Aidim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Aydın)
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o beilhique (principado) homónimo, veja Beilhique de Aidim.
Turquia Aidim

Aydın

Trales, Anteia, Selêucia no Meandro, Euância, Tin, Güzelhisar

 
—  Distrito (ilçe)  —
Centro de Aydin
Centro de Aydin
Mapa dos distritos da província de Aidim
Mapa dos distritos da província de Aidim
Aidim está localizado em: Turquia
Aidim
Localização de Aidim na Turquia
Coordenadas 37° 50' N 27° 50' E
Região Egeu
Província Aidim
Administração
 - Governador (kaymakam) Kerem Al[1]
 - Prefeito (belediye başkanı) Özlem Çerçıoğlu (2009, CHP)[2]
Área [3]
 - Distrito (ilçe) 627 km²
Altitude 60 m
População (2012) [4]
 - Distrito (ilçe) 259 786
    • Densidade 414,3 hab./km²
 - Urbana 195 951
Código postal 09000
Prefixo telefónico 256
Sítio Governo distrital: www.aydin.gov.tr
Prefeitura: www.aydin.bel.tr

Aidim[5] (em turco: Aydın; AFI[ˈajdɯn]) é uma cidade e distrito (em turco: ilçe) do sudoeste da Turquia. É a capital da província homónima e faz parte da Região do Egeu. O distrito tem 627 km² de área e em 2012 a sua população era de 259 786 habitantes (densidade: 414,3 hab./km²), dos quais 195 951 moravam na cidade.[4]

A cidade situa-se no coração da parte baixa do rio Büyük Menderes (antigo Meandro). O seu nome mais conhecido na Antiguidade foi Trales (Tralleis); outros nomes foram Erinina (Erynina) ou Euância (Euanthia), Selêucia no Meandro (Seleucia ad Maeandrum). Na Idade Média os catalães chamavam-lhe Tin. O antigo nome turco era Güzel Hisar ou Güzelhisar ("castelo belo"), que deu origem a Joselassar em algumas línguas europeias. O termo aydın significa "intelectual" em turco.

História antiga[editar | editar código-fonte]

Segundo Estrabão, a cidade foi fundada pelos argivos, por um grupo de tralos (em latim: Tralli) da Trácia, e seu nome antigo Trales deriva de tralos. A cidade foi governada, durante um curto período, por tiranos, filhos de Crátipo, na época das Guerras Mitridáticas. A cidade antiga, à época de Estrabão, tinha a forma de um trapézio, com uma cidadela fortemente edificada; seus habitantes eram ricos, ocupando posições de destaque na província, e sendo chamados de asiarcas.[6]

Um destes cidadãos importantes foi Pitodoro de Trales, um nativo de Nisa (Cária) que se mudou para Trales pela fama do lugar. Ele era muito rico, amigo de Pompeu[6] e casou-se com uma filha de Marco Antônio;[carece de fontes?] deste casamento, nasceu Pitodoris do Ponto, rainha do Ponto à época de Estrabão. Outros cidadãos importantes citados por Estrabão são Menodoro e os oradores Dionísocles e Dâmaso, cognominado Escombro.[6]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Aydın İlı». yerelnet.org.tr (em turco). YerelNET. Consultado em 15 de maio de 2013 
  2. «Aydın Beledıyesı». www.yerelnet.org.tr (em turco). YerelNET. Consultado em 15 de maio de 2013 
  3. «Districts of Turkey». www.statoids.com (em inglês). Administrative Divisions of Countries ("Statoids"). 2 de fevereiro de 2008. Consultado em 26 de maio de 2010. Cópia arquivada em 26 de maio de 2010 
  4. a b «Base de dados do sistema de registo de população baseada em moradas (ABPRS)». www.tuik.gov.tr (em turco). Instituto de Estatística da Turquia (TURKSTAT). Consultado em 15 de maio de 2013 
  5. Enciclopédia brasileira mérito Vol. 1. São Paulo: Editôra Mérito S.A. 1967. p. 330 
  6. a b c Estrabão, Geografia, Livro XIV, 42

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Aidim
  • «Aydın». kurumsal.kulturturizm.gov.tr (em turco). Portal institucional do Ministério da Cultura e Turismo. Consultado em 15 de maio de 2013 


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Turquia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.