BAE Systems Hawk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wiki letter w.svg
Por favor melhore este artigo, expandindo-o. Mais informação pode ser encontrada no artigo «BAE Systems Hawk» na Wikipédia em inglês e também na página de discussão. (junho de 2015)
BAE Systems Hawk
(Hawker-Siddeley Hawk)
Caça
BAE Hawk T1 da Força Aérea Real.
Descrição
Tipo / Missão Aeronave de treino avançada
País de origem  Reino Unido
Fabricante Hawker-Siddeley (1974-1977)
British Aerospace (1977-1999)
BAE Systems Military Air & Information
Período de produção 1974-presente
Quantidade produzida +1000
Custo unitário £18 milhões (2003)
Desenvolvido em McDonnell Douglas T-45 Goshawk
Primeiro voo em 21 de agosto de 1974 (44 anos)
Introduzido em 1976
Tripulação 2 - instrutor e aluno
Carga útil 3 000 kg (6 610 lb)
Especificações (Modelo: Hawk 128)
Dimensões
Comprimento 12,43 m (40,8 ft)
Envergadura 9,94 m (32,6 ft)
Altura 3,98 m (13,1 ft)
Área das asas 16,70  (180 ft²)
Alongamento 5.9
Peso(s)
Peso vazio 4 480 kg (9 880 lb)
Peso máx. de decolagem 9 100 kg (20 100 lb)
Propulsão
Motor(es) 1x turbofan Rolls-Royce Adour Mk. 951 com um sistema FADEC
Força de empuxo (por motor) 2 957 kgf (29 000 N)
Performance
Velocidade máxima 1 028 km/h (555 kn)
Velocidade máx. em Mach 0,80 Ma
Alcance bélico 2 520 km (1 570 mi)
Teto máximo 13 565 m (44 500 ft)
Razão de subida 47 m/s
Armamentos
Metralhadoras / Canhões Todos opcionais
Mísseis
  • Mais de 3 085 kg (6 800 lb) de armamentos em cinco pontos duros incluindo:
  • 680 kg (1 500 lb), limitado a uma linha central e dois pilones nas asas (Hawk T1)
Notas
Dados: Wikipédia anglófona

BAE Systems Hawk é um avião de treinamento monomotor a jato desenvolvido no Reino Unido. Ele voou pela primeira vez em Dunsfold, Surrey, em 1974, sob o nome Hawker Siddeley Hawk, e, posteriormente, foi produzido por suas empresas sucessoras, British Aerospace e BAE Systems, respectivamente.[1][2] Tem sido usado na formação de pilotos e como uma aeronave de combate de baixo custo.[3]

Operadores do Hawk incluem o Força Aérea Real (nomeadamente a equipe Red Arrows) e um número considerável de operadores militares estrangeiros. Estas aeronaves ainda estão em produção no Reino Unido e na Índia sob licença pela Hindustan Aeronautics Limited (HAL), com mais de 900 Hawks vendidos a 18 operadores em todo o mundo.

Referências

  1. Reed, A., "Modern Combat Aircraft 20: BAe Hawk", Chapter 1 (Ian Allan, 1985) ISBN 978-0-7110-1465-7
  2. Donald, D. and Lake, J., eds, "Encyclopedia of World Military Aircraft", Volume 1 (Aerospace Publishing, 1994) ISBN 978-1-874023-51-7"
  3. "British Aerospace Hawk." Flight International, 22 de fevereiro de 1994.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre BAE Systems Hawk
Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.