Bacha bazi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

bacheh-baazi ou bacha bazi (do persa: بچه بازی‎, que significa "brincadeira com garotos", de bacheh, "garoto", e بازی baazi "brincadeira"), é um termo do Afeganistão e se refere comumente à escravidão sexual e a prostituição infantil[1] em que os meninos pré-adolescentes e adolescentes são vendidos a homens ricos ou poderosos para as atividades sexuais e de entretenimento. Este negócio se desenvolveu no Afeganistão, onde os homens se mantêm como símbolo de status.[2][3] As autoridades estão tentando acabar com essa prática, mas muitos duvidam que seja eficaz, já que muitos dos homens são ex-comandantes poderosos e bem armados.[4]


Durante a Guerra Civil Afegã (1996–2001), bacha bazi aparentemente foi proibida sob punição de pena de morte de acordo com a lei Talibã[5]. A prática da "brincadeira com garotos" é ilegal para a lei Afegã, mas as leis raramente são aplicadas contra infratores poderosos e há relatos de que a polícia é conivente com esse tipo de crime.[6]


Dança de um baccha (menino bailarino)

Em 29 de março de 2010, na Royal Society of Arts do Reino Unido se exibiu um filme documental de Najibullah Quraishi mostrando o bacha bazi, e mostrou este filme na série de televisão americano da PBS Frontline em 20 de abril de 2010.

Referências

  1. «Boys in Afghanistan sold into prostitution, sexual slavery», artículo del 20 de noviembre de 2007 en el Digital Journal.
  2. «The dancing boys of Afghanistan», documental de PBS Frontline TV, del 20 de abril de 2010.
  3. Qobil, Rustam (2010): «The sexually abused dancing boys of Afghanistan», artículo en el sitio web BBC News.
  4. «Afghan boy dancers sexually abused by former warlords», artículo del 18 de noviembre de 2007 en el sitio web de la agencia Reuters. Consultado el 24 de noviembre de 2007.
  5. «The dancing boys of Afghanistan». United Nations Regional Information Centre for Western Europe (UNRIC) (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2019 
  6. «The Dancing Boys of Afghanistan». FRONTLINE (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2019 
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.