Bárbaro (classe de personagem)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde Fevereiro de 2008). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Os Bárbaros foram criados baseados em personagens como Beowulf.

Em jogos de RPG, o Bárbaro é uma classe de personagens típica de cenários de fantasia medieval[1], dentre os quais se destacam os jogos Dungeons & Dragons, também chamado de D&D e Pathfinder Roleplaying Game. Uma classe dá habilidades (ou perícias) exclusivas para o personagem de cada classe.

Bárbaros São guerreiros de origem selvagem, geralmente derivados de tribos bárbaras em regiões distantes. Justamente por sua distância da civilização, eles não tem refinamento algum em seu jeito de lutar, dando espaço ao uso de força bruta. Presumivelmente, também não são muito inteligentes.[2]

Geralmente é dado aos bárbaros a capacidade de entrar em uma fúria bestial e selvagem, que os permite atacar mais violentamente e aguentar mais dano, em detrimento de sua própria segurança.

Bárbaros dão preferência a armas grandes, como machados ou espadas de duas mãos e, por causa das falta de evolução de seu meio, usam proteções de couro, isso quando usam alguma proteção. Por sempre estarem com pouca carga e estarem sempre andando, bárbaros tendem a aprender a andar mais rápido que uma pessoa comum.

Bárbaros podem ser bons ou maus. Bárbaros bons podem fazer parte de tribos pacíficas, enquanto bárbaros maus podem fazer parte de uma tribo de saqueadores.

Um exemplo famoso de bárbaro, é Conan, um bárbaro andarilho, famoso nos filmes e quadrinhos[1]. Riverwind e Goldmoon da série de livros e cenário de campanha Dragonlance são bárbaros inspirado em indígenas norte-americanos[3]

Referências[editar | editar código-fonte]

Notas
  1. a b Luciano P. Ghiel (17 de dezembro de 2006). «RPG: OGL 20 : Conan D20». RedeRPG 
  2. Skip Williams (9 de dezembro de 2004). «Barbarians with Class». Dungeons and Dragons 
  3. Alexandre Cabral (1998). «AD&D - A Fúria Selvagem». São Paulo, Brasil: Trama. Dragão Brasil (36) 
Web