Autodesk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Autodesk, Inc.
Empresa de capital aberto
Cotação NASDAQ: ADSK
Atividade Software
Gênero Incorporation
Fundação 30 de janeiro de 1982 (1982-01-30) em Mill Valley, Califórnia, Estados Unidos
Fundador(es) John Walker, Dan Drake
Destino 4 de julho de 2011 (2011-07-04) em Mill Valley, Califórnia, Estados Unidos
Encerramento 5 de janeiro de 2020 (2020-01-05) em Mill Valley, Califórnia, Estados Unidos
Sede São Rafael, Califórnia, Estados Unidos
Proprietário(s) 3 de julho de 2015 (2015-07-03) em Mill Valley, Califórnia, Estados Unidos
Pessoas-chave
  • Crawford W. Beveridge
  • (Presidente do conselho de administração)
  • Andrew Anagnost
  • (Diretor executivo)
Empregados 9,000+ (2016)[1]
Produtos Veja produtos
Lucro Baixa US$-582 milhões (2017)[2]
LAJIR Baixa US$-499 milhões (2017)[2]
Faturamento Baixa US$2.03 bilhões (2017)[2]
Website oficial www.autodesk.com

A Autodesk, Inc. (cujas ações no NASDAQ têm o título ADSK) é uma empresa de software de design e de conteúdo digital. Foi fundada por John Walker e 12 outros co-fundadores em 1982. Ao longo da sua história, teve sede em várias localizações de Marin County na Califórnia. Atualmente, a sede situa-se em São Rafael - Califórnia.

Organização[editar | editar código-fonte]

A Autodesk está organizada em dois segmentos: o Design Solutions Group e a divisão Autodesk Media and Entertainment. O Design Solutions Group (DSG) abrange a competência fulcral da Autodesk, que se situa nas tecnologias de tecnologia de desenho, enquanto que o MED oferece soluções para os média e entretenimento.

O DSG divide-se por sua vez em 5 ~unidades de negócio específicas: a Platform Technology Division (PTD), a Manufacturing Solutions Division (MSD), a Infrastructure Solutions Division (ISD), a Building Solutions Division (BSD) e Restantes, que inclui os Serviços de colaboração Autodesk e Consultoria Autodesk.

História[editar | editar código-fonte]

A Autodesk apresentou o AutoCAD (anteriormente chamado de MicroCAD) na COMDEX de 1982.

Inicialmente, o AutoCAD foi escrito para vários sistemas operativos, sobretudo para a arquitetura CP/M architecture, mas também para o DOS e Unix.

O objetivo último da companhia era o de tornar a (AutoCAD) conhecida, um software que corria na plataforma recentemente criada pela IBM, que se tornaria conhecida como a do PC. A aplicação era relativamente medíocre em termos de CAD, devido às limitações dos processadores Intel e o sistema MS-DOS da época, mas por outro lado, esta plataforma tornava-se agora universal. Foi criada uma ferramenta de CAD que era suficiente para criar desenhos técnicos detalhados, a um preço acessível a pequenas empresas de design, engenharia e arquitetura.

A versão 2.1 introduziu um conceito na altura inovador na indústria do software CAD: a plataforma aberta, com a introdução de um intérprete embutido de Lisp, com uma dialeto adaptado da linguagem Lisp, o Autolisp, adaptado para programar soluções específicas no AutoCAD.

Para além disso, foi implementado um sub-sistema das suas bibliotecas em C, e foi tornado disponível aos programadores.

Isto teve como resultado uma evolução de uma grande número de pequenas empresas de software desenvolvendo soluções para o AutoCAD como a plataforma principal (quase como se tratasse de um sistema operativo). Desde então, a Autodesk beneficiou bastante destes desenvolvimentos ao comprar as empresas mais prometedoras e prolíficas no desenvolvimento de melhorias ao seu software. O código destas empresas é então adicionado ao código do AutoCAD para uso em novos produtos.

Desde a versão 12, a companhia abandonou o ambiente Unix, e desde a versão 14 descontinuou a versão para MS-DOS e trabalha em cooperação apertada com a Microsoft, partilhando a sua tecnologia de base para atingir performance superior no sistema operativo Windows.

Em 2002, a Autodesk comprou um software concorrente chamado Revit [3], da Revit Technologies, uma empresa com sede em Massachusetts, pelo preço de 133 milhões de dólares. O Revit, para as soluções de construção e infraestrutura e o Inventor [4] para o grupo da mecânica, formaram a fundação da futura geração dos produtos Autodesk - largando o código do Autocad, em parte velho de 20 anos.

A 4 de Outubro de 2005, a Autodesk anunciou planos para a aquisição da Alias, por um montante em dinheiro avaliado em 182 milhões de dólares.

A 10 de Janeiro de 2006, a Autodesk completou a aquisição da Alias por 197 milhões de dólares.

Produtos[editar | editar código-fonte]

Os principais produtos oferecidos pelo Design Solutions Segment são:

Os principais produtos oferecidos pela Autodesk Media and Entertainment Division são o Autodesk 3ds Max, Discreet Flame, Discreet Inferno, Discreet Smoke, Autodesk Toxik e Discreet Lustre.

Outros produtos ainda, são o Autosketch, Autodesk Subscription Program e o Autodesk LocationLogic.

Referências