Awal Gul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Awal Gul (Sawati Ghundi, 1 de julho de 1962 - Guantánamo, Cuba, 2 de fevereiro de 2011) foi um cidadão afegão que morreu no campo de detenção norte-americano na Baía de Guantánamo, em Cuba, após nove anos de prisão sem acusação formal.[1]

Seu corpo foi enterrado em Jalalabad, ao leste de Cabul, em seu país natal e numa autópsia realizada logo após a sua morte, revelou possíveis causas da morte, mas sem ser conclusiva, indicando um ataque cardíaco ou embolia pulmonar. Tal fato ocorreu depois de Awal Gul desmaiar enquanto tomava banho.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.