Autódromo de Deodoro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou secção contém informações sobre uma construção futura.
É provável que contenha informações de natureza especulativa, e seu conteúdo pode mudar drasticamente.
Tower crane colorize.png

O Autódromo de Deodoro, ainda em fase de projeto, será construido no bairro de Deodoro, no Rio de Janeiro, em substituição ao Autódromo de Jacarepaguá, que em 2012 foi desativado e demolido para obras dos Jogos Olímpicos de 2016.

A previsão inicial era de que a construção tivesse início e conclusão em 2012,[1] contudo, em Dezembro de 2011, o Departamento Jurídico da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) pediu a impugnação do edital de construção do Parque Olímpico no Rio de Janeiro no terreno do Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Jacarepaguá. Segundo a entidade, o uso da área para a construção foi condicionado à construção e entrega de um novo autódromo de padrão internacional.[2] Em Janeiro de 2012, a Justiça acatou o pedido da CBA e suspendeu o processo licitatório.[3]

Em Maio de 2012, após reunião em Brasília entre o presidente da CBA, Cleyton Pinteiro, e representantes do Governo Federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro e Prefeitura, ficou definido que a construção do autódromo começaria em Janeiro de 2013.[4] Em Julho, no entanto, foi levantado um problema de segurança. O local escolhido (uma área militar que não era utilizada há muito tempo) poderia esconder minas, granadas e bombas. De forma que a obra só poderia ter início após a conclusão das investigações ao terreno, provando a segurança do local.[5] Em Novembro, o Ministério do Esporte e o Exército Brasileiro anunciaram o projeto de construção do autódromo.[6]

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre Automobilismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.