Busca pessoal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Baculejo)
Ir para: navegação, pesquisa
The Correct Procedure for a Visual Search, vídeo de 1990 produzido pelo Federal Bureau of Prisons dos Estados Unidos.

Busca pessoal (conhecida popularmente como "baculejo"[1]), é um ato utilizado pela polícia para abordar suspeitos. O "baculejo" consiste na revista ou inspeção pessoal, por um policial ou agente de segurança, diretamente no corpo do suspeito. É feito por um policial ou u encarregado da segurança de certos eventos e consiste na revista pessoal a pretexto de buscar armas ou drogas que possam estar escondidas no corpo de um suspeito. Essa prática, considerada constrangedora, ilegal e ineficiente, tem sido substituída mediante a utilização de detectores de metal e cães farejadores. O "baculejo", como forma de prevenção de delitos, é ilegal, dado que o indivíduo só pode sofrer uma busca pessoal depois que comprovado que cometeu o crime.[2]

No Brasil[editar | editar código-fonte]

A prática está autorizada no ordenamento processual penal brasileiro, no artigo 240, §2º do Código de Processo Penal, somente quando houver suspeita fundada de ocultação de arma ou objetos envolvidos em ilícitos ou que possam ser úteis à investigação criminal.

Referências

  1. «Jovem diz que levou». www.rondoniaovivo.com. Consultado em 24 de abril de 2016 
  2. Edison Miguel da Silva Júnior (novembro de 2005). «Levar baculejo é legal? Busca pessoal na persecução penal». Jus Navigandi. Consultado em 24 de abril de 2016 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]