Aurangzeb

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Aurangzeb
Nascimento 3 de novembro de 1618
Dahod
Morte 3 de março de 1707 (88 anos)
Amadanagar
Sepultamento Túmulo de Aurangzeb
Cidadania Império Mogol
Progenitores
Cônjuge Dilras Banu Begum, Nawab Bai, Aurangabadi Mahal
Filho(s) Maomé Akbar, Zeb-un-Nisa, Mehr-un-Nissa, Maomé Azam, Zinat un-nisa, Maomé Sultão de Mogol, Badur I, Zubdat-un-Nissa, Maomé Kam Bakhsh, Badr-un-Nissa Begum
Irmão(s) Jahanara Begum Sahib, Gauhar Ara Begum, Roshanara Begum, Shah Shuja, Prince Dārā Shikūh, Murad Bakhsh
Ocupação político, monarca
Religião Islão, sunismo

Abu Muzaffar Muhiuddin Muhammad Aurangzeb Alamgir, também referenciado por Alamgir I (Dahod, 3 de novembro de 1618Ahmadnagar, 3 de março de 1707) foi um imperador mogol cujo reinado durou de 1685 a 1705.

Aurangzeb era considerado inteligente, eficiente e impiedoso, além de ser um devoto muçulmano. Começou o seu reinado prendendo o velho e doente pai, o Jahan, e matando os irmãos, seus rivais para o trono. Uma série de conquistas permitiu-lhe estender o Império Mogol cobrindo quase todo o subcontinente indiano no território dos atuais Índia e Paquistão, e parte do atual Afeganistão. No entanto nunca submeteu inteiramente os maratas do Decão, a parte peninsular da Índia e, já perto de sua morte, sua autoridade era amplamente desafiada.

O fanatismo religioso de Aurangzeb levou-o a perseguir a população hindu, em vez de continuar uma política de conciliação, tal como fizera o seu bisavô Akbar. Foi talvez isso, mais do que qualquer outro motivo, que apressou a fragmentação do império logo após a sua morte, aos oitenta e oito anos.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Shah Jahan
Imperador Mogol
1685 — 1705
Sucedido por
Bahadur I