Bad (canção de Michael Jackson)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Bad"
Single de Michael Jackson
do álbum Bad
Lançamento 7 de setembro de 1987 (1987-09-07)
Formato(s) CD single, LP
Gravação 1987
Gênero(s)
Duração 4:07
Gravadora(s) Epic, CBS
Composição Michael Jackson
Produção Michael Jackson, Quincy Jones
Informações sobre o vídeo musical
Gravação Julho de 1987
Manhattan, Nova York
Lançamento 12 de setembro de 1987
Diretor(es) Martin Scorsese
Duração 9:01 (versão alongada)
4:20 (versão reduzida)
Cronologia de singles de Michael Jackson
"I Just Can't Stop Loving you"
(1987)
"The Way You Make Me Feel"
(1987)

"Bad" é uma canção de Michael Jackson, presente em seu sétimo álbum em carreira solo de mesmo nome. Lançado mundialmente em 7 de setembro de 1987, como o segundo single oficial do álbum, alcançou o primeiro em diversos países ao redor do globo, inclusive nos Estados Unidos, na Billboard 100.[1]

Música[editar | editar código-fonte]

Durante a entrevista que concedeu para a edição especial do álbum, em 2001, Quincy Jones afirmou que Bad inicialmente foi composta para ser um dueto entre Michael e Prince, como forma de aproveitar a suposta rivalidade entre ambos para promover a música. Entretanto, Prince teria rejeitado o projeto por não ter gostado da letra.

Na biografia Moonwalk, de 1988, Michael afirmou que a ideia para compor Bad partiu da história de um jovem barra pesada que foi mandado para uma escola privada longe do lugar onde vivia. Ao regressar para seu local de origem ele teria despertado a inveja em seus antigos amigos, que revoltados com a mudança do jovem resolvem matá-lo.

A música tem um Michael fazendo um beat box como acompanhamento, é um clássico funk do final dos anos 80 com um solo de Órgão Hammond. A frase "Who's Bad?", sussurrada por Jackson durante a letra ficou famosa, e se tornou o bordão do cantor e parte da cultura popular, assim como sua própria pronuncia para a palavra "Come On", falada "cha'mone" ou "shamone", usada com frequência por Jackson em músicas posteriores como Man in the Mirror e Black or White.

Videoclipe[editar | editar código-fonte]

O videoclip de Bad tem 16 minutos e 14 segundos e foi escrito pelo roteirista Richard Price e dirigido pelo mestre da sétima arte: Martin Scorsese, seu lançamento sofreu com o perfeccionismo de Michael: 2.2 milhões de dólares, está na sétima posição entre os video clipes mais caros da história. No curta, Michael é um rapaz chamado Daryl, que acaba de concluir com sucesso o ano em uma escola privada e regressa para sua cidade natal em um metrô. Na cidade, Daryl é recebido por seus antigos amigos e passa a noite com eles. Logo, os amigos de Daryl percebem que ele não é mais "mau" e resolvem trazer o velho amigo de volta. Eles tentam obrigar Daryl a roubar novamente, mas Daryl agora tem princípios e se recusa, o que acaba gerando desentendimento entre eles. Mesmo assim Daryl leva todos a uma estação de metrô abandonada e impede seus amigos de assaltar um idoso Entretanto, é nessa hora que o melhor amigo de Daryl, Mini Max interpretado por Wesley Snipes lhe diz que ele não é mais "mau". Após essa cena, o vídeo (que era preto e branco) ganha cores, e Daryl agora está vestido como punk e ele canta e coreografa a música Bad. A cena muda de volta para preto e branco e agora Daryl está sozinho. Mini Max foi o primeiro papel de destaque para o ator Wesley Snipes na televisão.

Performances ao vivo[editar | editar código-fonte]

Michael performou Bad na Bad World Tour e na primeira parte da Dangerous World Tour. Um medley chamado "The Drill" que seria usado na turnê This Is It, tem amostras de Bad.

Côvers e influência[editar | editar código-fonte]

  • Weird Al" Yankovic, conhecido por fazer paródias das músicas, homenageou Michael Jackson mais uma vez, antes com o single (Eat It/ Beat It) e agora com (Fat/Bad), o videoclipe é a cópia perfeita do original só que muito mais hilário.
  • A cantora pop, Celine Dion, cantou devidamente caracterizada a canção Bad em uma de suas turnês.
  • Sammy Davis Jr., uma das inspirações de Michael, cantou a música em 1989.
  • O videoclipe LoveGame de Lady Gaga tem referências ao clipe de Bad.
  • Bo 'Selecta! frequentemente fala o "shamone".
  • Khalil Fong, um cantor de soul asiático, lançou um cover da canção em seu álbum Timeless de 2009.

Desempenho nas parada musicais[editar | editar código-fonte]