Balista (usurpador)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o usurpador romano. Para a arma de guerra romana, veja Balista.
Balista
Usurpador do Império Romano
Balista no "Promptuarii Iconum Insigniorum", de Guillaume Rouillé.
Reinado 261
Antecessor(a) Galieno
Sucessor(a) Galieno
Morte c. 261

Balista (em latim: Ballista), conhecido nas fontes também como Calisto[1], foi um usurpador romano durante a revolta de Macriano Maior e seus filhos, Macriano Menor e Quieto, segundo a pouco confiável História Augusta.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Balista foi um oficial durante o reinado de Valeriano. Depois que os persas sassânidas derrotaram e capturaram o imperador na Batalha de Edessa, uma parte das tropas passou a seguir o responsável pelo tesouro imperial, Macriano Maior, e Balista, que era o comandante da guarda pretoriana. Junto com Odenato, o "senhor de Palmira", eles conseguiram derrotar o exército persa que retornavam cheias de espólios depois de arrasarem a Cilícia[1][2]. Depois da vitória, Macriano declarou seus filhos, Macriano Menor e Quieto imperadores[1].

Balista permaneceu com Quieto no oriente quando Macriano pai e filho marcharam com o exército para o ocidente. Nos Bálcãs, eles foram derrotados pelo fiel comandante da cavalaria de Galieno, Aureolo e mortos em seguida. Galieno então convenceu Odenato a se voltar contra seus antigos aliados, mas não sabemos quando e nem como Balista perdeu a vida, mas acredita-se que tenha ocorrido por volta de novembro de 261 pelas mãos do senhor de Palmira[3]. Outra teoria advoga que ambos teriam sido mortos por seus próprios soldados em Emesa[2].

Referências

  1. a b c D.S.Potter (2004), p.256
  2. a b D.S.Potter (2004), p.259
  3. J. Bray (1997), p.145

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Bray, John. Gallienus : A Study in Reformist and Sexual Politics, Wakefield Press, Kent Town, 1997, ISBN 1-86254-337-2
  • Potter, David S. The Roman Empire at Bay AD 180–395, Routledge, Oxon, 2004. ISBN 0-415-10058-5

Ligações externas[editar | editar código-fonte]