BTS Skytrain

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
BTS Skytrain
Informações
Local Banguecoque
Tipo de transporte Metropolitano
Número de linhas 2
Tráfego 747325
Website www.bts.co.th
Dados técnicos
Velocidade máxima 80

O sistema BTS Skytrain ou Metropolitano Aéreo de Bangkok (em tailandês: รถไฟฟ้า, fonética: [rót-fai-fá]), também chamado Skytrain e denominado oficialmente BTS (siglas de Bangkok Mass Transit System, em tailandês บีทีเอส, fonética: [biː-tiː-et]) é um transporte público ferroviário elevado na capital da Tailândia. Serve a zona central de Bangkok e a província de Samut Prakan. Consta de duas linhas separadas da rede subterrânea, tendo sido inaugurado em 1999 (após um atraso devido à crise asiática de 1997) e é operado pela companhia Bangkok Mass Transit System Public Company Limited.[1][2]

Entre abril de 2017 e março de 2018 o sistema transportou 241 milhões de passageiros, o que é um crescimento sustentado anual quando comparado com 2011/2012, quando transportou 145 milhões.[3]

Os comboios são fornecidos pela Siemens e conduzidos manualmente.[2] As estações e as vias foram construídas sobre estruturas de betão, num viaduto de 9 metros de largura a 12 metros acima do nível da rua. [4]

As linhas usam os grandes eixos viários da capital, com um total de 48,8 km (36,6 km. da linha Sukhumvit e 14,2 km da linha Silom) e 44 estações (31 da linha Sukhumvit, 12 da Silom e uma, Siam Central, de interconexão entre ambas).[4] O BTS tem quatro estações de ligação com a Linha Azul do Metro de Bangkok, uma estação de ligação com o trem elevado Airport Rail Link que serve de ligação ao aeroporto Suvarnabhumi (estação Phaya Thai) e uma estação de conexão com os barcos públicos do Chao Phraya Express (estação Saphan Taksin).[5]

As tarifas variam de acordo com a distância percorrida e há cartões magnéticos em distribuidores automáticos válidos para uma só viagem, passes de dia inteiro e cartões especiais denominados Rabbit Card para estudantes (Student Rabbit) e adultos com mais de 65 anos (Senior Rabbit).[6][7]

Os Centros de Informação Turística funcionam das 8h às 20h nas estações Saphan Taksin, Phaya Thai e Siam.[8]

Mapa dos sistemas públicos de transporte de Bangkok
Skytrain a sair da estação Sala Daeng
Interior de uma carruagem
Plataforma de uma estação do BTS Skytrain

Referências

  1. Ron Gluckman (dezembro de 2016). «Against All Odds, Keeree Kanjanapas Built Bangkok's Mass Transit Systems». Forbes.com (em inglês). Consultado em 16 de setembro de 2019 
  2. a b Verdict Media Limited. «Bangkok Transit System Light Rail Route Extension». Railway Technology.com (em inglês). Consultado em 16 de setembro de 2019 
  3. Bangkok Mass Transit System Public Company Limited (2018). «รายงานประจำปี 2560-2561 / Annual Report 2017-2018» (PDF). BTS.co.th (em inglês). Consultado em 15 de setembro de 2019 
  4. a b Bangkok Mass Transit System Public Company Limited (2018). «Routes». BTS.co.th (em inglês). Consultado em 15 de setembro de 2019 
  5. Chris Wotton (28 de setembro de 2018). «A Guide to Using Bangkok's BTS Skytrain». The Culture Trip.com (em inglês). Consultado em 16 de setembro de 2019 
  6. Bangkok Mass Transit System Public Company Limited (2019). «Single Journey Card». BTS.co.th (em inglês). Consultado em 15 de setembro de 2019 
  7. Bangkok Mass Transit System Public Company Limited (2019). «Eligibility for use of Rabbit cards». BTS.co.th (em inglês). Consultado em 15 de setembro de 2019 
  8. Bangkok Mass Transit System Public Company Limited (2019). «Tourist Information Centers». BTS.co.th (em inglês). Consultado em 15 de setembro de 2019 


Ícone de esboço Este artigo sobre transportes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.