Avenida Paulista (minissérie)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura por outros significados, veja Avenida Paulista (desambiguação).
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Avenida Paulista
Informação geral
Formato Minissérie
Gênero
Duração 50 minutos
Estado Finalizada
Criador(es) Daniel Más
Leilah Assumpção
Desenvolvedor(es) Rede Globo
País de origem  Brasil
Idioma original (português brasileiro)
Produção
Diretor(es) Walter Avancini
Câmera Multicâmera
Elenco Antônio Fagundes
Walmor Chagas
Dina Sfat
Ney Latorraca
Bruna Lombardi
Localização São Paulo
Exibição
Emissora de televisão original Brasil Rede Globo
Formato de exibição 480i (SDTV)
Transmissão original 1028 de maio de 1982
N.º de episódios 15
Cronologia
Lampião e Maria Bonita
Quem Ama não Mata

Avenida Paulista foi uma minissérie brasileira produzida pela Rede Globo e exibida de 10 a 28 de maio de 1982, em 15 capítulos. Escrita por Daniel Más e Leilah Assumpção, com coordenação de texto de Luciano Ramos; foi dirigida por Jardel Mello, Hugo Barreto, Cassiano Filho e Walter Avancini.[1]

Trama[editar | editar código-fonte]

A história começa quando bancário Alexandre Torres se aproveita de uma falha no computador, e desvia CR$ 10 milhões. Descoberto o crime, o presidente do Banco Scorza, Frederico Scorza o promove, pois em breve pretende usar o funcionário como responsável pela falência de uma de suas empresas. Para isso, conta com a ajuda de uma das executivas do banco e sua amante, Paula Alencar, que se envolve com Alex, a mando de Frederico, pois percebe que Juliana, esposa de Alex, pode atrapalhar seus planos. Porém a situação muda, quando Frederico rompe seu caso com Paula, que para se vingar conta a verdade a Alex, juntando-se a ele para roubar a fortuna e as ações de Scorza.[2][3]

Começam então, a chantagear os executivos do Grupo Scorza. Rodrigo e Edgar, irmãos de Scorza são os primeiros. Após o descobrimento de um desvio de dinheiro, Alex e Paula chantageiam os irmãos e assim conseguem informações confidenciais. Depois induzem Sérgio ao suicídio, quando este fica sabendo não ser filho de Frederico e Alice. Por fim, fazem com que Eduardo perca a herança da família Scorza; e envolvem Albino, noivo de Anamaria num escândalo, desmoralizando-o e, facilitando uma aproximação de Alex com Anamaria, que algum tempo depois se casam.[2][3]

Mas uma reviravolta acontece: Frederico é assassinado e todas suspeitas caem sobre Alex. Seu único álibi, é Paula que depõe contra Alex. O bancário é preso acusado de um golpe financeiro e de assassinato, enquanto Paula se encontra com Scorza vivo.[2][3]

Elenco[editar | editar código-fonte]

em ordem de abertura

Ator/Atriz Personagem
Antônio Fagundes Alexandre Torres (Alex)
Walmor Chagas Frederico Scorza
Dina Sfat Paula Alencar
Ney Latorraca Serginho Scorza
Bruna Lombardi Anamaria Scorza Torres
Martha Overbeck Sra. Alice Scorza
Wanda Stefânia Juliana
Luiz Armando Queiroz Dudu
João José Pompeo Rodrigo
Odilon Wagner Albino de Almeida Moraes
Yara Lins Elvira
Odavlas Petti Edgar
Zélia Toledo Tânia
Andréa L'Abatte Maria do Carmo
Jolly Fernandes Alexandra
Convidados
Ator/Atriz Personagem
Lélia Abramo Bebel
Walter Forster Álvaro
Elenco de apoio
Ator/Atriz Personagem Ref
Abrahão Farc Seixas [1][4]
Angélica Anamaria Scorza Torres (criança)
Benjamin Cattan Gustavo Nogueira
Carlo Briani
Celso Saiki Joselino
Edith Siqueira
Eduardo Silva Martinho
Esmeralda Hannah Eny
Helen Helena Lucinha
Jorge Tacla
Joselita Alvarenga Julia
Luiz Guilherme
Maria Duda
Maria Ferreira
Paulo Minervino
Rofran Fernandes Dante
Rosana Donati
Rosita Thomaz Lopes Renata Gouveia
Ruly Alexander
Sílvia Bandeira
Thales Pan Chacon Bianco
Theo de Faria Durval
Vera Nunes
Viven Marie Maureen
Zildete Montiel

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Foi a segunda minissérie da TV brasileira, dando continuidade ao projeto da emissora de ocupar o horário das 22h com programas nacionais, descartando os enlatados.
  • A minissérie foi reapresentada em duas ocasiões: entre 11 e 22 de novembro de 1985, às 23h, em versão compacta de 10 capítulos, e entre 7 e 31 de outubro de 1986, às 22h30, em 16 capítulos.
  • A apresentadora Angélica fez sua primeira aparição na Globo nas cenas de "flashback" da personagem de Bruna Lombardi.[5]
  • Foi o primeiro trabalho do ator Thales Pan Chacon na televisão.

Referências

  1. a b «Avenida Paulista - Ficha Técnica». Memória Globo. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  2. a b c «Avenida Paulista - Trama Principal». Memória Globo. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  3. a b c Nilson Xavier. «Avenida Paulista - Sinopse». Teledramaturgia. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  4. Nilson Xavier. «Avenida Paulista - Elenco». Teledramaturgia. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  5. Nilson Xavier. «Avenida Paulista - Bastidores». Teledramaturgia. Consultado em 24 de dezembro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]