Autodesk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde julho de 2014). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Autodesk, Inc.
Autodesk Logo.svg
Tipo Pública (NASDAQ: ADSK)
Indústria Software CAD/CAM [1]
Fundação Mill Valley, Califórnia (1982)
Sede São Rafael (Califórnia)
Pessoas-chave John Walker, fundador
Carol Bartz, Chairwoman & CEO
Empregados 3.493 (2004)
Produtos Ver lista de produtos
Faturamento Green up.png $1,234 bilhões USD (2004)
Website oficial www.autodesk.com

A Autodesk, Inc. (cujas ações no NASDAQ têm o título ADSK) é uma empresa de software de design e de conteúdo digital. Foi fundada por John Walker e 12 outros co-fundadores em 1982. Ao longo da sua história, teve sede em várias localizações de Marin County na Califórnia. Atualmente, a sede situa-se em São Rafael - Califórnia.

Organização[editar | editar código-fonte]

A Autodesk está organizada em dois segmentos: o Design Solutions Group e a divisão Autodesk Media and Entertainment. O Design Solutions Group (DSG) abrange a competência fulcral da Autodesk, que se situa nas tecnologias de tecnologia de desenho, enquanto que o MED oferece soluções para os média e entretenimento.

O DSG divide-se por sua vez em 5 ~unidades de negócio específicas: a Platform Technology Division (PTD), a Manufacturing Solutions Division (MSD), a Infrastructure Solutions Division (ISD), a Building Solutions Division (BSD) e Restantes, que inclui os Serviços de colaboração Autodesk e Consultoria Autodesk.

História[editar | editar código-fonte]

A Autodesk apresentou o AutoCAD (anteriormente chamado de MicroCAD) na COMDEX de 1982.

Inicialmente, o AutoCAD foi escrito para vários sistemas operativos, sobretudo para a arquitetura CP/M architecture, mas também para o DOS e Unix.

O objetivo último da companhia era o de tornar a (AutoCAD) conhecida, um software que corria na plataforma recentemente criada pela IBM, que se tornaria conhecida como a do PC. A aplicação era relativamente medíocre em termos de CAD, devido às limitações dos processadores Intel e o sistema MS-DOS da época, mas por outro lado, esta plataforma tornava-se agora universal. Foi criada uma ferramenta de CAD que era suficiente para criar desenhos técnicos detalhados, a um preço acessível a pequenas empresas de design, engenharia e arquitetura.

A versão 2.1 introduziu um conceito na altura inovador na indústria do software CAD: a plataforma aberta, com a introdução de um intérprete embutido de Lisp, com uma dialeto adaptado da linguagem Lisp, o Autolisp, adaptado para programar soluções específicas no AutoCAD.

Para além disso, foi implementado um sub-sistema das suas livrarias em C, e foi tornado disponível aos programadores.

Isto teve como resultado uma evolução de uma grande número de pequenas empresas de software desenvolvendo soluções para o AutoCAD como a plataforma principal (quase como se tratasse de um sistema operativo). Desde então, a Autodesk beneficiou bastante destes desenvolvimentos ao comprar as empresas mais prometedoras e prolíficas no desenvolvimento de melhorias ao seu software. O código destas empresas é então adicionado ao código do AutoCAD para uso em novos produtos.

Desde a versão 12, a companhia abandonou o ambiente Unix, e desde a versão 14 descontinuou a versão para MS-DOS e trabalha em cooperação apertada com a Microsoft, partilhando a sua tecnologia de base para atingir performance superior no sistema operativo Windows.

O AutoCAD é o 'padrão defacto em soluções genéricas de CAD, e os seus formatos de ficheiro DXF e DWG são os mais comuns para o intercâmbio no CAD. Desde os finais da década de 1990, a companhia fez um esforço concertado para providenciar um produto para todas as soluções da indústria, muitas vezes comprando empresas e tecnologias competidoras. Por causa disto, e devido à falta de competidores da mesma dimensão, muitos críticos consideram a companhia como a Microsoft da indústria de software de desenho técnico.

Em 2002, a Autodesk comprou um software concorrente chamado Revit [2], da Revit Technologies, uma empresa com sede em Massachusetts, pelo preço de 133 milhões de dólares. O Revit, para as soluções de construção e infraestrutura e o Inventor [3] para o grupo da mecânica, formaram a fundação da futura geração dos produtos Autodesk - largando o código do Autocad, em parte velho de 20 anos.

Não havendo um competidor de tamanho semelhante na indústria de software de desenho, os produtos da Autodesk competem com produtos de diversas outras companhias, incluindo o Microstation, pertencente à Bentley Systems, o ArchiCAD, da Graphisoft, o VectorWorks da Nemetschek, o SolidWorks, que pertence à Dassault Systèmes, o 12d Model, da 12d Solutions, e Pro/E, pertencente à PTC.

A 4 de Outubro de 2005, a Autodesk anunciou planos para a aquisição da Alias, por um montante em dinheiro avaliado em 182 milhões de dólares.

A 10 de Janeiro de 2006, a Autodesk completou a aquisição da Alias por 197 milhões de dólares.

Produtos[editar | editar código-fonte]

Os principais produtos oferecidos pelo Design Solutions Segment são:

Os principais produtos oferecidos pela Autodesk Media and Entertainment Division são o Autodesk 3ds Max, Discreet Flame, Discreet Inferno, Discreet Smoke, Autodesk Toxik e Discreet Lustre.

Outros produtos ainda, são o Autosketch, Autodesk Subscription Program e o Autodesk LocationLogic.

Lista completa de produtos[editar | editar código-fonte]

Referências