Babe (1995)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Babe
Um Porquinho Chamado Babe (PT)
Babe, o Porquinho Atrapalhado (BR)
 Austrália
 Estados Unidos

1995 •  cor •  89 min 
Direção Chris Noonan
Roteiro George Miller
Elenco James Cromwell
Magda Szubanski
Christine Cavanaugh
Zoe Burton
Miriam Margolyes
Hugo Weaving
Miriam Flynn
Russi Taylor
Roscoe Lee Browne
Doris Grau
Género Fantasia
Comédia dramática
Lançamento Estados Unidos 4 de Agosto de 1995
Portugal 15 de Dezembro de 1995
Brasil 25 de Dezembro de 1995
Idioma Inglês
Cronologia
Babe: Pig in the City
Página no IMDb (em inglês)
Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o

Babe (no Brasil, Babe, o Porquinho Atrapalhado e em Portugal, Um Porquinho Chamado Babe) é um filme australiano de 1995 que ganhou um Oscar na categoria melhores efeitos visuais. A sequência do filme é Babe: Pig in the City.

A história do filme foi inspirada no romance The Sheep-Pig do escritor inglês Dick King-Smith.[1]

Enredo[editar | editar código-fonte]

É o conto de um porco que acredita que está melhor equipado para pastorear ovelhas, e que fez amizade com um pato (que pensa que é um galo), um border collie e uma ovelha[2].

Elenco original[editar | editar código-fonte]

Personagem Ator ou Atriz Dublagem
Fazendeiro Hoggett James Cromwell Sílvio Navas
Esme Hoggett Magda Szubanski Sônia Ferreira
Babe (voz) Michel Felipe Michel Felipe
Fly (voz) Miriam Margolyes Juraciara Diácovo
Ferdinando (voz) Danny Mann Guilherme Briggs
Rex (voz) Hugo Weaving Paulo Flores
Maa (voz) Miriam Flynn Nelly Amaral
Gata (voz) Russi Taylor Isis Koschdoski
Vaca (voz) Charles Bartlett Luiz Brandão
Cavalo (voz) Michael Edward-Stevens Newton Martins
Galo (voz) Paul Livingston Márcio Simões
Filha Zoe Burton Andréa Murucci
Genro dos Hoggett Paul Goddard Dário de Castro
Neta dos Hoggett Brittany Byrnes Carol Kapfer
Narrador Roscoe Lee Browne Jorgeh Ramos

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar (1996)[editar | editar código-fonte]

Globo de Ouro (1996)[editar | editar código-fonte]

BAFTA (1995)[editar | editar código-fonte]

  • Indicado na categoria melhores efeitos visuais.
  • Indicado na categoria melhor edição.
  • Indicado na categoria melhor filme.
  • Indicado na categoria melhor roteiro adaptado.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Se(c)ções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • O filme teve uso de efeitos especiais para fazer com que os animais falassem.
  • Babe teve sua exibição proibida na Malásia pelo fato de o filme não estar de acordo com o Halal.[3]
  • O filme conseguiu arrecadar 254.134.910 dólares nas bilheterias do mundo todo.[4]
  • O filme foi filmado na região de New South Wales, na Austrália. [5]
  • Na versão original, o Babe é tido como um porquinho atrapalhado e burro.
  • No texto de Dick King-Smith, Babe nasce com problemas nas patas e precisa da ajuda seus amigos da fazenda (rato, pato e gato) para praticar as suas atravessuras. Ainda, no texto original destaca-se a passagem na qual a fazendeira Deburah precisa ordenar uma vaca e a intrometidade Babe aparece e faz toda a confusão com seu andar engraçado!
  • Apesar da aparência envelhecida mostrada no filme, a atriz e comediante australiana Magda Szubanski (que interpreta a fazendeira Esme Hoggett) tinha apenas 34 anos na época.
  • Babe é o primeiro filme do gênero comédia infantil a ter como protagonista principal um bicho rosado.
  • A melhor amiga do Babe, a pata Ari fez (na história original) aniversário na data da estreia do filme nos cinemas, 18 de abril!

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]