Baltazar Gomes Figueira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Assinatura de Baltazar Gomes Figueira

Baltazar Gomes Figueira (Óbidos, 1604 – Óbidos, 1674)[1][2] foi um pintor português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Natureza Morta com Laranjas, Cebolas, Peixe e Caranguejo (1645) no Museu do Louvre.

Baltazar Gomes Figueira foi filho de Paulo Gomes Figueira e de Luísa Lopes, ambos artesãos, e teve uma filha, Josefa Ayala, a muito conhecida pintora Josefa de Óbidos.[2][3]

A sua educação passou pela cidade de Sevilha, onde seguiu carreira militar e onde casou.[2] Foi lá onde teve contato com outros artistas, desde Herrera el Viejo, Francisco de Zurbarán e Juan del Castillo.[1][2]

Foi funcionário da Casa de Bragança, na corte de D. João IV e de D. Afonso VI,[1] onde tinha as funções de pintor e avaliador de obras de arte.[2]

No Museu de Évora, existe uma seção de natureza morta do pintor e de sua filha.[4] Na Igreja da Misericórdia de Peniche o seu espólio de arte contém obras de Baltazar e de Josefa.[5]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «Baltazar Gomes Figueira - BIOGRAFIA». CM Óbidos. Consultado em 24 de fevereiro de 2012 
  2. a b c d e «Baltazar Gomes Figueira - bio». mosteiroalcobaca.pt. Consultado em 24 de fevereiro de 2012 
  3. «Óbidos organiza ciclo de palestras sobre pintor Baltazar Gomes Figueira». tintafresca.net. 11 de abril de 2005. Consultado em 24 de fevereiro de 2012 
  4. «Museus e Palácios». Instituto dos Museus Portugueses. Consultado em 24 de fevereiro de 2012 
  5. «Igreja da Misericordia e Torre do Relógio - Peniche, Portugal». waymarking.com. Consultado em 24 de fevereiro de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.