Bacteriostático

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde fevereiro de 2012). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Um bacteriostático é um antibiótico. São produtos farmacêutico que tem como princípio terapêutico impedir a proliferação dos microrganismos.

Detém a multiplicação de bactérias (fissão binária), seu aumento em número, mas não as matam, permitindo, num organismo, ao sistema imunológico a tarefa de eliminar a infecção. Antibióticos bacteriostáticos limitam o crescimento de bactérias por interferirem com a produção de proteína, a replicação do DNA ou outros aspectos do metabolismo celular bacteriano. Os agentes bacteriostáticos são frequentemente inibidores de síntese proteica e atuam por ligação aos ribossomas.

Um exemplo de aplicação dos bacteriostáticos é nos desodorantes.

Deve-se observar que são diferentes dos bactericidas, que matam as bactérias mas não destroem as células mortas, ocorre a morte das células mas não há a lise celular. Os bacteriolíticos são antibióticos que eliminam as bactérias, provocando a destruição da parede bacteriana, há a indução da morte celular por lise celular, levando visivelmente, em laboratório, à diminuição da turbidez de uma cultura bacteriana e do número de células viáveis. Bacteriolíticos inibem a síntese da parede celular em bactérias, um exemplo é a penicilina.

Os bacteriostáticos são agentes quimioterápicos da classe dos antibióticos que detêm o crescimento de determinadas bactérias, dificultando sua proliferação e deixando ao sistema imunitário a tarefa de eliminar as bactérias que já estão presentes no organismo.[1]

O mecanismo de ação usual é a modificação das proteínas e/ou o rompimento da membrana plasmática, ambos essenciais para a proliferação bacteriana.

Exemplos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Manual Merck: Antibióticos acessado em 14 de Agosto de 2010
Ícone de esboço Este artigo sobre fármacos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.