Averequete

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Averequete, Aurequete, Verequete, Verequê, Anafrequete[1] Averequê ou Afrequetê (em fom: Afrekete)[2] é um vodum celeste da família dos voduns ligados ao trovão e ao fogo (Quevioço). Contudo, vive na beira do mar, no lugar onde as ondas quebram formando a espuma branca, sendo assim um vodum ligado às águas salgadas. Desse modo, Averequete relaciona-se tanto com os voduns celestes (Jivodum) quanto com os voduns aquáticos (tovodum).

É jovem, adolescente. Sua natureza é alegre e espontânea. É carismático e comunicativo.

Gosta de pescar. Como pescador, rege o trabalho, o sustento e a prosperidade.

Averequete é vestido com as cores azul, branco e vermelho. O azul e o branco parecem ter relação com a água e a espuma do mar, já o vermelho parece ser uma forma de reverência a Sobô, vodum que segundo as lendas é o pai de Averequete.

Embora não seja propriamente um vodum guerreiro, Averequete carrega algumas armas, a maioria delas ligadas à atividade da pesca: a vara de pescar, o arpão, o punhal e um machado simples.

Referências

  1. Castro, Yeda Pessoa de (2001). Falares africanos na Bahia: um vocabulário afro-brasileiro. Rio de Janeiro: Academia Brasileira de Letras. p. 152, 160, 349 
  2. Lopes, Nei (2014). «Averequê, Afrequetê». Enciclopédia Brasileira da Diáspora Africana. São Paulo: Selo Negro 
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.