Baixa de Coimbra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde fevereiro de 2012). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A Baixa de Coimbra ou Centro Histórico de Coimbra é a denominação dada a uma zona central da cidade de Coimbra, em Portugal, constituída pelas freguesias de São Bartolomeu e Santa Cruz.

A designação foi desenvolvida com a separação entre a "Alta", onde vivia a nobreza, o clero e, mais tarde, os estudantes e a "Baixa", predominada pelo comércio, artesanato e bairros ribeirinhos. Hoje, ambos são locais privilegiados da cidade, onde se misturam serviços (banca, seguros, comércio), séculos de História, habitação, cultura, espaços verdes e lazer.

A Baixa não tem limites definidos, mas pode-se considerar como limites genéricos: a zona verde e rotunda da Casa do Sal a norte, o Parque Doutor Manuel Braga a sul, o Mercado Municipal D. Pedro V a este e o Rio Mondego a oeste.

É aqui que se encontra uma parte do centro cívico da cidade, as grandes ruas comerciais (como a Rua Ferreira Borges), o tradicional Mercado Municipal D.Pedro V, a estação ferroviária de Coimbra-A / Estação Nova e importantes monumentos como o Mosteiro de Santa Cruz.

Declínio[editar | editar código-fonte]

Nas últimas décadas, a Baixa de Coimbra viu o seu protagonismo transferido para outras zonas da cidade como a Solum em Santo António dos Olivais, ou para as grandes superfícies comerciais, não só devido à supermacia dos centros comerciais mas também em função do elevado estado de degradação de grande parte dos edifícios e dos arruamentos, dando-se a chamada "desertificação da Baixa", fenómeno com que se depara também a Baixa do Porto. O estacionamento e a insegurança são outros problemas apontados por consumidores e comerciantes. A situação tem vindo a melhorar cada vez desde o reconhecimento de Coimbra como Património da Humanidade.

Reabilitação[editar | editar código-fonte]

Para promover a reabilitação urbana da zona de intervenção definida como Centro Histórico do Município de Coimbra, designadamente a área da Baixa, tal como foi definida no Relatório da Comissão Interdisplinar da Baixa aprovado pelo Câmara Municipal em 30 de Março de 2005, foi criada a Coimbra Viva, SRU – Sociedade de Reabilitação Urbana.

A Agência para a Promoção da Baixa de Coimbra (APBC) é uma Associação sem fins lucrativos constituída desde 2004 e que tem por objectivo promover a Baixa de Coimbra enquanto Centro Comercial a Céu Aberto dinamizando comércio e serviços, e enquanto área em que se conjugam Comércio, Cultura, Turismo e Lazer.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]



CBR.png AltaAlto de São JoãoArregaçaBaixaNorton de MatosCarvalhaisCalhabéSão JoséLomba da ArregaçaCruz de CelasConchadaMonte FormosoOlivaisNossa Senhora de FátimaPortela do MondegoLôgo de DeusSolumTovimBrincaBoavistaPortela da CobiçaVale das FloresIngoteLoretoRosaPinhal de MarrocosSanta JustaRelvinha

PedrulhaGuarda InglesaFonte da CheiraVila FrancaSão SebastiãoQuinta da CheiraChão do BispoTenxoalCasal da EiraVale das FigueirasArco PintadoCoselhasCorrenteLapas da CorrenteQuinta GrandeLordemãoLapas de LordemãoSão RomãoNogueirasAreeiroMainçaSete FontesS. BartolomeuSanta CruzSé NovaAlmedina