Ayoreo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Os Ayoreo, também chamados morotocós ou moros, corazo o kursu, são um povo indígena do Chaco Boreal que vive na zona fronteiriça entre o Paraguai e a Bolívia. Até a metade do século XX ocupavam um território de aproximadamente 300.000 km², delimitado pelos rios Paraguai, Pilcomayo, Parapetí e Grande.[1]

Ayoreo-Totobiegosode[editar | editar código-fonte]

Os Totobiegosode são um subgrupo dos Ayoreo que vive no Gran Chaco, entre a Argentina e o Paraguai. Alguns também foram encontrados na Bolívia. Seu nome significa 'povo do lugar dos porcos selvagens'. Cerca de trezentos Totobiegosode aparentemente escolheram viver em isolamento e constituem os mais isolados de todos os Ayoreo, morando em pequenas aldeias ao longo dos rios. Vivem da agricultura, da caça e da coleta . Atualmente sua existência está ameaçada pelo desflorestamento e pela expansão da fronteira agrícola.[2]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre etnologia ou sobre um(a) etnólogo(a) é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.