Babá (político)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Babá
João Batista Oliveira de Araújo
Vereador do Rio de Janeiro
Período 26 de março de 2018
até a atualidade

1º de fevereiro de 2015
até 31 de dezembro de 2016

Deputado Federal pelo Pará
Período 1º de fevereiro de 1999
até 31 de dezembro de 2006
Deputado Estadual do Pará
Período 1º de fevereiro de 1991
até 31 de janeiro de 1999
Vereador de Belém
Período 1º de janeiro de 1989
até 31 de dezembro de 1990
Dados pessoais
Nascimento 31 de outubro de 1953 (64 anos)
Faro, PA
Alma mater Universidade Federal do Pará

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Partido PSOL (desde 2004)
PT (1981 – 2003)
Website Página oficial do Babá
Página do Babá no Facebook
linkWP:PPO#Brasil

João Batista Oliveira de Araújo, mais conhecido como Babá (Faro, Pará, 31 de outubro de 1953),[1] é um engenheiro, professor universitário e político brasileiro, filiado ao PSOL. Atualmente é vereador do Rio de Janeiro e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Anteriormente, foi professor da Universidade Federal do Pará (UFPA), vereador de Belém, deputado estadual do Pará e deputado federal pelo mesmo estado.

É formado em engenharia mecânica pela UFPA, pós-graduado pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e mestre em Política e Planejamento Urbano pela UFRJ.[2]

Formação acadêmica[editar | editar código-fonte]

Filho de Urbano Ferreira de Araújo e de Mercedes Oliveira de Araújo, Babá graduou-se em engenharia mecânica pela Universidade Federal do Pará (UFPA) em 1977. Durante a graduação, foi oficial de justiça do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região. Iniciou em 1978 uma pós-graduação em energia solar no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Em 1980, tornou-se professor da UFPA.[1]

Carreira Política[editar | editar código-fonte]

Entrou para o Partido dos Trabalhadores (PT) em 1981.

Como político, Babá foi vereador em Belém em 1989 e em 1990, deputado estadual de 1991 a 1998 e federal de 1999 a 2006. Foi militante da corrente Convergência Socialista até 1992 e a partir desse ano passou a militar na Corrente Socialista dos Trabalhadores (ambas trotskistas). Em 2003, foi expulso de seu partido, o PT, por discordar das ações do governo Lula.

Juntamente com a senadora Heloísa Helena e a deputada federal Luciana Genro, também expulsas do PT, Milton Temer e outros ativistas políticos, juvenis, sindicais e populares, fundou o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL).[3]

Em 2004, transferiu seu domicílio eleitoral para o Rio de Janeiro para auxiliar na consolidação do partido criado. Em 2006 foi candidato a reeleição, obtendo 27.367 votos, passando a ser o primeiro suplente do da bancada do (PSOL-RJ) a partir de 1 de fevereiro de 2007.

Em 2010, foi pré-candidato à presidência da República pelo PSOL.

Em 2012, foi candidato a vereador no município do Rio de Janeiro, obtendo 10.978 votos, e ocupando a primeira suplência pelo PSOL. Assumiu o mandato de vereador em 1º de fevereiro de 2015, devido a Eliomar Coelho (PSOL-RJ) ter sido eleito deputado estadual.

Durante o mandato de vereador, já foi premiado por duas vezes consecutivas como líder do Índice de Transparência Parlamentar, organizado pela Organização Não-Governamental Ação Jovem Brasil.

Nas eleições de 2016, recebeu 6.661 votos para o cargo de vereador, ficando como primeiro suplente da bancada do PSOL na Câmara Municipal do Rio de Janeiro.[4] Assumiu o mandato em 26 de março de 2018, após o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL)[5].

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Biografia de João Batista Oliveira de Araújo». Fundação Getulio Vargas. Consultado em 16 de março de 2018 
  2. «Ex coroinha, Baba descobriu o mundo com um megafone». Folha. Consultado em 12 de maio de 2014 
  3. «Baba reforca novo partido em mt». GazetaDigital. Consultado em 12 de maio de 2014 
  4. «Suplente de Marielle na Câmara de Vereadores do Rio é o ex-deputado Babá». Época. 16 de março de 2018. Consultado em 16 de março de 2018 
  5. Vereador Babá é empossado na vaga de Marielle Franco na Câmara do Rio, acesso em 29 de março de 2018.
Ícone de esboço Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.