François-Auguste Biard

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Auguste François Biard)
Ir para: navegação, pesquisa
"O Comérciio de Escravos" de Auguste François Biard, 1840

François-Auguste Biard (Lyon, 29 de junho de 1799Fontainebleau, 20 de junho de 1882) foi um naturalista e pintor francês.

Viajou pelo Brasil entre 1858 e 1859, chegando ao Rio de Janeiro em maio, onde pintou retratos da Família Imperial. Depois passou pelo Espírito Santo, Belém e Manaus. Fez uma expedição pelo Rio Madeira, voltando a Belém, de onde regressou à Europa, em novembro de 1859.

Durante sua viagem colecionou pássaros, conchas, peles de animais. Como resultado de sua viagem, publicou Deux années au Brésil, em Paris, em 1862. Por não ter a formação de um naturalista, sua obra teve pouca relevância científica.

Segundo a Brasiliana, abaixo citada, "o artista francês François-Auguste Biard foi um dos mais satíricos críticos da vida cotidiana no clima tropical brasileiro. Narrou inúmeras aventuras envolvendo insetos, répteis e animais ferozes. Seu livro (…) é ilustrado com dramáticas gravuras de nuvens de mosquitos, invasões de formigas e um extração de bicho-do-pé." No entanto, as ilustrações de Deux années au Brésil foram feitas por Édouard Riou.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre François-Auguste Biard
  • Brasiliana da Biblioteca Nacional, Rio de Janeiro, 2001.
  • BIARD, François Auguste. "Deux années au Brésil", Hachette, Paris, 1862.
  • GASPAR, Lúcia. Viajantes em terras brasileiras - Documentos existentes no acervo da Biblioteca Central Blanche Knopf. Recife: Fundação Joaquim Nabuco.
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.