Avon Products

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Avon, veja Avon (desambiguação).
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Avon
Avon Products Inc.
Avon logo.svg
Slogan Beauty for a purpose
No Brasil: Beleza que faz Sentido
Tipo Privada
Cotação NYSE: AVP, BM&F Bovespa: AVON11B
Indústria Cosmética
Fundação 1886
Sede New York,  Estados Unidos
Locais New York,  Estados Unidos
Pessoas-chave Andrea Jung, presidente & chefe executivo; Charles Cramb, CFO; Gina Boswell, COO; Reese Witherspoon, embaixadora global
Produtos Cosméticos, Perfumes, Moda&Casa
Faturamento Lucro US$ 9 bilhões (2011)
Renda líquida Lucro US$ 2 bilhões (2011)
Página oficial www.avoncompany.com

Avon Cosméticos ou simplesmente Avon, é uma empresa norte-americana de cosméticos. Sua história teve início em 1886 quando David McConnell iniciou a Califórnia Perfume Company, em Manhattan, Nova York. O nome Avon, pelo qual ficaria mundialmente conhecida, só surgiu em 1939, inspirado na cidade natal do escritor William Shakespeare, Stratford-upon-Avon. No Brasil ela só apareceu em 1952.

História[editar | editar código-fonte]

David McConnell, então com 20 anos, havia iniciado sua carreira como vendedor ambulante, levando livros de porta em porta. Eventualmente passou a distribuir junto com os livros frascos de perfumes produzidos por um amigo farmacêutico, produto que viria a agradar muito mais do que o conteúdo literário, encontrando a fórmula para o sucesso na associação de produtos de perfumaria e venda porta a porta.

O grande potencial de mercado encontrado foi explorado por McConnell com a fundação formal da empresa e contratação de uma amiga – Florence Albee – como ajudante para o novo negócio. O sucesso veio com a implantação de um sistema de vendas que contratava promotoras de venda, que conseguiam atingir o público de donas de casa que se encontraram motivadas a exercer uma atividade comercial independente. Foi através da voz feminina que, dez anos mais tarde, a Avon já contava com cerca de 25 mil revendedoras atuantes nos Estados Unidos.

A empresa cresceu rapidamente, alcançando os mercados internacionais em 1914, quando chegou ao Canadá. Anos mais tarde, a expansão prosseguiu para Inglaterra, Alemanha, França, Bélgica, Países Baixos, Itália e Espanha. Atualmente, a Avon está presente em mais de 100 países.[1] A presença da marca no Brasil começou em São Paulo e o circuito de vendas esteve restrito à região Sudeste por mais de 30 anos. O Brasil é a maior operação da companhia em todo o mundo.[2]

Atualmente a principal sede está em Nova York (EUA), mas a Avon Products Inc. tem aproximadamente 18 fábricas em 15 países diferentes, alcançando um faturamento líquido capaz de colocar a empresa no topo do ranking de empresas do segmento. Sheri McCoy é a presidente mundial da Avon desde 2012.[3]

Instituto Avon[editar | editar código-fonte]

Em 2003 o Instituto Avon iniciou sua atuação no Brasil. Como Oscip (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), atua em campos de cuidado da mulher. São trabalhos e iniciativas que tem como objetivo final promover sua qualidade de vida.

Todo seu direcionamento está de acordo com a Avon Foundation, ONG sediada em Nova York, que direciona os investimentos da Avon Global. A missão de melhorar a qualidade de vida de mulheres no mundo todo reverbera nas iniciativas de trabalho escolhidas pelo Instituto Avon.

Atualmente, foca em duas iniciativas: câncer de mama e fortalecimento da mulher, atentando especialmente à violência doméstica.

Áreas de Atuação e Produtos[editar | editar código-fonte]

Ao longo dos anos a Avon desenvolveu diversas linhas de produto, variando entre fragrâncias, maquiagem, cabelos e cuidados da pele, além de uma linha infantil. Através do sistema de venda por folhetos e revendedoras, atingindo significativa participação no mercado de beleza.

Referências

  1. «"Quem e a amway a emprsa que fez a avon comer poeira"» (em portugues). Exame Abril. Consultado em 26 de março de 2014. 
  2. «"Receita da Avon no Brasil cai 3% no quatro trimestre"» (em portugues). Exame. Consultado em 26 de março de 2014. 
  3. «"Conseguimos resolver problemas do passado diz presidente da avon"» (em portugues). Estadao. Consultado em 26 de março de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]