676; Arp 242). Estas duas galáxias têm ambas caudas que se formaram pela maré como uma consequência interação gravitacional. As galáxias são também ligadas por uma ponte de marés, outra característica formado pela interação gravitacional. Crédito: NASA
Par de galáxias em fusão "O Gafanhoto" (aliás UGC 4881, FUDGE, Arp 55). Imagem feita pelo Telescópio Espacial Hubble.
Número Arp Nome Magnitude Notas
26 Galáxia do Catavento (M101) +7.5 galáxia espiral
37 Messier 77 +8.9 radiogaláxia
41 NGC 1232 +9.8 galáxia espiral
76 Messier 90 +9.5 galáxia espiral
77 NGC 1097 +9.5 galáxia interagindo com sua satélite
85 Galáxia do Rodamoinho (M51) +8.4 galáxia interagindo com sua satélite
116 Messier 60 +8.8 colisão de galáxias
152 Virgo A (M87) +8.6 galáxia elíptica
153 Centaurus A (NGC 5128) +6.6 radioagaláxia numa colisão?
188 Galáxia do Girino +14.4 galáxia finalizando fusão
242 Galáxias Camundongos +14.7 galáxias colidindo
244 Galáxias Antena +10.3 galáxias colidindo
317 Messier 65 +9.2 galáxia espiral
319 NGC 7320 +15 galáxia em colisão no grupo
337 Galáxia do Cigarro (M82) +8.6 galáxia starburst

[editar | editar código-fonte]

Galáxias espirais[editar | editar código-fonte]

Galáxias de brilho superficial baixo[editar | editar código-fonte]

Imagem ultravioleta de NGC 2537 (Arp 6) feita pelo GALEX

Estas são principalmente galáxias anãs ou galáxias espirais mal-definidas (com a designação Sm), que têm baixo brilho sperficial (ou seja, elas emitem pouca luz por unidade de área). Galáxias de brilho superficial baixo são bastante comuns. A exceção é NGC 2857 (Arp 1), que é uma galáxia espiral Sc (o que significa que tem uma estrutura definida vagamente ferida com braços espirais e um ligeiro mas bem definido núcleo).[1]

Número Arp Nome comum Notas
1 NGC 2857 galáxia espiral Sc[1]
2 UGC 10310
3 Arp 3
4 Arp 4
5 NGC 3664
6 NGC 2537

Galáxias com braços dividos[editar | editar código-fonte]

Esta categoria contém galáxias espirais com braços divididos em duas partes distintas.

Número Arp Nome comum Notas
7 Arp 7
8 NGC 497
9 NGC 2523
10 UGC 1775 Contém um núcleo descentrado
11 UGC 717
12 NGC 2608

Galáxias com segmentos separados[editar | editar código-fonte]

M66 (Arp 16), imagem de infravermelho feita pelo Telescópio Espacial Spitzer

Esta categoria contém galáxias espirais com braços que parecem ser segmentados. Alguns segmentos dos braços em espiral podem aparecer separados, por causa das vias de poeira que obscurecem a luz. Outros braços espirais segmentados podem aparecer devido à presença de aglomerados estelares brilhantes (ou descontínuas cadeias de aglomerados estelares brilhantes) nos braços espirais.

Número Arp Nome comum Notas
13 NGC 7448
14 NGC 7314
15 NGC 7393
16 M66
17 UGC 3972
18 NGC 4088

Galáxias com três braços espirais[editar | editar código-fonte]

Normalmente, a maioria das galáxias espirais contêm dois braços espirais claramente definidas, ou que contenham apenas estruturas confusas com filamentos em espiral. Galáxias com três braços espirais bem definidos são raras.

Número Arp Nome comum Notas
19 NGC 145
20 UGC 3014
21 Arp 21

Galáxias com um braço espiral[editar | editar código-fonte]

Imagem ultravioleta de NGC 4618 (Arp 23), feita pelo GALEX

Galáxias com um braço espiral também são raras. Neste caso, o único braço espiral pode realmente ser formado por uma interação gravitacional com outra galáxia.

Número Arp Nome comum Notas
22 NGC 4027
23 NGC 4618 Interagindo com NGC 4625[2]
24 NGC 3445

Galáxias com um braço espiral bem definido[editar | editar código-fonte]

Os braços espirais nessas galáxias têm uma aparência assimétrica. Um braço espiral pode aparentar ser consideravelmente mais brilhante que o outro. Na chapa fotográfica produzida por Arp, o braço brilhante ficaria escuro ou "pesado". Enquanto a maioria dessas galáxias (como M101 e NGC 6946) são simplesmente assimétricas galáxias espirais, NGC 6365 é um par de galáxias interagindo, onde uma das galáxias a vemos horizontal e parece estar no braço espiral da galáxia que vemos na frente.[3]

Número Arp Nome comum Notas
25 NGC 2276
26 M101 galáxia espiral vista de frente, com cinco notáveis galáxias companheiras[2]
27 NGC 3631
28 NGC 7678
29 NGC 6946
30 NGC 6365 Par de galáxias em interação, com uma galáxia vista de ponta[3]

Galáxias em símbolo integral[editar | editar código-fonte]

Estas são galáxias que se parecem com uma forma esticada do S (ou como sinal integral utilizado nos cálculos). Alguns objetos, como IC 167,[4] são simplesmente galáxias espirais normais vistas de um ângulo incomum. Outros objectos, tais como UGC 10770, são pares de galáxias interagindo com caudas de maré que parecem semelhantes aos braços espirais.[5]

Número Arp Nome comum Notas
31 IC 167
32 UGC 10770
33 UGC 8613
34 NGC 4615
35 UGC 212
36 UGC 8548

Galáxias com companheiras de baixo brilho superfícial[editar | editar código-fonte]

Muitas dessas galáxias espirais são provavelmente interagindo com galáxias de baixo brilho superficial no campo de visão. Em alguns casos, no entanto, pode ser difícil determinar se a companheira está fisicamente perto da galáxia espiral ou se é uma companheira de frente/fundo ou uma fonte na borda da galáxia espiral.

Número Arp Nome comum Notas
37 M77
38 NGC 6412
39 NGC 1347
40 IC 4271
41 NGC 1232
42 NGC 5829
43 IC 607
44 IC 609
45 Arp 45 Trio de galáxias[6]
46 UGC 12665
47 Arp 47
48 Arp 48

Galáxias com pequenas companheiras de alto brilho superficial[editar | editar código-fonte]

Imagem da galáxia espiral NGC 1097 (Arp 77), imagem do Very Large Telescope do ESO

Novamente, muitas dessas galáxias espirais estão provavelmente interagindo com galáxias companheiras, embora algumas das galáxias podem ser identificadas como companheiras de frente/fundo, ou mesmo dentro de aglomerados estelares brilhantes de galáxias individuais.

Número Arp Nome comum Notas
49 NGC 5665
50 IC 1520
51 Arp 51
52 Arp 52
53 NGC 3290
54 Arp 54
55 UGC 4881
56 UGC 1432
57 Arp 57
58 UGC 4457
59 NGC 341
60 Arp 60
61 UGC 3104
62 UGC 6865
63 NGC 2944
64 UGC 9503
65 NGC 90
66 UGC 10396
67 UGC 892
68 NGC 7757
69 NGC 5579
70 UGC 934
71 NGC 6045
72 NGC 5994, NGC 5996
73 IC 1222
74 Arp 74
75 NGC 702
76 M90
77 NGC 1097
78 NGC 772

Galáxias com grandes companheiras de alto brilho superficial[editar | editar código-fonte]

A Galáxia do Rodamoinho (M51, Arp 85). Este objeto é composto por uma grande galáxia espiral interagindo com uma galáxia elíptica. Crédito: Robert Kennicutt, NASA/JPL-Caltech/Univ. do Arizona/DSS/SST.

Galáxias nesta categoria estão quase sempre claramente interagindo. O mais famoso desses objetos é a Galáxia do Rodamoinho (M51; Arp 85), o qual é composto da galáxia espiral NGC 5194 que está interagindo com a pequena galáxia elíptica NGC 5195. A interação tem distorcido a forma de ambas as galáxias; o braço espiral padrão tem sido reforçada na galáxia espiral maior, e uma ponte de estrelas e gás foi formada entre as duas galáxias. Muitas das outras galáxias nesta categoria estão também ligadas por pontes.

Número Arp Nome comum Notas
79 NGC 5490C
80 NGC 2633
81 NGC 6621, UGC 11175, NGC 6622
82 NGC 2535, NGC 2536
83 NGC 2799, NGC 3800
84 NGC 5394, NGC 5395
85 Galáxia do Rodamoinho (M51)
86 NGC 7752, NGC 7753
87 NGC 3808A, NGC 3808B
88 Arp 88
89 NGC 2648
90 NGC 5929, NGC 5930
91 NGC 5953, NGC 5954

Galáxias com companheiras elípticas[editar | editar código-fonte]

Tal como as galáxias espirais com companheiras de alto brilho superfícial, a maioria dessas galáxias espirais estão claramente interagindo em sistemas. Marés com caudas e pontes são visíveis em muitas das imagens.

Número Arp Nome comum Notas
92 NGC 7603
93 NGC 7284, NGC 7285
94 NGC 3226, NGC 3227
95 IC 4461, IC 4462
96 Arp 96
97 UGC 7085A
98 Arp 98
99 NGC 7547, NGC 7549, NGC 7550 Trio de galáxias[7]
100 IC 18, IC 19
101 UGC 10164, UGC 10169

Galáxias elípticas e similares[editar | editar código-fonte]

Galáxias conectadas com galáxias espirais[editar | editar código-fonte]

Diferentes imagens de onda infravermelha de Arp 107 (UGC 5984). Feita pelo Telescópio Espacial Spitzer

Estes objetos são muito parecidas com as galáxias espirais com companheiras elípticas. Todas as galáxias possuem características tais como a energia das marés e das pontes de caudas que foram formados através da interação gravitacional.

Número Arp Nome comum Notas
102 Arp 102
103 UGC 10586 Trio de galáxias[8]
104 NGC 5216, NGC 5218
105 NGC 3561
106 NGC 4211
107 UGC 5984
108 Arp 108

Galáxias repelindo braços espirais[editar | editar código-fonte]

Com base na descrição desses objetos, parece que inicialmente Arp pensava que as galáxias elípticas foram afastando os braços espirais em galáxias companheiras. No entanto, a maré nos braços espirais podem atualmente parecer distorcidos devido à interação. Alguns destes "repelidos" braços espirais estão no lado oposto da galáxia espiral a partir da galáxia elíptica. Simulações mostraram que tais características podem ser formadas através da interação gravitacional sozinho; repelindo forças não são necessários.

Número Arp Nome comum Notas
109 UGC 10053
110 Arp 110
111 Arp 111 Grupo de galáxias[9]
112 NGC 7805, NGC 7806

Galáxias perto e perturbando galáxias espirais[editar | editar código-fonte]

Par de galáxias NGC 4435 e NGC 4438 (Arp 120)

Esta é uma outra categoria em que a maioria dos objetos são galáxias interagindo. Tal como referido no nome da categoria, as galáxias espirais parecem perturbadas. Arp inicialmente descriveu algumas das galáxias elípticas como repulsoras.

Número Arp Nome comum Notas
113 NGC 70 Parte de um grupo de galáxias[10]
114 NGC 2276, NGC 2300
115 UGC 6678 Trio de galáxias[11]
116 Messier 60, NGC 4647
117 IC 982, IC 983
118 NGC 1141, NGC 1142
119 Arp 119
120 NGC 4435, NGC 4438
121 Arp 121
122 NGC 6040
123 NGC 1888, NGC 1889
124 NGC 6361
125 UGC 10491
126 UGC 1449
127 NGC 191 Na verdade interação entre uma galáxia lenticular e uma galáxia espiral[12]
128 UGC 827
129 UGC 5146
130 IC 5378
131 Arp 131
132 Arp 132

Galáxias com Fragmentos Próximos[editar | editar código-fonte]

Número Arp Nome comum Notas
133 NGC 541
134 Messier 49
135 NGC 1023
136 NGC 5820

Materiais emanados de galáxias elípticas[editar | editar código-fonte]

Arp pensava que as galáxias elípticas nesta categoria foram ejetando material de seus núcleos. Muitas das imagens poderiam ser interpretadas dessa forma. No entanto, esses objetos são, na verdade, uma mistura de outros fenômenos. Por exemplo, NGC 2914 (Arp 137) é apenas uma galáxia espiral com braços espirais fracos,[13] e NGC 4015 (Arp 138) é um par de galáxias interagindo onde uma galáxia é uma galáxia espiral de borda.[14] Alguns objetos, como NGC 2444 e NGC 2445 (Arp 143), são sistemas que contenham "galáxias anelares", que são criados quando uma galáxia (as galáxias elípticas nestes exemplos) passa através do disco da outra. Esta passagem provoca uma onda gravitacional em que se insere dentro do gás primeiro e depois propaga para fora e então formar a estrutura do anel.[15]

Número Arp Nome comum Notas
137 NGC 2914 Galáxia espiral com braços espirais fracos[13]
138 NGC 4015 Par de galáxias interagindo[14]
139 Arp 139 Par de galáxias interagindo[16]
140 NGC 274, NGC 275 Par de galáxias interagindo[17]
141 UGC 3730 Sistema de galáxia anelar[18]
142 NGC 2936, NGC 2937, UGC 5130 Trio de galáxias[19]
143 NGC 2444, NGC 2445 Sistema de galáxia anelar[20]
144 NGC 7828, NGC 7829 Sistema de galáxia anelar[21]
145 UGC 1840 Sistema de galáxia anelar[22]

Galáxias amorfas[editar | editar código-fonte]

Galáxias nesta categoria são referidas por Arp como galáxias que não são espirais nem elípticas em forma. Embora ele não usa o termo "amorfo" para descrever estas galáxias, é a melhor descrição para elas.

Muitas dessas galáxias são galáxias interagindo ou galáxias que são os restos da fusão de duas galáxias menores. O processo de interação irá produzir diferentes características das marés, tais como a energia das marés e das marés de pontes, que podem durar bastante tempo após as galáxias progenitoras terem seus discos e núcleos unidos. Apesar das caudas, as marés são descritas como vários fenômenos visuais ("contra-caudas", "filamentos", "loops"), todas elas são manifestações de um mesmo fenômeno.

Galáxias com anéis associados[editar | editar código-fonte]

Par de galáxias em interação Arp 148 (Objeto de Mayall)

Tal como acima referido, estas galáxias em anel podem ter sido formadas quando um galáxia companheira atravessou o anel da galáxia. A interação que produz um efeito que teria primeira vaga na matéria dentro do centro e, em seguida, fazer com que se propaguem para fora em um anel.[15]

Número Arp Nome comum Notas
146 Arp 146
147 IC 298
148 Arp 148

Galáxias com jatos[editar | editar código-fonte]

Galáxia elíptica gigante Messier 87 com seu jato relativístico (Arp 152)

Estas são galáxias que parecem estar ejetando material para fora de seus núcleos. Os "jatos" têm aparência semelhante à água pulverizada de uma mangueira. No caso do IC 803 (Arp 149) e NGC 7609 (Arp 150), os jatos são apenas parte da estrutura amorfa produzida pela interação entre as galáxias. Em Arp 151 e Messier 87 (Arp 152), no entanto, os jatos são de gás ionizado que tem sido ejetados do ambiente em torno de buracos negros supermassivos e galáxias de núcleo galáctico ativo.[23][24] Estes jatos, às vezes chamados jatos relativísticos ou rádio-jatos, são poderosas fontes de radiação síncrotron, especialmente em ondas de rádio.

Número Arp Nome comum Notas
149 IC 803 Galáxias interagindo[25]
150 NGC 7609 Galáxias interagindo[26]
151 Arp 151 Galáxia Seyfert (contém um núcleo galáctico ativo)[23]
152 Messier 87 Galáxia Seyfert (contém um núcleo galáctico ativo)[24]

Galáxias distorcidas com absorção interior[editar | editar código-fonte]

Par de galáxia em fusão chamado NGC 520 (Arp 157). Imagem do Telescópio Espacial Hubble

Galáxias nesta categoria têm características escuras, com faixas de poeira obscura que faz parte do disco da galáxia. Todas estas galáxias são os produtos de duas galáxias fundidas. NGC 520 (Arp 157) é um dos melhores exemplos de uma etapa fusão intermediária, onde as duas galáxias progenitoras têm discos aderidos juntos, mas os núcleos não têm. Centaurus A (Arp 153) e NGC 1316 (Arp 154) são duas galáxias elípticas eficazmente com faixas de poeira incomuns; suas cinemática e estrutura indicam que elas tenham sido submetidas a fusão acontecidas recentemente. NGC 4747 (Arp 159) pode ser nada mais do que um galáxia espiral de borda significativamente com escuras faixas de poeira.[27]

Número Arp Nome comum Notas
153 Centaurus A Notável radiogaláxia; contém um núcleo galáctico ativo[28]
154 NGC 1316 Notável radiogaláxia; contém um núcleo galáctico ativo[28]
155 Arp 155
156 UGC 5184
157 NGC 520 Notável fase de fusão intermediária
158 NGC 523
159 NGC 4747 Galáxia espiral com faixas escuras poeira[27]
160 NGC 4194 Também conhecida como a Fusão da Galáxia de Medusa

Galáxias com filamentos difusos[editar | editar código-fonte]

Os filamentos nestes objetos podem representar as marés da cauda de galáxias em interações. Muitas das galáxias são os restos da fusão de duas galáxias espirais para formar uma única galáxia elíptica. No entanto, NGC 3414 (Arp 162) parece ser apenas uma invulgar galáxia lenticular com um disco muito pequeno relativamente ao tamanho do seu bojo.[2] NGC 4670 (Arp 163) é uma galáxia anã compacta azul com extrema e forte formação estelar ativa;[29] é manifestamente demasiado pequeno para ser a concentração remanescente de duas galáxias espirais como os outros remanescentes de fusão nesta amostra, embora possa ter sido envolvido em uma interação muito menor.

Número Arp Nome comum Notas
161 UGC 6665
162 NGC 3414 galáxia lenticular[2]
163 NGC 4670 galáxia anã compacta azul[29]
164 NGC 455
165 NGC 2418
166 NGC 750, NGC 751

Galáxias com contra-caudas difusas[editar | editar código-fonte]

Todos esses objetos são galáxias envolvidas na interação gravitacional. Essas contra-caudas são características das marés provocadas pela interação gravitacional entre duas galáxias, características semelhantes, tal como descrito no catálogo Arp. Messier 32 (Arp 168), uma galáxia anã interagindo com a Galáxia de Andrômeda,[2] está incluída nesta categoria (embora "contra-cauda difusa" seja muito difícil de ver na fotografia de Arp).

Número Arp Nome comum Notas
167 NGC 2672, NGC 2673
168 Messier 32 Galáxia anã interagindo com a Galáxia de Andrômeda[2]
169 NGC 7236, NGC 7237, NGC 7237C Trio de galáxias[30]
170 NGC 7578
171 NGC 5718, IC 1042
172 IC 1178, IC 1181

Galáxias com contra-caudas estreitas[editar | editar código-fonte]

Esta é uma outra categoria contendo galáxias com caudas das marés produzidas pela interação gravitacional. Estas caudas de marés são mais estreitas e mais bem definidas do que a das marés de caudas nos objetos 167-172.

Número Arp Nome comum Notas
173 UGC 9561
174 NGC 3068
175 IC 3481, IC 3481A, IC 3483 Trio de galáxias[31]
176 NGC 4933 Trio de galáxias[32]
177 Arp 177
178 NGC 5613, NGC 5614, NGC 5615 Trio de galáxias[33]

Galáxias com filamentos estreitos[editar | editar código-fonte]

A Galáxia do Girino (UGC 10214; Arp 188). O "filamento estreito", o que parece ser característica das marés causado por uma interação gravitacional, pode ser visto em toda a extensão desta imagem. Crédito: ACS Science & Engineering Team, NASA

Esta categoria contém uma mistura de diferentes tipos de objetos. Como as galáxias com filamentos difusos ou galáxias com contra-caudas, algumas das galáxias nesta categoria têm sido envolvidas em interações, e os filamentos são características das marés criadas por aquelas interações. Outras, porém, são simplesmente diferentes galáxias espirais com braços espirais fracos que são descritos como "filamentos" por Arp.

Número Arp Nome comum Notas
179 Arp 179
180 Arp 180 Par de galáxias interagindo[34]
181 NGC 3212, NGC 3215 Par de galáxias interagindo[35]
182 NGC 7674, NGC 7674A Par de galáxias interagindo[36]
183 UGC 8560 Galáxia espiral[37]
184 NGC 1961 Galáxia espiral[38]
185 NGC 6217 Galáxia espiral[39]
186 NGC 1614 Galáxia espiral envolvida em recente interação[40]
187 Arp 187
188 Galáxia do Girino Galáxia envolvida em recente interação
189 NGC 4651
190 UGC 2320 Par de galáxias interagindo[41]
191 UGC 6175 Par de galáxias interagindo[42]
192 NGC 3303 Par de galáxias interagindo[43]
193 IC 883 Remanescentes de fusão

Galáxias com material ejetado do núcleo[editar | editar código-fonte]

Arp 194 é um par de galáxias interagindo. A terceira galáxia, na parte inferior da imagem é, na realidade, um novo objeto, não faz parte do sistema.

O material ejetado em muitos desses objetos parecem ser características das marés criadas pela interação gravitacional. Em alguns casos (como em NGC 5544 e NGC 5545 em Arp 199), os "materiais ejetados" são claramente uma galáxia espiral visualizada de borda que se alinha com o núcleo de outra galáxia.

Quase todos os objetos nesta categoria estão interagindo ou que tenham sofrido recentemente interações. NGC 3712 (Arp 203) é uma exceção, é apenas uma galáxia espiral de baixo brilho superficial.[44]

Número Arp Nome comum Notas
194 UGC 6945 Par de galáxias interagindo[45]
195 UGC 4653 Trio de galáxias interagindo[46]
196 Arp 196 Par de galáxias interagindo[47]
197 UGC 6503, IC 701 Par de galáxias interagindo[48]
198 UGC 6073 Par de galáxias interagindo[49]
199 NGC 5544, NGC 5545 Par de galáxias interagindo[50]
200 NGC 1134 Galáxia espiral interagindo com galáxia de baixo brilho superficial[51]
201 UGC 224 Par de galáxias interagindo[52]
202 NGC 2719, NGC 2719A Par de galáxias interagindo[53]
203 NGC 3712 Galáxia espiral de baixo brilho superficial[44]
204 UGC 8454 Par de galáxias interagindo[54]
205 NGC 3448 Remanescentes de fusão[55]
206 UGC 5983, NGC 3432 Par de galáxias interagindo[56]
207 UGC 5050 Galáxia espiral interagindo com galáxia anã[57]
208 Arp 208 Par de galáxias interagindo[58]

Galáxias com irregularidades, absorção, e resolução[editar | editar código-fonte]

Atividade de Starburst na região central da vizinha galáxia anã NGC 1569 (Arp 210). Feita pelo Telescópio Espacial Hubble

Galáxias nesta categoria têm em suas estruturas irregulares (irregularidades), notável faixa de poeira (absorção), ou um aspecto granulado (resolução). Esta categoria contém uma mistura de interações entre galáxias distorcidas por interações das marés, perto de galáxias anãs irregulares e galáxias espirais incomuns com grandes quantidades de gás.

Número Arp Nome comum Notas
209 NGC 6052 Par de galáxias interagindo[59]
210 NGC 1569 Galáxia anã[60]
211 UGCA 290 Galáxias anãs interagindo[61]
212 NGC 7625 Galáxia espiral peculiar[62]
213 IC 356 Galáxia espiral peculiar[63]
214 NGC 3718 Galáxia espiral peculiar[64]

Galáxias com loops adjacentes[editar | editar código-fonte]

Galáxia espiral Starburst vizinha NGC 3310 (Arp 217)

Estes loops adjacentes são outras manifestações das estruturas formadas por interações gravitacionais entre galáxias. Algumas destas fontes compostas de galáxias que já tem quase concluído o processo de fusão; o "loops adjacentes" são apenas os restos da interação. Entre os objetos nesta categoria está Arp 220, uma das mais bem estudadas galáxias ultraluminosas em infravermelho no céu.

Número Arp Nome comum Notas
215 NGC 2782 Galáxia espiral peculiar[2]
216 NGC 7679, NGC 7682 Par de galáxias interagindo[65]
217 NGC 3310 Notável starburst próxima;[66] remanescentes de fusão[2]
218 Arp 218 Par de galáxias interagindo[67]
219 UGC 2812 Galáxia em interação[68]
220 Arp 220 Remanescentes de fusão; notável galáxia ultraluminosa em infravermelho

Galáxias com braços espirais amorfos[editar | editar código-fonte]

Galáxia espiral NGC 7252 (Arp 226)

Muitas dessas galáxias são remanescentes de fusão. Os "braços espirais amorfos" são os restos das marés que permanecem após a colisão.

Número Arp Nome comum Notas
221 Arp 221 Trio de galáxia interagindo[69]
222 NGC 7727 Remanescentes de fusão[2]
223 NGC 7585 Recente fusão de massas desiguais[2]
224 NGC 3921 Remanescentes de fusão
225 NGC 2655 Recente fusão de massas desiguais
226 Galáxia Átomos para a Paz (NGC 7252) Remanescentes de fusão[2]

Galáxias com anéis concêntricos[editar | editar código-fonte]

Estas são galáxias com estruturas semelhantes a uma concha. Algumas estruturas de "concha" foram identificadas como os resultados de recentes fusões. Em outros casos, no entanto, a estrutura de concha pode representar o disco exterior de uma galáxia lenticular. Em alguns casos complicados, a galáxia com os anéis ou "conchas" é uma galáxia lenticular interagindo com outra galáxia; as origens das "conchas" nesses sistemas pode ser difícil de determinar.

Número Arp Nome comum Notas
227 NGC 470, NGC 474 Par de galáxias interagindo com uma galáxia lenticular[70]
228 IC 162 Galáxia lenticular[71]
229 NGC 507, NGC 508 Par de galáxias interagindo incluindo uma galáxia lenticular e uma galáxia elíptica[72]
230 IC 51 Galáxia lenticular peculiar;[73] possível remanescentes de fusão
231 IC 1575
232 NGC 2911 Galáxia lenticular peculiar[74]

Galáxias com a aparência de fissão[editar | editar código-fonte]

Par de galáxias interagindo: Arp 238 (UGC 8335). Imagem do Telescópio Espacial Hubble
NGC 5257 e NGC 5258 (Arp 240), Par de galáxias espirais interagindo. Imagem do Telescópio Espacial Hubble
Arp 256, par de galáxia espiral nas fases iniciais da colisão e fusão. Imagem pelo Telescópio Espacial Hubble.

Embora a descrição dos objetos nesta categoria o que implica que as galáxias estão se separando, a maioria dessas galáxias estão fundindo juntas. Muitos dos objetos têm muito das marés caudas acentuadas e pontes que foram formados como conseqüência da interação. A maioria dos objetos estão nas fases iniciais do processo de fusão, onde as galáxias ainda parecem ter núcleos distintos e distintos (embora distorcidos) discos. Entre as mais notáveis galáxias nesta categoria estão as Galáxias Antena (NGC 4038 e NGC 4039, Arp 244) e as Galáxias Camundongos (NGC 4676, Arp 242).

Contudo, nem todos estes objetos são galáxias interagindo. Algumas destas galáxias estão simplesmente perto galáxias anãs com estruturas irregulares.

Número Arp Nome comum Notas
233 UGC 5720 Galáxia anã[75]
234 NGC 3738 Galáxia anã[76]
235 NGC 14 Galáxia anã[77]
236 IC 1623 Par de galáxias interagindo[78]
237 UGC 5044 Par de galáxias interagindo[79]
238 UGC 8335 Par de galáxias interagindo[80]
239 NGC 5278, NGC 5279 Par de galáxias interagindo[81]
240 NGC 5257, NGC 5258 Par de galáxias interagindo[82]
241 UGC 9425 Par de galáxias interagindo[83]
242 Galáxias Camundongos (NGC 4676) Par de galáxias interagindo[84]
243 NGC 2623 Trio de galáxias interagindo[85]
244 Galáxias Antena (NGC 4038, NGC 4039) Par de galáxias interagindo[86]
245 NGC 2992, NGC 2993 Par de galáxias interagindo[87]
246 NGC 7837, NGC 7838 Par de galáxias interagindo[88]
247 UGC 4383 Par de galáxias interagindo[89]
248 Arp 248 Trio de galáxias interagindo[90]
249 UGC 12891 Par de galáxias interagindo[91]
250 Arp 250
251 Arp 251 Trio de galáxias interagindo[92]
252 Arp 252 Par de galáxias interagindo[93]
253 UGCA 173, UGCA 174 Par de galáxias interagindo[94]
254 NGC 5917 Galáxia espiral peculiar[95]
255 UGC 5304 Par de galáxias interagindo[96]
256 Arp 256 Par de galáxias interagindo[97]

Galáxias com aglomerados irregulares[editar | editar código-fonte]

Par de galáxias interagindo Arp 261. Imagem do Very Large Telescope do ESO

Estes são objetos que parecem ser uma série de aglomerações irregulares sem estrutura coerente. Muitos desses objetos são simplesmente galáxias anãs próximas. Alguns desses objetos são galáxias interagindo, enquanto outros são pequenos grupos de galáxias. Em ambos os casos, muitos das galáxias constituintes são galáxias irregulares. A superposição de duas ou mais dessas galáxias irregulares podem facilmente parecer uma única galáxia irregular maior, é por isso que o Atlas of Peculiar Galaxies (e outros catálogos) muitas vezes classificam esses pares e grupos como simples objetos.

Número Arp Nome comum Notas
257 UGC 4836 Par de galáxias interagindo[98]
258 UGC 2140 Grupo de galáxias[99]
259 NGC 1741 Grupo de galáxias[100]
260 UGC 7230 Par de galáxias interagindo[101]
261 Arp 261 Grupo de galáxias[102]
262 Arp 262 Par de galáxias interagindo[103]
263 NGC 3239 Galáxia anã[104]
264 NGC 3104 Galáxia anã[105]
265 IC 3862 Par de galáxias interagindo[106]
266 NGC 4861 Galáxia anã[107]
267 UGC 5746 Galáxia anã[108]
268 Holmberg II Galáxia anã[109]

Galáxias duplas e múltiplas[editar | editar código-fonte]

Arp inicialmente referiu-se para estas galáxias como "galáxias duplas", mas muitas dessas são mais de duas galáxias. Alguns dos objetos consistem de galáxias interagindo, enquanto que outras são realmente grupos de galáxias. A diferença é que galáxias interagindo serão distorcidas, considerando que galáxias em grupos são simplesmente vinculadas gravitacionalmente umas às outras, mas não necessariamente próximas suficientemente umas às outras para induzir mudanças estruturais importantes.

Galáxias com braços conectados[editar | editar código-fonte]

Arp 272: NGC 6050 e IC 1179, galáxias espirais interagindo. Imagem feita pelo Telescópio Espacial Hubble.

Todas estas galáxias são pares de galáxias interagindo com exceção de NGC 5679 (Arp 274), que pode ser uma interação entre um trio de galáxias.[110] Os braços conectados aqui descritos são características de pontes de maré que se formam entre as galáxias interagindo. Estas pontes formam-se cedo, durante as interações galácticas.

Número Arp Nome comum Notas
269 NGC 4485, NGC 4490 Par de galáxias interagindo[111]
270 NGC 3395, NGC 3396 Par de galáxias interagindo[112]
271 NGC 5426, NGC 5427 Par de galáxias interagindo[113]
272 NGC 6050, IC 1179 Par de galáxias interagindo[114]
273 UGC 1810, UGC 1813 Par de galáxias interagindo[115]
274 NGC 5679 Trio de galáxias interagindo[110]

Galáxias interagindo[editar | editar código-fonte]

Ao contrário de muitos dos objetos listados na seção galáxias amorfas, a interação galáctica que compõem esses objetos são ainda distinguíveis uns dos outros.

Número Arp Nome comum Notas
275 NGC 2881 Par de galáxias interagindo[116]
276 NGC 935, IC 1801 Par de galáxias interagindo[117]
277 NGC 4809, NGC 4810 Par de galáxias interagindo[118]
278 NGC 7253 Par de galáxias interagindo[119]
279 NGC 1253, NGC 1253A Par de galáxias interagindo[120]
280 NGC 3769, NGC 3769A Par de galáxias interagindo[121]

Galáxias com atração e colapso[editar | editar código-fonte]

Galáxia espiral de borda NGC 4631 e galáxia anã elíptica NGC 4627 (abaixo) compõem o par Arp 281

Esta categoria contém uma estranha mistura de objetos. Dois dos objetos são galáxias vistas de borda com pequenas galáxias companheiras próximas. Dois dos objetos estão ligadas por pontes de marés. Os últimos dois objetos podem estar simplesmente interagindo uns com os outros através de longas distâncias.

Número Arp Nome comum Notes
281 NGC 4627, NGC 4631 Galáxia espiral com uma companheira galáxia anã elíptica[122]
282 NGC 169, NGC 169A Galáxia espiral com uma pequena galáxia companheira[123]
283 NGC 2798, NGC 2799 Par de galáxias interagindo[124]
284 NGC 7714, NGC 7715 Par de galáxias interagindo[125]
285 NGC 2854, NGC 2856 Par de galáxias[126]
286 NGC 5560, NGC 5566, NGC 5569 Trio de galáxias interagindo[2]

Galáxias com efeitos de vento[editar | editar código-fonte]

Embora incluído galáxias duplas na categoria, muitos desses objetos são galáxias individuais. Os "efeitos de vento" referem-se a aparência, não a atual detecção do gás de alta velocidade (tal como é encontrada em M82). Em alguns casos, a aparência pode ser o resultado da interação. Em outros casos, particularmente NGC 3981 (Arp 289), a fraca e estendida emissão pode estar relacionada com a natureza intrínseca da própria galáxia, e não interações com outros objetos.[2]

Número Arp Nome comum Notas
287 NGC 2735, NGC 2735A Par de galáxias[127]
288 NGC 5221, NGC 5222 Trio de galáxias[128]
289 NGC 3981 Galáxia espiral peculiar[129][2]
290 IC 195, IC 196 Par de galáxias interagindo[130]
291 UGC 5832 Galáxia irregular[131]
292 IC 575 Galáxia espiral peculiar[132]
293 NGC 6285, NGC 6286 Par de galáxias interagindo[133]

Galáxias duplas ou múltiplas com longos filamentos[editar | editar código-fonte]

Arp 297: Par de galáxias espiral (NGC 5754) /irregular (NGC 5752), imagem do Telescópio Espacial Hubble

Os longos filamentos nestes sistemas são provavelmente marés de caudas ou pontes que tenham sido produzidos como resultado da interação gravitacional entre as galáxias.

Número Arp Nome comum Notas
294 NGC 3786, NGC 3788 Par de galáxias interagindo[134]
295 Arp 295 Par de galáxias interagindo[135]
296 Arp 296
297 Arp 297 Galáxias interagindo dentro de um grupo[136]

Objetos não classificados[editar | editar código-fonte]

IC 694 e NGC 3690 (Arp 299), Par de galáxias interagindo, imagem feita pelo Telescópio Espacial Hubble
UGC 9618 (Arp 302), um par de galáxias espirais vistas uma de face e outra de borda, imagem feita pelo Telescópio Espacial Hubble

Arp não deu uma subclassificação para objetos os 298-310 em seu atlas. Estes objetos são, na sua maioria pares de galáxias interagindo.

Número Arp Nome comum Descrição
298 NGC 7469, IC 5283 Par de galáxias[137]
299 Arp 299 Trio de galáxias[138]
300 Arp 300 Grupo de galáxias[139]
301 UGC 6204, UGC 6207 Par de galáxias[140]
302 UGC 9618 Par de galáxias[141]
303 IC 563, IC 564 Par de galáxias[142]
304 NGC 1241, NGC 1242 Par de galáxias[143]
305 NGC 4016, NGC 4017 Par de galáxias[144]
306 Arp 306 Grupo com dois pares de galáxias[145]
307 NGC 2872, NGC 2874 Par de galáxias[146]
308 NGC 545, NGC 547 Par de galáxias[147]
309 NGC 942, NGC 943 Par de galáxias[148]
310 IC 1259 Par de galáxias[149]

Grupos de galáxias[editar | editar código-fonte]

Número Arp Nome comum Descrição
311 IC 1258 e companheiras
312 MCG +08-31-004
313 NGC 3994 + NGC 3995
314 MCG -03-58-009 + MCG -03-58-010 + MCG -03-58-011
315 NGC 2830 + NGC 2831 + NGC 2832
316 NGC 3193
317 Trio do Leão
318 NGC 833 e companheiras
319 Quinteto de Stephan
320 Septeto de Copeland
321 Hickson 40 A-E

Correntes de galáxias[editar | editar código-fonte]

Número Arp Nome comum Descrição
322 UGC 6527
323 Hickson 98 A-D
324 UGC 10143
325 ESO601-G018A+B e MCG -04-52-014
326 UGC 8610
327 NGC 1875; Hickson 34 A-D
328 UGC 9532; Hickson 72
329 UGC 6514
330 I Zw 167; MCG +09-27-094
331 NGC 379 e companheiras (Nuvem de Pisces)
332 NGC 1228

Diversos[editar | editar código-fonte]

Número Arp Nome comum Descrição
333 NGC 1024
334 UGC 8498
335 NGC 3509
336 NGC 2685
337 Messier 82
338 PGC 3094767

Galáxias Arp mais brilhantes para astrônomos amadores[editar | editar código-fonte]

Maynard Pittendreigh, um astrônomo amador e ocasional escritor, elaborou uma lista das mais brilhantes galáxias Arp que são mais facilmente visualizadas por típicos astrônomos amadores. As galáxias na lista podem ser observadas visualmente e não requerem equipamentos especiais ou de imagem fotográfica. Estas incluem:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Astronomia A Wikipédia possui o:
Portal da Astronomia


Referências

  1. a b «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 2857. Consultado em 16 de julho de 2006 
  2. a b c d e f g h i j k l m n A. Sandage, J. Bedke (1994). Carnegie Atlas of Galaxies. Washington, D.C.: Carnegie Institution of Washington. ISBN 0-87279-667-1 
  3. a b «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 6365. Consultado em 12 de julho de 2006 
  4. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for IC 167. Consultado em 12 de julho de 2006 
  5. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for UGC 10770. Consultado em 12 de julho de 2006 
  6. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 45. Consultado em 14 de julho de 2006 
  7. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 99. Consultado em 17 de julho de 2006 
  8. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 103. Consultado em 18 de julho de 2006 
  9. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 111. Consultado em 18 de julho de 2006 
  10. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 70. Consultado em 19 de julho de 2006 
  11. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 115. Consultado em 19 de julho de 2006 
  12. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 115. Consultado em 19 de julho de 2006 
  13. a b «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 2914. Consultado em 20 de julho de 2006 
  14. a b «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 4015. Consultado em 20 de julho de 2006 
  15. a b R. Lynds, A. Toomre (1976). «On the interpretation of ring galaxies : the binary ring system II Hz4». Astrophysical Journal. 209: 328–388. doi:10.1086/154730 
  16. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 139. Consultado em 20 de julho de 2006 
  17. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 140. Consultado em 20 de julho de 2006 
  18. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 141. Consultado em 20 de julho de 2006 
  19. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 142. Consultado em 20 de julho de 2006 
  20. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 143. Consultado em 20 de julho de 2006 
  21. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 144. Consultado em 20 de julho de 2006 
  22. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 145. Consultado em 20 de julho de 2006 
  23. a b «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 151. Consultado em 24 de julho de 2006 
  24. a b «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for M87. Consultado em 24 de julho de 2006 
  25. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for IC 803. Consultado em 24 de julho de 2006 
  26. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 7609. Consultado em 24 de julho de 2006 
  27. a b «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 4747. Consultado em 24 de julho de 2006 
  28. a b «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 5128. Consultado em 24 de julho de 2006 
  29. a b «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 4670. Consultado em 25 de julho de 2006 
  30. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 169. Consultado em 25 de julho de 2006 
  31. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 175. Consultado em 25 de julho de 2006 
  32. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 176. Consultado em 25 de julho de 2006 
  33. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 178. Consultado em 25 de julho de 2006 
  34. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 180. Consultado em 26 de julho de 2006 
  35. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 181. Consultado em 26 de julho de 2006 
  36. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 182. Consultado em 26 de julho de 2006 
  37. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for UGC 8560. Consultado em 26 de julho de 2006 
  38. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 1961. Consultado em 26 de julho de 2006 
  39. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 6217. Consultado em 26 de julho de 2006 
  40. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 1614. Consultado em 26 de julho de 2006 
  41. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for UGC 2320. Consultado em 26 de julho de 2006 
  42. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for UGC 6175. Consultado em 26 de julho de 2006 
  43. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC3303. Consultado em 26 de julho de 2006 
  44. a b «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 3712. Consultado em 27 de julho de 2006 
  45. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 194. Consultado em 27 de julho de 2006 
  46. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 195. Consultado em 27 de julho de 2006 
  47. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 196. Consultado em 27 de julho de 2006 
  48. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 197. Consultado em 27 de julho de 2006 
  49. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 198. Consultado em 27 de julho de 2006 
  50. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 199. Consultado em 27 de julho de 2006 
  51. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 1134. Consultado em 27 de julho de 2006 
  52. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 201. Consultado em 27 de julho de 2006 
  53. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 202. Consultado em 27 de julho de 2006 
  54. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 204. Consultado em 27 de julho de 2006 
  55. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 205. Consultado em 27 de julho de 2006 
  56. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 206. Consultado em 27 de julho de 2006 
  57. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 207. Consultado em 27 de julho de 2006 
  58. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 208. Consultado em 27 de julho de 2006 
  59. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 209. Consultado em 28 de julho de 2006 
  60. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 1569. Consultado em 28 de julho de 2006 
  61. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for UGCA 290. Consultado em 28 de julho de 2006 
  62. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 7625. Consultado em 28 de julho de 2006 
  63. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for IC 356. Consultado em 28 de julho de 2006 
  64. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 3718. Consultado em 28 de julho de 2006 
  65. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 216. Consultado em 27 de julho de 2006 
  66. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 3310. Consultado em 27 de julho de 2006 
  67. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 218. Consultado em 27 de julho de 2006 
  68. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 219. Consultado em 27 de julho de 2006 
  69. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 221. Consultado em 31 de julho de 2006 
  70. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 227. Consultado em 31 de julho de 2006 
  71. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for IC 162. Consultado em 31 de julho de 2006 
  72. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 229. Consultado em 31 de julho de 2006 
  73. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for IC 51. Consultado em 31 de julho de 2006 
  74. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 2911. Consultado em 10 de agosto de 2006 
  75. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for UGC 5720. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  76. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 3738. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  77. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 14. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  78. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for IC 1623. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  79. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for UGC 5044. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  80. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for UGC 8355. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  81. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 239. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  82. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 240. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  83. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for UGC 9425. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  84. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 4676. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  85. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 2623. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  86. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 244. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  87. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 245. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  88. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 246. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  89. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for UGC 4383. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  90. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 248. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  91. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for UGC 12891. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  92. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 251. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  93. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 252. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  94. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 253. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  95. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 5917. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  96. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for UGC 5304. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  97. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 256. Consultado em 2 de agosto de 2006 
  98. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for UGC 4836. Consultado em 7 de agosto de 2006 
  99. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for UGC 2140. Consultado em 7 de agosto de 2006 
  100. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 7140. Consultado em 7 de agosto de 2006 
  101. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for UGC 7230. Consultado em 7 de agosto de 2006 
  102. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 261. Consultado em 7 de agosto de 2006 
  103. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 262. Consultado em 7 de agosto de 2006 
  104. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 3239. Consultado em 7 de agosto de 2006 
  105. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 3104. Consultado em 7 de agosto de 2006 
  106. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for IC 3862. Consultado em 7 de agosto de 2006 
  107. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 4861. Consultado em 7 de agosto de 2006 
  108. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for UGC 5746. Consultado em 7 de agosto de 2006 
  109. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for UGC 4305. Consultado em 7 de agosto de 2006 
  110. a b «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 5679. Consultado em 10 de agosto de 2006 
  111. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 269. Consultado em 10 de agosto de 2006 
  112. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 270. Consultado em 10 de agosto de 2006 
  113. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 271. Consultado em 10 de agosto de 2006 
  114. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for UGC 10186. Consultado em 10 de agosto de 2006 
  115. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 273. Consultado em 10 de agosto de 2006 
  116. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 2881. Consultado em 10 de agosto de 2006 
  117. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 276. Consultado em 10 de agosto de 2006 
  118. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 277. Consultado em 10 de agosto de 2006 
  119. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 7253. Consultado em 10 de agosto de 2006 
  120. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 279. Consultado em 10 de agosto de 2006 
  121. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 280. Consultado em 10 de agosto de 2006 
  122. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 281. Consultado em 10 de agosto de 2006 
  123. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 282. Consultado em 10 de agosto de 2006 
  124. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 283. Consultado em 10 de agosto de 2006 
  125. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 284. Consultado em 10 de agosto de 2006 
  126. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 285. Consultado em 10 de agosto de 2006 
  127. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 287. Consultado em 13 de agosto de 2006 
  128. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 288. Consultado em 13 de agosto de 2006 
  129. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for NGC 3981. Consultado em 13 de agosto de 2006 
  130. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 290. Consultado em 13 de agosto de 2006 
  131. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for UGC 5832. Consultado em 13 de agosto de 2006 
  132. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for IC 575. Consultado em 13 de agosto de 2006 
  133. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 293. Consultado em 13 de agosto de 2006 
  134. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 294. Consultado em 13 de agosto de 2006 
  135. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 295. Consultado em 13 de agosto de 2006 
  136. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 297. Consultado em 13 de agosto de 2006 
  137. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 298. Consultado em 21 de agosto de 2006 
  138. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 299. Consultado em 21 de agosto de 2006 
  139. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 300. Consultado em 21 de agosto de 2006 
  140. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 301. Consultado em 21 de agosto de 2006 
  141. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for UGC 9618. Consultado em 21 de agosto de 2006 
  142. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 303. Consultado em 21 de agosto de 2006 
  143. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 304. Consultado em 21 de agosto de 2006 
  144. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 305. Consultado em 21 de agosto de 2006 
  145. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 306. Consultado em 21 de agosto de 2006 
  146. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 307. Consultado em 21 de agosto de 2006 
  147. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 308. Consultado em 21 de agosto de 2006 
  148. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 309. Consultado em 21 de agosto de 2006 
  149. «NASA/IPAC Extragalactic Database». Results for Arp 310. Consultado em 21 de agosto de 2006 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Atlas of Peculiar Galaxies