Ayushmann Khurrana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Ayushmann Khurrana (cujo nome de batismo é Nishant Khurrana[1], 14 de setembro de 1984) além de atuar na indústria cinematográfica indiana, escreve poemas, canta e também apresenta em emissoras de televisão na Índia.[2] Conhecido por seus personagens que geralmente retratam homens comuns, muitas vezes lutando contra as normas sociais[3] e com uma pitada de humor, ele recebeu diversos prêmios, incluindo um National Film Award e quatro Filmfare Awards, e apareceu na lista das 100 celebridades da Forbes Indiana nos anos de 2013 e 2019. A revista Time o nomeou uma das 100 pessoas mais influentes do mundo em 2020.[4]


Ayushmann Khurrana
Capa da edição de abril da revista Filmfare, 2018
Outros nomes Nishant Khurrana
Nascimento 14 de setembro de 1984 (36 anos)
Chandigarh,  Índia
Nacionalidade indiano
Cônjuge Tahira Kashyap (2008 - presente)
Filho(s) 2
Ocupação

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ayushmann Khurrana nasceu em 14 de setembro de 1984 em Chandigarh, seu pai P. Khurrana é um astrólogo e um autor no assunto de astrologia, enquanto sua mãe Poonam é uma dona de casa.[5] Enquanto Ayushmann continua ocupado com seu trabalho em Mumbai, sua família ainda reside em Chandigarh. Seu irmão Aparshakti Khurana é radialista na Radio Mirchi 98.3 FM em Delhi e fez sua estreia no filme estrelado por Aamir Khan 2016, Dangal.[6] O ambiente da literatura em casa influenciou Ayushmann e escrever se tornou um hobby dele. Ele também possui um blog onde escreve em hindi e tem sido muito bem recebido por seus fãs e admiradores.[7]  Ayushmann é conhecido por ser muito próximo de sua família e esposa, Tahira Kashyap. Eles se conheceram ainda na infância e são pais de um menino chamado Virajveer Khurrana e uma menina chamada Varushka Khurrana.[8] Seu filho nasceu em 2 de janeiro de 2012 e sua filha em 21 de abril de 2014.[9] Em 2018, quando ele estava promovendo Badhaai Ho e Andhadhun, sua esposa foi diagnosticada com câncer de mama em estágio 0. O positivismo de Tahira os ajudou a permanecerem sólidos durante essa fase difícil.[10] Nascido com o nome Nishant, seus pais mudaram seu nome para Ayushmann Khurrana quando ele tinha 3 anos.[1]

Ayushmann fazia parte do Guru Nanak Khalsa College. Ele estudou no St. John's High School, Chandigarh e DAV College, Chandigarh.[11] Ele se formou em Literatura Inglesa e tem um mestrado em Comunicação de Massa pela Escola de Estudos de Comunicação da Universidade Panjab.[12] Ele também cursou teatro por cinco anos. E foi o membro fundador do DAV College "Aaghaaz" e "Manchtantra", que são grupos de teatro ativos em Chandigarh.[13] Ele idealizou e atuou em peças de rua e ganhou prêmios em festivais universitários nacionais como Mood Indigo (IIT Bombay), OASIS (Instituto Birla de Tecnologia e Ciência, Pilani) e St. Bedes Shimla.[14] Ayushmann também ganhou o prêmio de Melhor Ator por interpretar Ashwatthama em Dharamvir Bharati 's Andha Yug.[15]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Após concluir sua graduação e pós-graduação em Jornalismo, seu primeiro emprego foi como radialista na BIG FM de Delhi. Ele apresentou o show Big Chai - Maan Na Maan, Main Tera Ayushmann e também ganhou o Prêmio Young Achievers em 2007 por isso.[16] Ele foi o mais jovem ganhador do Prêmio Bharat Nirman em Nova Delhi.[17]

Ele também trabalhou em muitos outros programas da MTV, como MTV Fully Faltoo Movies, Check De India e Jaadoo Ek Baar.[18] Ele então se tornou apresentador de televisão de um reality show baseado em múltiplos talentos chamado India's Got Talent na emissora Colors TV, que ele apresentou junto com Nikhil Chinapa[19], e Stripped, que dava as últimas atualizações sobre a indústria da TV indiana com um tom cômico, novamente na MTV. No final do ano, ele também foi o apresentador do reality show musical Ka Maha Muqqabla na emissora STAR Plus.[20]

Além de apresentar a segunda temporada de MTV Rock On e India's Got Talent na Colors, Ayushmann também fez parte da equipe de apresentadores do Extra Innings T20 para o Indian Premier League Season 3 na SET Max com Gaurav Kapur, Samir Kochhar e Angad Bedi.  Em seguida, ele aceitou a oferta de apresentar o reality show de dança chamado Just Dance no STAR Plus.[21]

Ayushmann Khurrana fez sua estreia como ator em 2012 com a comédia romântica de Shoojit Sircar, no filme intitulado Vicky Donor, coestrelado por Annu Kapoor e Yami Gautam. Ele marcou a estréia de uma produção do ator John Abraham[22], no papel titular de um doador de esperma. Na preparação, ele participou de workshops de atuação e interagiu com profissionais médicos.[23]  Para a trilha sonora do filme, ele cantou "Pani Da Rang", que ele mesmo escreveu e compôs com Rochak Kohli em 2003.[24] Com faturamento mundial de mais de ₹ 610 milhões (US $ 8,6 milhões), contra um orçamento de ₹ 100 milhões (US $ 1,4 milhões), Vicky Donor emergiu como um sucesso comercial.[25]  Na cerimônia de premiação Filmfare, Khurrana foi premiado com dois troféus, um de Melhor Estreia Masculino e outro de Melhor Cantor de Playback Masculino.[26]

Ayushmann em 2012

Em 2013, Khurrana apareceu na lista Forbes India 's Celebrity 100, ocupando o 70º lugar, com uma renda anual estimada de ₹25,8 milhões (US $ 360.000).[27]  Em seguida, ele colaborou com Kunaal Roy Kapur em um filme de Rohan Sippy chamado Nautanki Saala! (2013), uma comédia baseada no filme francês Après Vous (2005). Ele também gravou duas canções para a trilha sonora desse filme.[28] Um ano depois, Khurrana se juntou a Yash Raj Films (como parte de um contrato de três filmes) na comédia romântica Bewakoofiyaan (2014), coestrelada por Sonam Kapoor e Rishi Kapoor.[29] Tanto Nautanki Saala! quanto Bewakoofiyaan foram não obtiveram bom desempenho de bilheteria, assim como seu filme seguinte intitulado Hawaizaada (2015).[30]  Nesse, ele interpretou o cientista Shivkar Bapuji Talpade, para o qual ele perdeu peso e aprendeu a falar Marathi.[31]  No mesmo ano, Khurrana colaborou com sua esposa, Tahira Kashyap, para escrever sua autobiografia intitulada Cracking the Code: My Journey to Bollywood[32] (tradução literal: Decifrando o Código: Minha Jornada para Bollywood).

As perspectivas da carreira de Ayushmann melhoraram quando ele estrelou ao lado da então estreante Bhumi Pednekar no romance dirigido por Sharat Katariya chamado Dum Laga Ke Haisha (2015).[33] Mesmo com pouca divulgação, o filme emergiu como um sucesso comercial, faturando mais de ₹410 milhões (US $5,7 milhões) em todo o mundo.[34]

Dois anos depois, após estrelar o malsucedido filme Meri Pyaari Bindu, a carreira de Khurrana entrou em ascensão com seus outros dois filmes de 2017, Bareilly Ki Barfi e Shubh Mangal Saavdhan, ambos com sucesso comercial.[35]  No primeiro, adaptado do romance francês The Ingredients of Love de Nicolas Barreau, ele atuou ao lado de Rajkummar Rao e Kriti Sanon em um triângulo amoroso.[36] Em Shubh Mangal Saavdhan, ele estrelou novamente ao lado de Bhumi Pednekar.[37] Pelo último ele recebeu uma indicação ao Prêmio Filmfare de Melhor Ator.[38]

Em 2018, Ayushmann estrelou dois dos filmes indianos de maior bilheteria do ano.[39] Seu primeiro papel foi no filme de Sriram Raghavan chamado Andhadhun, um suspense co-estrelado pelas atrizes Tabu e Radhika Apte, no qual interpretou um pianista cego que involuntariamente se envolve em um assassinato. Ele fez lobby para o papel depois de ouvir sobre isso do diretor de elenco Mukesh Chhabra,  e na preparação, ele aprendeu a tocar piano e interagiu com pianistas que possuiam deficiência visual.[40] Andhadhun ganhou ₹4,56 bilhões (US $ 64 milhões) em todo o mundo, a maioria dos quais vieram de bilheterias chinesas, para se tornar maior bilheteria de Ayushmann e uma das maiores arrecadações do cinema indiano.[41]  Em seguida, ele estrelou Badhaai Ho, uma comédia do diretor Amit Sharma, interpretando um jovem cujos os pais de meia-idade engravidam. O filme arrecadou mais de ₹2,21 bilhões (US $ 31 milhões) em todo o mundo.[42] Por Andhadhun, Khurrana ganhou o National Film Award de Melhor Ator (compartilhado com Vicky Kaushal por sua atuação em Uri: The Surgical Strike) e o Filmfare Critics Award de Melhor Ator.[43][44]

Ayushmann no evento promocional do filme Shubh Mangal Zyada Saavdhan

A série de filmes de sucesso continuou com os lançamentos de Ayushmann no ano de 2019, com os filmes Article 15, Dream Girl e Bala.[45] No primeiro, um thriller policial dirigido por Anubhav Sinha, ele interpretou um policial justo que desvendou um caso de estupro. Tendo como destaque a discriminação de casta na Índia, o filme foi inspirado por vários eventos reais[46], incluindo as acusações de estupro por gangues de Badaun em 2014 e o incidente de açoitamento de Una em 2016.[47] Na comédia Dream Girl, ele interpretou um personagem que conseguia exercer uma voz feminina enquanto trabalhava em um call center e por isso involuntariamente atraiu a atenção de alguns homens.[48] Seu lançamento seguinte, Bala, também foi uma comédia, na qual ele interpretou um jovem que enfrentava pressão social devido à calvície prematura. Ele achou fisicamente desafiador fazer o papel devido às pesadas camadas de próteses usadas em sua cabeça.[49] Ele ganhou outro prêmio Filmfare Critics de Melhor Ator por Article 15 e recebeu uma indicação de Melhor Ator na cerimônia por Bala.[50][51]  Naquele ano, ele reapareceu entre as 100 celebridades na lista da Forbes Indiana, ocupando a 37ª posição, com uma receita anual estimada de ₹305 milhões (US $ 4,3 milhões).[52]

Para o filme seguinte, Ayushmann procurou ativamente por um roteiro que fosse popular e que retratasse a homossexualidade de uma forma leve para passar nas telas da Índia. Ele encontrou isso em Shubh Mangal Zyada Saavdhan (2020), no qual interpretou um homem gay que tem dificuldade em convencer a família de seu parceiro, que foi interpretado por Jitendra Kumar, do relacionamento de ambos.[53] O desempenho comercial do filme foi classificado como de sucesso mediano.[54] Ainda em 2020, Ayushmann foi visto na comédia dramática Gulabo Sitabo, co-estrelado por Amitabh Bachchan.[55]  Devido à pandemia COVID-19, o filme não pôde ser lançado nos cinemas e, em vez disso, foi lançado diretamente na plataforma de streaming Amazon Prime Video.[56]

Fimografia[editar | editar código-fonte]

Legenda
Sinaliza filmes que ainda não foram lançados
Ano Filme Personagem Observação
2012 Vicky Donor Vicky Arora
2013 Nautanki Saala! Ram "RP" Parmar
2014 Bewakoofiyaan Mohit Chaddha
2015 Hawaizaada Shivkar Bapuji Talpade
Dum Laga Ke Haisha Prem Tiwari
2017 Meri Pyari Bindu Abhimanyu Roy
Bareilly Ki Barfi Chirag Dubey
Shubh Mangal Saavdhan Mudit Sharma
Tumhari Sulu Ele mesmo Participação Especial
2018 Andhadhun Akash Saraf
Badhaai Ho Nakul Kaushik
2019 Article 15 ACP Ayaan Ranjan
Dream Girl Karamveer "Karam" Singh (Pooja)
Bala Balmukund "Bala" Shukla
2020 Shubh Mangal Zyada Saavdhan Kartik Singh
Gulabo Sitabo Baankey Lançado na Amazon Prime Video
2021 Chandigarh Kare Aashiqui † Aguardando Divulgação Filmando

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b «8 Things You Didn't Know About Ayushman Khurana». Super Stars Bio (em inglês). Consultado em 17 de novembro de 2020 
  2. «Ayushmann Khurrana All Movies Box Office Collection Hit Flop Verdict -». BollywoodFever (em inglês). 2 de julho de 2019. Consultado em 16 de novembro de 2020 
  3. Bamzai, Kaveree (5 de julho de 2019). «Ayushmann Khurrana: O Senhor Todos Os Homens». Open The Magazine. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  4. «Estas são as 100 pessoas mais influentes em 2020 para a Time». TSF Rádio Notícias. 23 de setembro de 2020. Consultado em 17 de novembro de 2020 
  5. Monday, Sheela Das On; September 2015, 14th; 08:09. «Ayushmann turns 31; Bollywood wishes him». BollywoodMantra (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  6. Hungama, Bollywood (4 de julho de 2015). «Ayushmann Khurrana's brother to make debut in Dangal : Bollywood News - Bollywood Hungama» (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  7. Khurrana, Ayushmann (3 de junho de 2019). «Hindi Hain Hum?». Medium (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  8. «Ayushmann Khurrana: I had Rs 10,000 in my account when I got married - NDTV Movies». NDTVMovies.com (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  9. «It's a girl for Ayushmann Khurrana and wife Tahira! - Times of India». The Times of India (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  10. DelhiMay 1, India Today Web Desk New; May 1, 2019UPDATED:; Ist, 2019 18:50. «Ayushmann Khurrana on wife Tahira Kashyap's cancer: We got to know about it on my birthday». India Today (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  11. «Ayushmann did his schooling from St. John's High School and DAV College in Chandigarh.». photogallery.indiatimes.com. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  12. «Ayushmann Khurrana: Lesser known facts - Lesser known facts about Ayushmann Khurrana». The Times of India. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  13. «Ayushmann Khurrana: Lesser known facts - Lesser known facts about Ayushmann Khurrana». The Times of India. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  14. «Ayushmann Khurrana: Lesser known facts - Lesser known facts about Ayushmann Khurrana». The Times of India. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  15. «Ayushmann Khurrana won a Best Actor award for playing Ashwatthama in Dharamvir Bharati's Andha Yug.». photogallery.indiatimes.com. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  16. «RJ Ayushmann of BIG 92.7 FM creates history: Wins Young Achievers Award». web.archive.org. 7 de abril de 2012. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  17. «Ayushmann Khurrana Archives». Koimoi (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  18. Team, Tellychakkar. «TV News». Tellychakkar.com (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  19. «Ayushman Khurana, Nikhil Chinnappa, MTV, VJ, India's Got Talent, Colors | BuzzG.com». web.archive.org. 13 de agosto de 2011. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  20. «Ayushman to host Music Ka Mahamuqabla Gallery at indya.com». web.archive.org. 1 de junho de 2012. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  21. «Happy Birthday Ayushmann Khurrana: VJ to National Award winner, many talents of the actor». WION (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  22. World, Republic. «John Abraham has produced THESE movies under his production house». Republic World. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  23. «Ayushmann's film debut as sperm donor - Times Of India». archive.vn. 10 de outubro de 2011. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  24. «I wrote 'pani da' in 2003 while in college: Ayushmann Khurrana - Times of India». The Times of India (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  25. «Vicky Donor - Movie - Box Office India». boxofficeindia.com. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  26. Hungama, Bollywood (20 de janeiro de 2013). «Winners of 58th Idea Filmfare Awards 2012 : Bollywood News - Bollywood Hungama» (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  27. «2013 Celebrity 100 - Forbes India Magazine». Forbes India (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  28. World, Republic. «Here are some of the best songs of Ayushmann Khurrana's 'Nautanki Saala!'; check it out». Republic World. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  29. «Bewakoofiyaan and beyond». www.telegraphindia.com. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  30. «Ayushmann Khurrana: You are unlucky if you don't get setbacks». Hindustan Times (em inglês). 25 de junho de 2019. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  31. «Ayushmann Khurrana: Best part about being an actor is...». Rediff (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  32. «Ayushmann Khurrana | Outlook India Magazine». https://magazine.outlookindia.com/. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  33. Jha, Lata (1 de dezembro de 2015). «Ten hits that helped actors bounce back». mint (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  34. «Dum Laga Ke Haisha - Movie - Box Office India». boxofficeindia.com. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  35. Hungama, Bollywood (27 de outubro de 2018). «Ayushmann Khurrana scores fourth success in a row with blockbuster Badhaai Ho – Decoding his superb run since Vicky Donor : Bollywood News - Bollywood Hungama» (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  36. «Bareilly Ki Barfi producers Abhay and Juno Chopra: We've inherited supporting a good stories». The Indian Express (em inglês). 14 de agosto de 2017. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  37. «It's a wrap on Shubh Mangal Savdhaan. Ayushmann Khurrana says 'what a potent experience'». The Indian Express (em inglês). 28 de abril de 2017. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  38. «Filmfare Awards 2018 Nominations | 63rd Filmfare Awards 2018». filmfare.com (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  39. Hungama, Bollywood. «Worldwide Highest Grossing Bollywood Movies on 2018 - Bollywood Hungama» (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  40. Aug 29, Avinash LohanaAvinash Lohana / Updated:; 2017; Ist, 03:11. «Ayushmann Khurrana learns piano for Sriram Raghavan's thriller, Shoot the Piano Player». Mumbai Mirror (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  41. «Top All Time All Format Worldwide Grossers - Andhadhun 13th - Box Office India». boxofficeindia.com. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  42. Choudhury, Bedatri. «Badhaai Ho, The Surprise Bollywood Hit Of 2018». Forbes (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  43. «Winners of the 64th Vimal Elaichi Filmfare Awards 2019». filmfare.com (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  44. Desk, The Hindu Net (9 de agosto de 2019). «National Film Awards 2019: Full list of winners| 'Andhadhun', 'Uri:The Surgical Strike' bag awards». The Hindu (em inglês). ISSN 0971-751X. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  45. «Interview: Chameleon Cool Ayushmann Khurrana, the five-hits-in-a-row wonder». The New Indian Express. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  46. «Ayushmann Khurana's next 'Article 15' is inspired by true events! - Times of India». The Times of India (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  47. Hungama, Bollywood (12 de novembro de 2019). «Brand Ayushmann Khurrana races ahead of the competition : Bollywood News - Bollywood Hungama» (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  48. «'I want to explore more territories': Ayushmann Khurrana». DNA India (em inglês). 11 de setembro de 2019. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  49. «"Bala is the toughest film of my life" - Ayushmann Khurrana». filmfare.com (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  50. «Highlights from the 65th Amazon Filmfare Awards 2020 : Video: Team 'Gully Boy' takes over the stage to receive the Best Film trophy». The Times of India (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  51. «Filmfare Awards 2020 Nominations | 65th Filmfare Awards 2020». filmfare.com (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  52. «2019 Celebrity 100 - Forbes India Magazine». Forbes India (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  53. «I am dying to do a Rohit Shetty film - Ayushmann Khurrana». filmfare.com (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  54. «'Shubh Mangal Zyada Saavdhan' box office verdict: Ayushmann Khurrana starrer lives up to expectations; fails to beat 'Article 15'». Deccan Herald (em inglês). 15 de março de 2020. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  55. DelhiJune 20, India Today Web Desk New; June 20, 2019UPDATED:; Ist, 2019 09:58. «Ayushmann Khurrana on working with Amitabh Bachchan in Gulabo Sitabo: I have butterflies in my stomach». India Today (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 
  56. Wiseman, Andreas; Wiseman, Andreas (14 de maio de 2020). «Amazon Prime India Makes Biggest Direct-To-Service Movie Acquisition With Amitabh Bachchan-Ayushmann Khurrana Comedy 'Gulabo Sitabo'». Deadline (em inglês). Consultado em 18 de novembro de 2020 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]